As Feiras de Feira de Santana

Venezuelanos em Feira de Santana

A história de dois Venezuelanos em Feira de Santana

Quem tem andado pelas ruas de Feira de Santana nos últimos anos nota o aumento da quantidade de pedintes e vendedores informais nas sinaleiras da cidade – consequência óbvia do deserto econômico por que passa o país. Peregrinando entre os carros, na esperança de que um vidro se abra e uma mão se estenda, essas pessoas buscam o sustento básico da família, a ajuda para a compra de um remédio ou a fralda para um filho. Na cidade-entroncamento, não é de espantar que muitos desses habitantes das encruzilhadas sejam de fora do município, do estado e do país. É o

Casarão dos Olhos D'Água

Casarão Olhos D’Água será reformado

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana irá reformar o Casarão Olhos D’Água, situado na Rua Dr. Araújo Pinho. O valor da reforma foi orçado em R$ 331.657,38 e a empresa contratada, através de dispensa de licitação, foi a CLAP Construtora Ltda (Diário Oficial de 17 de julho). Recomendação do MP-BA O Ministério Público Estadual, por meio da promotora de Justiça Luciana Machado dos Santos Maia, expediu em dezembro do ano passado, recomendação ao diretor-presidente da Fundação Municipal de Tecnologia, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (Funtitec), Antonio Carlos Daltro Coelho, para que promovesse as medidas emergenciais necessárias à manutenção,

Feira Hippie dos Olhos D'Água

UEFS receberá a II Feira Hippie dos Olhos D’Água

Criada em 2016, a Feira Hippie dos Olhos D’Água aconteceu pela primeira vez durante a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, realizada anualmente no mês outubro, na Biblioteca Central Julieta Carteado, no Campus da UEFS. Na ocasião, o evento principal tinha como tema Sustentabilidade e Meio Ambiente, e a Feira Hippie, idealizada por Paulo Fabrício Reis e Raquel Kuwer, surgiu como um adendo, estabelecendo uma relação direta com a temática, uma vez que foram priorizados expositores com trabalhos artesanais, ou que trabalhavam com esse enfoque. O nome da Feira Hippie é uma homenagem à cidade de Feira de Santana,

O pintor feirense Cesar Romero

O pintor feirense Cesar Romero

Quem acompanha o cenário das artes plásticas da Bahia certamente já ouviu falar ou já se deparou com alguma obra do pintor Cesar Romero. O que nem todos sabem é que o artista plástico autor das “Faixas Emblemáticas” é feirense, nascido em 1950. “Dois fatos foram determinados em minha formação de artista plástico: a convivência com as feiras livres, sempre às segundas-feiras, em companhia do meu pai, e a criação do Museu Regional de Feira de Santana. Se eu tivesse nascido em outra cidade, muito provavelmente não haveria o artista que sou, nem esta obstinada escolha de brasilidade. Feira de

Quanto custa a Câmara de Vereadores de Feira de Santana?

Quanto custa a Câmara de Vereadores de Feira?

A Câmara de Vereadores é uma instituição importantíssima para qualquer município. Suas cadeiras são ocupadas pelos representantes políticos mais próximos à comunidade: os vereadores, eleitos principalmente pela capacidade de interlocução e liderança em determinados bairros e comunidades. Além de levar demandas da comunidade ao Poder Executivo, mantendo diálogo permanente com secretários, superintendentes e outros gestores, o vereador deve cumprir o papel fiscalizador das ações e decisões emanadas do Prefeito. Sem falar no papel de legislador e promotor de debates sobre temas de interesse da comunidade, fazendo com que os munícipes tenham participação ativa nas políticas públicas. Quanto mais os vereadores

3 locais para comer uma boa massa em Feira de Santana

Muito se discute sobre a origem das massas. Alguns dizem que é árabe, outros dizem ser de origem chinesa, mas foi na Itália que as massas ganharam destaque. Geralmente feitas à base de farinha de trigo, as massas são moldadas em diversos formatos, cozidas e servidas com vários molhos.

