As Feiras de Feira de Santana

10 bares com música ao vivo em Feira de Santana

10 bares para curtir música ao vivo em Feira de Santana

Em Feira de Santana circula o mito de que “não há nada para fazer” na cidade. Por isso costumamos trazer dicas e sugestões de atividades artístico-culturais que demonstram justamente o contrário: Feira é uma cidade intensa, com variada agenda cultural, principalmente nos finais de semana. Neste post trazemos a sugestão de 10 bares com música ao vivo em Feira de Santana, uma lista introdutória, que está muito longe de demarcar todas as possibilidades e opções musicais da cidade. Num levantamento modesto, podemos afirmar que Feira de Santana tem mais de 50 shows musicais por semana. Selecionamos apenas os bares que

Centro de Abastecimento de Feira de Santana

O Centro de Abastecimento vai ser privatizado?

De acordo com o líder do governo na Câmara Municipal, vereador Marcos Lima (Patriota), vários empresários querem administrar o Centro de Abastecimento de Feira de Santana. A informação foi repassada durante a sessão desta terça-feira (13), na Casa da Cidadania, ao responder acusações do vereador Roberto Tourinho.   Abandonado Tourinho disse que a situação do Centro de Abastecimento é de abandono, e elencou os seguintes problemas: lixo, mau cheiro, escuridão, tráfico de drogas, prostituição, lama e até homicídios ocorrem no local. Cheiro de Privatização De acordo com Tourinho, o poder público municipal não faz absolutamente nada, diante de tantos problemas:

Cantoras negras feirenses

Cantoras negras são destaque na música de Feira de Santana

Um olhar cuidadoso sobre as expressões musicais em Feira de Santana torna obrigatório reconhecer o fundamental protagonismo das mulheres em nossa música. Para começar, Feira de Santana é uma das poucas cidades do Brasil que tem seu hino composto por uma mulher: Georgina Erismann, no início do século XX, fez o “Hino a Feira”, numa época em que a mulher sequer tinha direito a voto. Uma das mais tradicionais expressões culturais de Feira de Santana, reconhecida internacionalmente, é capitaneada por uma mulher: Dona Chica do Pandeiro é a matriarca da Quixabeira da Matinha, exercendo um papel de liderança que remonta

OzÉbrios

Grupo feirense OzÉbrios estreia no projeto “Samba da Tarde”

Feira de Santana ganha, a partir deste sábado (10) mais um espaço de apreciação do samba: o Container Mall, com o projeto “Samba da Tarde”. Promovido pela Cervejaria Sertões, a iniciativa apresentará o grupo de samba OzÉbrios, comandado pelo cantor e compositor Rafael Damasceno. O projeto visar ocupar as tardes de sábado do Container Mall com o mais puro ritmo do samba raiz. O grupo OzÉbrios receberá convidados celebrando a junção do melhor do samba, dos sabores (dos petiscos) e das cervejas (artesanais), como elementos de entretenimento e opção de lazer na cidade. Além da Cervejaria Sertões, e o Container

Amanda Magalhães - The Voice - Feira

Amanda Magalhães, a feirense que está no The Voice Brasil 2019

Feira de Santana está mais uma vez no The Voice Brasil. Após o sucesso da feirense Paula Sanffer, que participou do programa global em 2015, e hoje é vocalista da Timbalada, é a vez da cantora Amanda Magalhães, que foi selecionada para o time da cantora IZA. Além de cantora, Amanda Magalhães é atriz (atuou no filme feirense “Porque eu te amei“), e desde cedo se dedicou ao serviço na Igreja por meio das artes. Participante do elenco de uma companhia de teatro musical cristã, a jovem de 25 anos se descobriu como cantora através dos personagens que interpretou ao

Sticker Art em Feira de Santana: atenção para este movimento!

