As Feiras de Feira de Santana

Fartura & Ossos

“Fartura & Ossos” – O novo livro do poeta Silvério Duque

O músico, professor, crítico literário e poeta feirense Silvério Duque acaba de lançar seu novo livro: “Fartura & Ossos”, obra que o autor descreve como sua “lira dos quarent’anos”. O livro, que traz 25 sonetos compostos entre 31 de março de 2018 e 31 de março de 2019, é uma auto-homenagem aos 40 anos de vida do autor. Com desenho de capa do artista plástico Gabriel Ferreira, posfácio de Elpídio Dantas Fonseca e prefácio do próprio autor, com efeito, “Fartura e Ossos”, segundo Elpídio Fonseca, “remete a várias situações descritas em seus sonetos: a superabundância da vida vivida, da qual só

BRT de Feira cada vez mais longe

BRT cada vez mais longe

Com queda no número de passageiros, BRT fica mais longe de ser implantado em Feira Cerca de 10% da frota do transporte público de Feira de Santana deixou de circular, devido à queda no número de passageiros. Trabalhadores do setor também foram demitidos. Associação alertou a pouca demanda de passageiros para a implantação do BRT Em agosto de 2015, a Associação Feirense de Engenheiros (AFENG), apresentou parecer técnico sobre o resultado da análise do “Sistema BRT Feira de Santana” e alertou sobre o volume de passageiros no momento mais crítico do dia, cerca de 5 mil passageiros por hora/sentido. Mas

Banda Calafrio

“Hiato”, o novo single da banda feirense Calafrio

“Um estado de ceticismo quase que total, ausência de sentidos e porquês, um momento de niilismo. O pensamento vagueia pela morte mas em busca de vida”, descreve o guitarrista Pedro Patrocínio, se referindo à letra de “Hiato”, o segundo single de seu novo EP. “A existência dessa canção se dá num momento de reclusão, numa jornada solitária com um pouco de autodestruição e muito de autoconhecimento”, explica o músico. “Hiato” é uma das cinco faixas do EP homônimo que a banda irá lançar até o final deste ano. Em setembro, eles apresentaram ao público o single “Primitivos”, que também ganhou um videoclipe, disponível no

Ícaro Irvin

O novo Procurador do Município

Colbert indica o novo Procurador do Município Ícaro Ivvin, atual superintendente do Procon, foi indicado pelo prefeito Colbert Martins, para ocupar a Procuradoria Geral do Município, no lugar de Cleudson Almeida. O nome de Ícaro foi aprovado na última quarta-feira (23), em votação unânime, pela Câmara Municipal de Feira de Santana. E quem vai assumir o Procon? O prefeito informou que vai convidar Cleudson Almeida para assumir o Procon, quando retornar de Brasília. Vereadores criticam o presidente Jair Bolsonaro Em pronunciamento, na sessão ordinária da última quarta-feira (23), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o edil Carlito do Peixe

A “meia década” perdida da Saúde em Feira

A “meia década” perdida da Saúde em Feira

Os repasses para a Saúde em Feira de Santana tiveram leve elevação em relação aos anos anteriores, nos primeiros nove meses de 2019. O problema é que a base anterior é modesta, decorrente da prolongada crise econômica que abalroou o País – e as contas públicas – a partir de meados de 2014. Desde janeiro, foram aportados R$ 144,5 milhões em transferências obrigatórias e voluntárias. Os dados são do Portal da Transparência e referem-se, em toda a análise, aos nove primeiros meses de cada ano. A correção ocorreu com base no Índice de Preço ao Consumidor Amplo, o IPCA. Ano

Vitorino Campos: o estilista feirense reconhecido internacionalmente

As famosas Flávia Alessandra e Fernanda Paes Leme são apenas duas das famosas que aderiram ao trabalho do estilista feirense Vitorino Campos, de 30 anos, considerado um dos grandes talentos jovens da moda brasileira. Aos 25 anos ele fez seu primeiro desfile na São Paulo Fashion Week, em 2012, e de lá pra cá vem assumindo destaque progressivo no mundo da moda.

“Morei em Feira até meus 18 anos, quando fui estudar moda em Salvador. Lembro dos bons amigos que tinha no colégio e sinto muita saudade dessa época”, disse ele em entrevista ao Feirenses. Vitorino graduou-se em Design de Moda pela Universidade Salvador (UNIFACS) e criou sua marca homônima já em 2008. Mas foi em Feira que surgiu sua grande inspiração para trabalhar com moda: “fui criado entre o ateliê da minha tia e a fábrica de fardamentos da minha mãe, cresci rodeado por tecidos e aviamentos”.

Fernanda Paes Leme

Fernanda Paes Leme vestindo Vitorino Campos no Festival de Cannes

Em 2016, Vitorino recebeu prêmio de estilista do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA), na primeira vez em que a Associação passou a incluir Moda como em suas premiações. Perguntado sobre o que considera destaque em seu trabalho, Vitorino considera “o acabamento das peças e a qualidade da matéria-prima. Gosto do bom corte e da roupa bem feita. Uma base que se integra à peça para que haja uma conexão com quem veste e o que se está vestindo”.

Veja o desfile de Vitorino Campos na última São Paulo Fashion Week (coleção outono/inverno):

 

No vídeo a seguir, gravado em 2015, ele fala para a Vogue Brasil sobre a inspiração para uma de suas coleções:

Parte da família de Vitorino Campos ainda reside em Feira de Santana, mas já faz alguns anos que ele não visita a cidade: “por conta do tempo corrido, já fazem 5 anos que não visito a cidade. Hoje meus pais e parte da família moram em Salvador, por isso acabo indo com mais frequência para lá”.

Aos feirenses que desejam seguir a trajetória de Vitorino, ele dá alguns alertas: “é uma carreira que exige muito estudo e esforço. Tem que realmente gostar do que faz, pois a dedicação precisa ser integral”.

Vitorino Campos está no Facebook e no Instagram!


Sobre o (a) autor (a):