Rio Jacuípe

Improbidade Administrativa

Ex-Prefeito, Secretária e Procurador são acionados por Improbidade Administrativa

Ex-prefeito José Ronaldo é acionado pelo MP por improbidade administrativa O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho; a secretária de Saúde, Denise Lima Mascarenhas; o ex-subprocurador do Município, Cleudson Santos Almeida; e o então presidente da comissão de licitação no Município, Antônio Rosa de Assis, foram acionados pelo Ministério Público estadual por dispensa indevida de licitação realizada no ano de 2013, quando José Ronaldo era prefeito. Suspensão dos direitos políticos De acordo com o MP, o ato de improbidade causou ao erário um dano de R$ 6.379.495,62. Na ação, o promotor de Justiça Tiago de Almeida Quadros

Roberto Tourinho

Roberto Tourinho na Oposição

Tourinho na Oposição Em entrevista ao programa Acorda Cidade, nesta terça-feira (05), o prefeito Colbert Martins, comentou que Roberto Tourinho se tornou um vereador de oposição, após cobrança para afastar envolvidos no caso da Coofsaúde e propor uma CPI. A quem responder? Em pronunciamento, na sessão ordinária da última quarta-feira (06), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador comentou sobre a entrevista do prefeito e disparou que estava em dúvida a quem deveria responder, se “ao prefeito que governa ou o do Pilão, que despacha na Pousada Acalanto e no Hotel Atmosfera”. “Se ao prefeito ou ao chefe”.

Fila no CADH de Feira

Fila longa para marcar consulta no CADH, em Feira – Feira (A)notada

Fila longa, demora no atendimento e lotação no CADH Uma longa fila foi observada na manhã da última terça-feira, 05, na Rua Boticário Moncorvo, Centro da cidade. Tratava-se de pacientes do Centro de Atendimento ao Diabético e Hipertenso (CADH), esperando a vez para marcar uma consulta com médicos especialistas. O interior da unidade estava completamente lotado e o sistema de marcação toda hora saía do ar, enquanto as pessoas com diabetes e hipertensão permaneciam na fila. Somente quatro vereadores assinaram pedido de CPI O pedido para a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que pretende averiguar denúncias de irregularidades na

PSOL pede CPI na Câmara

PSOL protocola pedido de CPI na Câmara – Feira (A)notada

PSOL protocola pedido de CPI na Câmara Na manhã da última sexta-feira, 1º de fevereiro, no retorno das atividades na Câmara Municipal, o PSOL de Feira de Santana protocolou na Casa o pedido de CPI das fraudes na saúde do município, envolvendo contratos com as falsas cooperativas. O pedido foi entregue por Jhonatas Monteiro, ex-candidato a prefeito pelo partido, em mãos ao presidente da Câmara, vereador José Carneiro, que se comprometeu em apreciar o pedido no Plenário já na próxima segunda-feira, dia 4. Aprovados em concurso também querem CPI das cooperativas Trabalhadores da área de saúde, aprovados no concurso de

Novidades na Câmara Municipal

Novidades na Câmara Municipal de Feira de Santana – Feira (A)notada

Câmara reabre trabalhos legislativos A Câmara Municipal de Feira de Santana retomou as atividades na manhã desta sexta-feira (01). Em rito ordinário, foi realizada a leitura da ata da sessão anterior devidamente aprovada pelos edis presentes. O prefeito de Feira de Santana Colbert Martins da Silva Filho fez o pronunciamento e desejou bom retorno aos trabalhos. Estiveram presentes ainda o Procurador Geral do Município, Cleudson Almeida, secretários municipais, autoridades, representantes da sociedade civil e imprensa. Neinha deixa de ser suplente e assume a vaga deixada por Tom A vereadora Neinha (PTB), que estava no mandato como suplente, assume a vaga deixada

Políticas para Feira se inspirar #1: como Sevilla tornou-se cidade ciclística

O Feirenses tem se caracterizado, entre outros fatores, por resgatar alguns elementos histórico-culturais importantes para Feira de Santana, tornando-se um repositório de informações para aqueles que buscam conhecer as raízes da cidade, sem precisar tornar-se um acadêmico ou historiador. Com a boa receptividade nesse sentido, resolvemos preencher outra lacuna importante: a que diz respeito às políticas públicas que podem ser desenvolvidas no município, gerando mais bem-estar, criatividade, cidadania, paz pública e harmonia comunitária.

Para isso, vamos apresentar ao leitor do Feirenses políticas desenvolvidas em outras cidades do Brasil e do mundo, que poderiam ser perfeitamente adaptadas à nossa realidade. Essa é uma forma de qualificar o debate sobre determinado tema, garantindo acesso a um exemplo real, sem precisar se aprofundar teoricamente. A série de artigos se chamará “Políticas para Feira se inspirar”, e começa a partir de hoje.

Como Sevilla tornou-se cidade ciclística

Sevilla é uma cidade espanhola com cerca de 700 mil habitantes, capital da Província de mesmo nome. Famosa pelas touradas que realiza, e pelo Sevilla Futebol Clube, onde atualmente joga o brasileiro Paulo Henrique Ganso, a cidade também ficou conhecida nos últimos anos pelo sucesso das políticas de mobilidade urbana, em especial na priorização da bicicleta como meio de transporte.

Nos últimos 10 anos, o fomento ao uso da bicicleta como meio de transporte se apresentou como um eixo fundamental e diretor da transformação do sistema de mobilidade na cidade.

Uma rede completa de ciclovias de mais de 80km foi criada em apenas um ano, uma infraestrutura que está presente em grandes ruas e avenidas. Além disso, nas áreas residenciais e ruas do centro histórico tem se adotado uma política de coexistência das bicicletas e automóveis na via pública, com diminuição da velocidade máxima dos veículos motorizados ou, em alguns casos, proibição de circulação.

SEVICI

Estação do SEVICI – Serviço de aluguel de bicicletas públicas em Sevilla

Todas as ações partiram de um plano, onde estão previstas, além das intervenções estruturais, diferentes ações complementares como oficinas educativas e campanhas. Há um escritório técnico dedicado à bicicleta na cidade, para cuidar e coordenar todas as ações relativas ao tema.

Foi criado um serviço público de bicicletas pioneiro na Espanha, o SEVici. Inaugurado em 2007, ele permite aos usuários alugar bicicletas públicas, que estão distribuídas em cerca de 260 estações em toda a cidade (atualmente são aproximadamente 2.600 bicicletas, e cerca de 39.000 usuários do serviço). É possível alugar as bicicletas por dias seguidos ou por apenas algumas horas.

Após a implantação dessas políticas, entre 2006 e 2008, Sevilla teve um incremento no uso diário da bicicleta de 670%.

Onde implantar ciclovias?

Ciclovia em Sevilla

Um dado importante: 85% do espaço para essa infraestrutura de ciclovias veio da remoção de área de estacionamento nas ruas ou de pistas para os automóveis; 15% veio do espaço dos pedestres, que foi compensado pela prefeitura com abertura de novos espaços em outras áreas.

Todos os relatos divulgados pela imprensa espanhola indicam que, no início, havia muita resistência e críticas à ação da Prefeitura, que foi se dissipando ao tempo em que a população aderiu à nova realidade. Enquanto em toda a Espanha apenas 1,6% da população utiliza a bicicleta como meio de transporte, em Sevilla esse número é próximo dos 10%.

Bom tema para ser discutido em Feira de Santana!

 


Sobre o (a) autor (a):