Tradicionalmente os artistas plásticos buscam a aceitação de suas obras por galerias de arte e museus para terem seu trabalho reconhecido e exposto. Com o surgimento da arte urbana essa lógica foi modificada, e muitos artistas contemporâneos dispensam a função do curador para suas artes, expondo no próprio espaço urbano, para os milhões de pessoas que utilizam as vias públicas – é o caso dos grafiteiros, por exemplo.

Entre as modalidades de arte urbana, está ganhando força o Sticker Art, que utiliza adesivos como material para a aplicação de desenhos e pinturas. A “brincadeira” começou em 1990, quando o norte americano Shepard Fairey começou a colar nos espaços públicos da Carolina do Sul a imagem estilizada do lutador André Roussinof, mais conhecido como Andre the Giant, a mensagem OBEY, que traduzido do inglês, significa “obedeça”.

O objetivo de Roussinof era fazer com que as pessoas refletissem acerca da sociedade vigente. A mensagem clara e direta, OBEY, utilizava um recurso próprio da publicidade e ao mesmo tempo ironizava uma sociedade marcada pelo consumo e obediência das leis. Nos dias que se seguiram, OBEY tornou-se o marco inicial da Sticker Art:

Obey - Stick Art

Se você nunca tinha visto “OBEY”, talvez reconheça a obra abaixo, chamada de Obama Hope (Obama Esperança) do mesmo autor, “fundador” da Sticker Art, que foi espalhada por várias cidades norte-americanas durante a campanha presidencial de Barack Obama:

"Hope"

No vídeo a seguir você pode compreender bem didaticamente o que é o Sticker Art:

 

Sticker Art em Feira de Santana

Em Feira essa expressão da arte urbana já tem representantes organizados, através do grupo “Cola Neles“, que se denominam como “um grupo de intervenção urbana que busca mudar a imagem da cidade com muita arte!”.

Cola Neles

À frente do grupo está o design e tatuador Lucas Got, de 18 anos, que começou a fazer Sticker Art porque não encontrava um jeito de seus desenhos serem vistos na cidade. Ele se relaciona com outros artistas de várias partes do mundo, trocando stickers e técnicas de trabalho. Aliás, essa é uma característica marcante dos Stickers: a utilização das mídias sociais para interagir e fazer com que sua obra seja exposta em outras cidades e países mesmo nunca tendo visitado o lugar.

Sticker Art em Feira de Santana.

Sticker Art em Feira de Santana. Foto: Grupo Cola Neles

Para conseguir adesivos, Lucas e seus colegas procuram a rebarba de gráficas locais, e aproveitam adesivos que seriam jogados no lixo para fazer arte.

Em uma das oportunidades em que o “Cola Neles” fazia colagens em Feira de Santana, um vendedor de pastel passou e, ao observar o trabalho dos artistas, pediu que fizessem algumas colagens em sua bicicleta (foto no topo deste artigo). Como se vê, além de tantas inovações, o Sticker tem também o potencial para ser itinerante.

Exposição Sticker Art em Feira

Sticker Art em Feira de Santana

Sticker Art em Feira de Santana. Foto: Grupo Cola Neles

Em novembro ocorrerá a primeira exposição Sticker em Feira de Santana, organizada pelo Cola Neles. Os interessados devem enviar seus stickers até o dia 01 de outubro para o seguinte endereço (veja o evento no Facebook):

Cola Neles

Rua Santa Cruz , 426
Bairro Jardim Cruzeiro
Feira de Santana-Ba
CEP 44024-422
Brasil

Para participar do grupo Cola Neles e obter mais informação sobre a prática de Sticker em Feira de Santana, basta acessar a página deles no Facebook, ou entrar em contato direto por telefone com Lucas Got, que administra um grupo no WhatsApp com interessados em Sticker Art na cidade. O número é o 75 – 8276-8982.

 


 

Para saber mais sobre Sticker veja outros vídeos do canal NAKDEZ, e este artigo publicado pela Escola de Belas Artes do Paraná.


Sobre o (a) autor (a):