Rio Jacuípe

Improbidade Administrativa

Ex-Prefeito, Secretária e Procurador são acionados por Improbidade Administrativa

Ex-prefeito José Ronaldo é acionado pelo MP por improbidade administrativa O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho; a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas; o ex-subprocurador do Município, Cleudson Santos Almeida; e o então presidente da comissão de licitação no Município, Antônio Rosa de Assis, foram acionados pelo Ministério Público estadual por dispensa indevida de licitação realizada no ano de 2013, quando José Ronaldo era prefeito. Suspensão dos direitos políticos De acordo com o MP, o ato de improbidade causou ao erário um dano de R$ 6.379.495,62. Na ação, o promotor de Justiça Tiago de Almeida Quadros

Roberto Tourinho

Roberto Tourinho na Oposição

Tourinho na Oposição Em entrevista ao programa Acorda Cidade, nesta terça-feira (05), o prefeito Colbert Martins, comentou que Roberto Tourinho se tornou um vereador de oposição, após cobrança para afastar envolvidos no caso da Coofsaúde e propor uma CPI. A quem responder? Em pronunciamento, na sessão ordinária da última quarta-feira (06), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador comentou sobre a entrevista do prefeito e disparou que estava em dúvida a quem deveria responder, se “ao prefeito que governa ou o do Pilão, que despacha na Pousada Acalanto e no Hotel Atmosfera”. “Se ao prefeito ou ao chefe”.

Fila no CADH de Feira

Fila longa para marcar consulta no CADH, em Feira – Feira (A)notada

Fila longa, demora no atendimento e lotação no CADH Uma longa fila foi observada na manhã da última terça-feira, 05, na Rua Boticário Moncorvo, Centro da cidade. Tratava-se de pacientes do Centro de Atendimento ao Diabético e Hipertenso (CADH), esperando a vez para marcar uma consulta com médicos especialistas. O interior da unidade estava completamente lotado e o sistema de marcação toda hora saía do ar, enquanto as pessoas com diabetes e hipertensão permaneciam na fila. Somente quatro vereadores assinaram pedido de CPI O pedido para a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende averiguar denúncias de irregularidades na

PSOL pede CPI na Câmara

PSOL protocola pedido de CPI na Câmara – Feira (A)notada

PSOL protocola pedido de CPI na Câmara Na manhã da última sexta-feira, 1º de fevereiro, no retorno das atividades na Câmara Municipal, o PSOL de Feira de Santana protocolou na Casa o pedido de CPI das fraudes na saúde do município, envolvendo contratos com as falsas cooperativas. O pedido foi entregue por Jhonatas Monteiro, ex-candidato a prefeito pelo partido, em mãos ao presidente da Câmara, vereador José Carneiro, que se comprometeu em apreciar o pedido no Plenário já na próxima segunda-feira, dia 4. Aprovados em concurso também querem CPI das cooperativas Trabalhadores da área de saúde, aprovados no concurso de

Novidades na Câmara Municipal

Novidades na Câmara Municipal de Feira de Santana – Feira (A)notada

Câmara reabre trabalhos legislativos A Câmara Municipal de Feira de Santana retomou as atividades na manhã desta sexta-feira (01). Em rito ordinário, foi realizada a leitura da ata da sessão anterior devidamente aprovada pelos edis presentes. O prefeito de Feira de Santana Colbert Martins da Silva Filho fez o pronunciamento e desejou bom retorno aos trabalhos. Estiveram presentes ainda o Procurador Geral do Município, Cleudson Almeida, secretários municipais, autoridades, representantes da sociedade civil e imprensa. Neinha deixa de ser suplente e assume a vaga deixada por Tom A vereadora Neinha (PTB), que estava no mandato como suplente, assume a vaga deixada

Como telhados brancos reduzem o calor – Políticas para Feira se Inspirar #5

Em 2009 a Prefeitura de Nova York criou um programa visando pintar de branco o máximo possível de telhados da cidade. O objetivo da medida é reduzir o consumo de energia dos moradores e, assim, o impacto que causam no meio ambiente. Isso porque, com os telhados pintados de branco, a temperatura no interior de um edifício pode cair até 30%, diminuindo os gastos com ar-condicionado e, consequentemente, a emissão de gases do efeito estufa, o que, em última análise, ajuda a controlar os efeitos nocivos do aquecimento global.

Enquanto os telhados pretos ou escuros absorvem a energia do sol quase completamente, os brancos refletem os raios solares, dispersando o calor. Para realizar o trabalho, a Prefeitura de Nova York se utilizou da disposição de jovens voluntários, que atuaram como pintores temporários.

O interessante é que, além de tudo, as tintas brancas utilizadas impermeabilizam e protegem os telhados, evitando a proliferação de fungos, por exemplo.

A diferença dos raios solares refletidos em telhados escuros e telhados brancos

A diferença dos raios solares refletidos em telhados escuros e telhados brancos

Quando foi implementado em NY, qualquer edifício podia participar do programa. A cidade fechou acordos com lojas de tinta, que forneceram parte do material necessário. Embora qualquer construção pudesse se “voluntariar”, os grandes edifícios foram priorizados, locais onde a economia de energia é maior.

No início, os tetos mais pintados foram de universidades, bibliotecas e edifícios públicos, além de blocos de apartamentos de moradores de baixa renda.

O site “Casa Claudia” fez uma matéria interessante sobre o tema, mostrando o quanto a medida pode ser eficiente:

“A arquiteta Mariana Goulart mediu o impacto da mudança de cor na prática. Em seu mestrado no IAU, experimentou estratégias para melhorar o conforto térmico em uma escola de Maringá (PR). Aconselhada pelo arquiteto João Filgueiras Lima, o Lelé, pintou de branco o teto de concreto de uma das salas de aula e mediu os resultados.

Em um dos horários mais quentes do dia, às 15h30, a temperatura do ar na sala pintada era 2 °C menor do que a das classes vizinhas. E a laje estava 5 °C mais fresca do lado de dentro. ‘A pintura melhora a temperatura superficial externa e interna, diminuindo o calor que entra pela cobertura’, concluiu a pesquisadora. Mas telhados brancos podem afetar área muito maiores do que uma só construção.”

Para uma cidade como Feira de Santana, não é demais pensar em uma equipe do poder público que inicie a realização desse tipo de trabalho, pelo menos em grandes edifícios e construções da cidade.

 

Leia mais sobre telhados brancos aqui, aqui e aqui.


Sobre o (a) autor (a):