As Feiras de Feira de Santana

3 Peças de Teatro em setembro

3 peças teatrais imperdíveis que estarão em Feira em setembro

A cena teatral em Feira de Santana é intensa e fértil, com a produção de muitos espetáculos de repercussão e visibilidade nacional, além da recepção de peças de outras partes do país que encontram na cidade acolhimento para suas apresentações. Só para tomar um exemplo, em Feira ocorre um dos maiores festivais de teatro infantil do Brasil – o FENATIFS, que já está organizando sua 12ª edição para 2019. Nesse mês de setembro de 2019, o feirense terá a oportunidade de preencher sua programação com três espetáculos de muita qualidade, abordando a vida de figuras de relevância histórica: a pintora

Augusto Aras e Feira de Santana

A relação do Procurador de Bolsonaro com Feira de Santana

Quem acompanha o noticiário político nacional tem visto o debate em torno da indicação de Antônio Augusto Brandão de Aras para o cargo de Procurador Geral da República, feita pelo presidente Jair Bolsonaro. O que poucos feirenses sabem, entretanto, é que Augusto Aras tem íntima relação com Feira de Santana. Augusto é filho do ex-vereador Roque Aras, que exerceu o mandato na Câmara Municipal feirense entre 1971 e 1975 pelo MDB – partido que fazia oposição ao Regime Militar à época. Roque Aras foi também Deputado Estadual (1975-1979) e Deputado Federal (1979-1983). De acordo com o jornalista Dimas Oliveira, Augusto

Podcast para quem merece

O irreverente “Podcast para quem merece”

É crescente a quantidade de pessoas que consome conteúdo em áudio, no Brasil e no exterior. Dos áudiolivros aos podcasts, muitos usuários aproveitam os momentos de ócio em filas, no transporte ou mesmo nas tarefas domésticas para ouvir notícias, debates, aulas etc. A Rede Globo, por exemplo, percebeu a tendência, e lançou recentemente vários podcasts para sua audiência. Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde o usuário quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio,

Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza

A (falta de) estrutura de uma escola em Jaguara

A diretora da APLB/Feira, professora Marlede Oliveira, visitou na última quarta-feira (4), a Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza que fica localizada no Povoado da Barra no Distrito de Jaguara. Na escola foi constatado que: A Escola funciona com apenas duas salas de aula e uma professora para lecionar Infantil, 1° ano, 2° ano, 3° ano, 4º ano e o 5° ano; A professora não tem Reserva de 1/3 da Carga Horária; A Escola não tem Internet nem Coordenador Pedagógico. Metas do IDEB Desde 2011, Feira não atinge as metas do Ideb para os anos iniciais do Ensino Fundamental. O

“não é pressa, é saudade dela”

“Não é pressa, é saudade dela”

No auge da minha adolescência – nem faz muito tempo assim – eu tinha uma vontade: viajar por aí de caminhão. Pegar umas caronas com os caminhoneiros e partir sem um rumo certo. Apenas vivendo um momento de cada vez, em cada rodovia e estrada desse nosso tão grande país. Mas a vida adulta chega trazendo responsabilidades e os anseios por aventuras adormecem um pouco. Enquanto lembrava disso, percebi que a figura do caminhoneiro é um tanto fascinante… Observe que todos os meus anseios da adolescência é algo rotineiro para eles. Os caras não param, vivem o momento seja lá

Troféu Tracajá 2015: o “Oscar do Sertão”

Para quem ainda não conhece, Reginaldo Pereira Tracajá é um fotojornalista e ativista cultural protagonista de diversas iniciativas em Feira de Santana – do Encontro de Figuras Populares ao Bloco Tracajá, que todo ano sai na Micareta feirense. Amanhã, sábado, 05 de dezembro, mais uma dessas criações das “Organizações Tracajá” será prestigiada pelos feirenses, o Troféu Tracajá, definido por Reginaldo como uma premiação para “homenagear as pessoas que não participam desses grandes troféus que têm na cidade, muito bonitos, muito bem organizados”.

A “solenidade” do Troféu Tracajá é caracterizada como uma festa “aberta, irreverente e simpática”. Neste ano o evento ocorre a partir do meio dia, no Bar Resenharia, Bairro Kalilandia. Lá, a exemplo do que tem acontecido ao longo dos 14 anos de existência do Troféu, deverão reunir-se artistas, empresários, comunicadores, profissionais do Direito, da Saúde da Educação, da Segurança e tantas outras figuras que no dia-a-dia fazem a história de Feira de Santana.

Troféu Tracajá

Haverá exposição de artes, lançamento de livros, poesia, cantorias, e atrações como o Coral Infantil Chácara São Cosme, que tem a regência de Vilma Soares, o cantor Cescé Amorim, Samba de Roda Brilhante de Irará, Bira dos Teclados, Zé Araújo, Carlos Silva, Rudy Rossi e vários outros.

Leia a entrevista do Feirenses com Reginaldo Tracajá!

Tracajá informa que é uma oportunidade não só para os agraciados com o Troféu Tracajá, mas também para os que, mesmo sem a premiação, possam desfilar alegria e simpatia no Resenharia. “Fiquem certos de que só o fato de estar no Troféu Tracajá já é um algo extremamente gratificante, porque hoje boa amizade é coisa rara e no Troféu Tracajá é o que permeia a festa. Vale lembrar que o acesso ao Resenharia não vai custar milhões e sim uma armação usada de óculos e um brinquedo que serão destinados a Associação de Apoio à Criança com Câncer. Contamos com o apoio de todos, pois a causa é nobre”.

Recapitulando…

Troféu Tracajá

O quê: Troféu Tracajá

Onde: Resenharia Bar (Kalilândia)

Quando: Sábado (05/12), a partir de 12h

 


Sobre o (a) autor (a):