Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/feirenses/www/wp-content/themes/magazine/options/php-po/php-po.php on line 187
Por que a atual seca em Feira de Santana é uma das mais graves dos últimos anos - Feirenses - Feira de Santana aprofundada
As Feiras de Feira de Santana

Roça Sound

Roça Sound expõe a Feira de Santana clandestina

Saiu o novo clipe do Roça Sound, uma interpretação audiovisual apurada da música “Verde e Cinza”, que compõe o álbum “Tabaréu Moderno”, o mais recente do grupo. A música e o clipe integram uma das mais importantes obras contemporâneas de interpretação de Feira de Santana e sua cultura. “Verde e Cinza”, já no título, denuncia essa cidade contraditória, que vive entre uma tradição rural, feirante, e uma sanha modernizante expressa nas obras cheias de concreto e vazias de humanidade. Mas não para por aí, afinal, Clóvis Ramaiana já notou e denunciou isso há muito. A canção expõe a visceral clandestinidade

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Por que a atual seca em Feira de Santana é uma das mais graves dos últimos anos

Quem vive na Zona Urbana de Feira de Santana, nas últimas semanas, tem buscado formas de amenizar o calor: utilizando ventiladores e condicionadores de ar, vestindo-se de maneira mais leve, consumindo produtos refrescantes (picolés, sorvete e afins) e por aí vai. Essas são opções viáveis para quem tem água encanada e renda para dirigir-se ao supermercado mais próximo e comprar alimentos frescos e refrigerados, mesmo com os preços um tanto mais caros. Infelizmente, quando se trata da Zona Rural de Feira de Santana, o problema é muito, muito mais complexo.

Em recente matéria no Acorda Cidade, os repórteres Ney Silva e Rachel Pinto mostraram os desafios de quem vive nas imediações do Distrito de Maria Quitéria (São José). Há dificuldades de encontrar água para beber, cozinhar e lavar. Um relato de uma entrevistada: “Passamos muitas dificuldades principalmente com as crianças e com os idosos. Não temos água encanada e nem outros reservatórios. As crianças ficam nuas porque não suportam o calor e não há água para tomar banho toda hora. A única água que temos é a que vamos buscar no Rio Jacuípe. Uma água de coloração verde. Passamos com essa água para fazer nossas coisas”.

Leia aqui a matéria do Acorda Cidade!

A seca em Feira de Santana nos últimos anos

Observando a incidência da seca em Feira de Santana nos últimos anos, constatamos que o município está enfrentando uma situação muito grave, em relação aos dois anos anteriores. A seguir, os mapas da seca na região, fornecidos pelo Monitor de Secas do Nordeste do Brasil, da Agência Nacional de Águas:

A seca em Feira de Santana

Os mapas mostram que, em dezembro de 2014, Feira de Santana não registrou seca. Em 2015, tivemos uma seca de intensidade grave. Em 2016, a intensidade da seca foi classificada como extrema. Isso significa que há grandes perdas de cultura e pastagem, além de escassez de água generalizada.

Situação de Emergência

Desde agosto de 2016 que o município de Feira de Santana está em situação de emergência por conta da seca. Trata-se de uma medida legal adotada em situação anormal, que embora não exceda a capacidade inicial de resposta do município, requer
auxílio complementar do estado ou da União para ações de socorro e de recuperação.

O secretário de Agricultura de Feira de Santana, Joedilson Machado, em recente declaração, afirmou que o abastecimento de água em áreas da zona rural onde o problema é mais grave está sendo realizado com 12 caminhões, entre da frota própria, locados e da Defesa Civil.

Joedilson Machado ainda afirmou que técnicos do Exército recentemente estiveram no município e fizeram uma pesquisa no campo e observaram a situação. A visita pode aumentar a frota de caminhões-pipa cedidos pelo Exército.

Já o Secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, Gerônimo Rodrigues, prometeu, em recente visita à cidade um mutirão para reduzir os efeitos da seca em Feira e outros municípios baianos.

Que a chuva caia, e que as autoridades dêem o apoio necessário ao nosso “povo da roça”!


Sobre o (a) autor (a):