Apesar do protagonismo das massas na culinária italiana, no Brasil elas obtiveram uma enorme aceitação e se fazem presente em nossa mesa constantemente. Vão desde o macarrão instantêneo, uma alternativa prática para matar a fome, passando pela macarronada de domingo, pela pizza, e chegando até aos restaurantes italianos.

Em Feira, os restaurantes do gênero tem bastante espaço. Existe uma variedade enorme deles para agradar todos os gostos e todos os bolsos. Deixo a seguir três dicas interessantes pra quem quer apreciar uma boa massa na cidade:


 

Restaurante Aqui e Acolá

Com uma localização privilegiada, o restaurante é situado em frente a uma área arborizada e espaçosa, numa praça do Conjunto Milton Gomes. Estacionar o carro fica tranquilo nos espaços ao redor da praça. Tem um atendimento razoável e o clima muito aconchegante, com destaque para a decoração do salão. Opções interessantes no cardápio que vão de croquetes a pizzas. O ponto alto do local é que possui um ambiente que nos aconchega e deixa aquela vontade de permanecer mais e mais. A dica é o Nhoque ao molho gorgonzolla, simples e direto. Se estiverem com muita fome ou com mais pessoas, o ideal é pedir um dos filés pra acompanhar.

Satisfação: 9

Atendimento: 7

Custo-benefício: 8


 

Restaurante italiano Cantina da Dinha

Situado no bairro Capuchinhos, a Cantina é uma opção interessante. O lugar tem aquele aspecto de cantina da mama com uma decoração bem característica e conta com um salão espaçoso. Garçons informados e prestativos (quando o salão não está muito cheio). Parar o carro fica tranquilo, pois a rua é bem espaçosa e não muito movimentada. O cardápio possui várias opções mas todas elas com foco na cozinha italiana. Destaques para os molhos dos filés e das massas, que, devido às variedades de ambos, podem gerar combinações surpreendentes. Apesar de tantas possibilidades a sugestão aqui são clássicas: Filé à Parmegiana acompanhado de Spaghetti Alho e Óleo. Sucesso!

Satisfação: 8

Atendimento: 8

Custo-benefício: 9


 

Lanchonete e restaurante italiano Isola dei Sapori

Localizado no Ville gourmet, ao lado do Shopping Boulevard, o restaurante é bem localizado e possui fácil acesso, contando com um ótimo atendimento. O cardápio possui opções variadas que vão de entradas e saladas até os filés, passando pelas massas, que é o assunto a ser tratado. O esquema é escolher um tipo de massa e o molho que lhe é de agrado, e deixar a cozinha fazer a mágica acontecer. Quem curte molhos mais sofisticados como bacalhau e alcaparras, ou cogumelos chilenos, será bem amparado, mas a dica que deixo é o Spaghetti acompanhado do molho Salmone e Vodka (salmão e vodka em molho branco). Tacada certa!

Satisfação: 9

Atendimento: 8

Custo-benefício: 7

***

BÔNUS! Dica esperta pra quem busca um delivery:

Bella Pizza Delivery – Pizza quadrada

Apesar do nome sugestivo, não se trata só de pizza. Eles tem outras opções de massa e filés que são bem honestas. Dica: A combinação Filé à moda da casa/Espaguete na manteiga/Salada de tomate com manjericão.

Bon appetit!

 


 

Endereços e contato:

Restaurante Aqui e Acolá: Rua K – Conjunto Milton Gomes, 46. Telefone: (75) 3221-7151.

Restaurante Cantina da Dinha: Rua Francisco Macário, 45, Bairro Capuchinhos. Telefone: (75) 3616-3891.

Restaurante Isola dei Sapori: Avenida João Durval Carneiro, 3655 (Ville Gourmet). Telefone: (75) 3221-0684.

Bella Pizza Delivery:  Telefone: (75) 3625-9333


Sobre o (a) autor (a):