As Feiras de Feira de Santana

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Precisamos louvar o Feira Noise

É preciso louvar com entusiasmo a edição de 10 anos do Feira Noise Festival, que ocorre nesse final de semana em Feira de Santana. Nem precisa gostar de rock ou de qualquer gênero musical, banda ou artista que se apresenta nos palcos do evento para reconhecer a capacidade inacreditável de um grupo de entusiastas de determinada cena cultural em manter de pé, em Feira de Santana, um festival que chama a atenção para além das fronteiras baianas. São mais de 30 atrações, de várias partes do Brasil, distribuídas em três dias no Ária Hall, o mais elegante e bem estruturado

Comida de boteco nº 3: Torresmo do Bar do Bigode

Hoje vamos falar do torresminho do Bar do Bigode. O próprio Bigode, apelidado assim pelo mustache peculiar que possui, trabalha com bar desde os 14 anos de idade, e atua há 20 anos em Feira de Santana. O atual bar já funciona há sete anos e abre de terça a domingo, a partir das 09h da manhã, até o horário em que houver movimento. É um dono de bar simpático, daqueles que tem orgulho do que faz e possui prosa pra uma noite inteira de bate papo.

Torresmo do Bar do Bigode

O petisco, servido em porções de dois tamanhos, custando R$3 a menor e R$ 5 a maior, é o carro chefe do bar. Localizado numa região centralizada da cidade, o Bar do Bigode atrai um público que já sai de casa salivando pensando no sabor do torresminho.

Torresmo do Bar do Bigode

A porção, que é frita na hora, chega na mesa barulhenta, dando estalos. É servida com farinha e limão, uma parceira adequada para acompanhar com cerveja. Simplesmente perfeita a combinação. Acompanha também uma espécie de vinagrete com pimenta, que é bem suave, e permite caprichar na quantidade.

Torresmo do Bigode

Além do sabor, vale destacar o quanto o torresmo é crocante e sequinho. Impressiona o barulho que faz ao ser mastigado. Seu aspecto se assemelha a um baconzitos, salgadinho de Elma Chips, com a vantagem de ser natural e sem conservantes. O sabor é mil vezes melhor. No final das contas, chega-se à conclusão que o baconzitos é uma mera tentativa, sem sucesso, de chegar próximo ao torresminho.

Torresmo feirense

O bar, que possui uma mesa de sinuca que não para de funcionar, é um local simples, porém, aconchegante. A cerveja chega sempre bem gelada à mesa, e o bar ainda conta com diversos petiscos como asinha de frango, codorna, calabresa frita, pititinga e caldos. O Bigode ainda aceita encomendas de galinha de quintal e pato cozido. Tudo de própria criação, que faz no quintal de casa, próxima ao seu bar. Fica a dica pra quem curte um boteco tradicional.

O Bar do Bigode fica situado no Cruzamento da Rua Padre de Nóbrega com a Rua Augusto de Estrela Lima, nº 102, próximo à Avenida Cel. José Pinto dos Santos, no fundo do antigo Garrafão, no Bairro São João, Feira de Santana-BA.


Sobre o (a) autor (a):