As Feiras de Feira de Santana

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Precisamos louvar o Feira Noise

É preciso louvar com entusiasmo a edição de 10 anos do Feira Noise Festival, que ocorre nesse final de semana em Feira de Santana. Nem precisa gostar de rock ou de qualquer gênero musical, banda ou artista que se apresenta nos palcos do evento para reconhecer a capacidade inacreditável de um grupo de entusiastas de determinada cena cultural em manter de pé, em Feira de Santana, um festival que chama a atenção para além das fronteiras baianas. São mais de 30 atrações, de várias partes do Brasil, distribuídas em três dias no Ária Hall, o mais elegante e bem estruturado

As propostas dos candidatos a Governador para Feira de Santana

Em tese, uma das principais razões para que um candidato mereça o voto do eleitor é o conjunto de propostas e ideias que ele defende e representa. Por isso a análise do programa de governo dos candidatos aos cargos do Poder Executivo é uma prática importante para influenciar a decisão dos eleitores.

Por isso resolvemos analisar o programa de governo dos candidatos ao cargo de Governador do Estado da Bahia em 2018, e verificar quais propostas eles têm para Feira de Santana nos próximos quatro anos.

A ideia é verificar citações diretas ao município, apontando propostas específicas para Feira – e não aquelas com projeção para beneficiar toda a Bahia, sendo Feira beneficiária por consequência.

Foram analisados os programas de governo dos seguintes candidatos:

  • Célia Sacramento (REDE)
  • João Henrique (PRTB)
  • João Santana (MDB)
  • José Ronaldo (DEM)
  • Marcos Mendes (PSOL)
  • Rui Costa (PT)

O candidato Orlando Andrade (PCO) não teve seu programa de governo analisado porque o documento não foi divulgado pelo TSE nem pelas ferramentas de divulgação do próprio candidato.

Confira a seguir a atenção que Feira mereceu em cada um dos programas.

Célia Sacramento (REDE)

Célia Sacramento

A candidata Célia Sacramento só faz uma citação a Feira de Santana em seu programa: referindo-se à rebelião ocorrida em 2017 no Complexo Penitenciário local, quando destaca a gravidade do problema da segurança pública no estado.

Nenhuma proposta específica é direcionada à cidade.

Leia aqui o programa de Governo de Célia Sacramento.

João Henrique (PRTB)

João Henrique

O ex-prefeito de Salvador, João Henrique (PRTB) também faz duas citações a Feira de Santana. Ambas no campo dos transportes.

Ele promete fazer um “diagnóstico preciso da situação do transporte baiano e apresentar soluções para o sistema viário, rodoviário, aeroviário, aquaviário, hidroviário intermunicipal, ferroviário e urbano”.

Aqui ele faz referência 1. ao transporte rodoviário de Feira de Santana como eixo polarizador; e 2. ao Aeroporto João Durval Carneiro.

Leia aqui o programa de Governo de João Henrique.

João Santana (MDB)

João Santana

O candidato do MDB ao Governo do Estado não cita Feira de Santana em seu programa de governo.

Leia aqui o programa de Governo de João Santana.

José Ronaldo (DEM)

José Ronaldo

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM) é quem mais cita a cidade em seu programa: ao todo são 19 citações, mas 8 delas referem-se a algum elemento biográfico do candidato, referências a obras realizadas e/ou diagnóstico da atual situação do município.

Sobram 11 propostas específicas para a cidade. São elas:

  1. Dar continuidade ao centro de convenções de Feira de Santana.
  2. Integração social e fortalecimento da função de pesquisa da Universidade Estadual de Feira de Santana.
  3. Expansão e consolidação da Rede Estadual de Atenção ao Câncer no município.
  4. Reformar e equipar o Centro Cultural, criando efetivas condições para o seu funcionamento e a dinamização da cena cultural regional.
  5. Criar 11 regiões de desenvolvimento (substituindo os atuais territórios de identidade), um deles se chamará “Feira de Santana”.
  6. Adequada caracterização de novas Regiões Metropolitanas, com foco especial em Feira de Santana e Itabuna/Ilhéus, em face ao novo Estatuto da Metrópole (Lei Federal n. 13.089, de 12 de janeiro de 2015).
  7. Realizar um plano metropolitano de desenvolvimento, fundada numa estratégia de desenvolvimento que seja capaz de promover a qualificação do espaço urbano, a melhoria das condições de vida da população e a retomada do crescimento econômico da região metropolitana de Feira de Santana.
  8. Estudar a viabilidade da implantação do Projeto Linha Azul, integrado ao Sistema Viário Oeste, que inclui a construção da rodovia litorânea do entorno da Baía de Todos-os-Santos, interligando a Ilha de Itaparica e todo o Recôncavo Baiano a Salvador. Serão mais de cinco milhões de pessoas beneficiadas, já que sua área de influência alcança até Feira de Santana e Santo Antônio de Jesus.
  9. Duplicação do trecho sul baiano da BR-101 e conclusão do trecho norte, ainda em execução.
  10. Construção de terceira pista nos dois sentidos da BR-324, entre Salvador e Feira de Santana.
  11. Duplicação de outros trechos da BR-116, além daquele entre Feira de Santana e o entroncamento com a BR-242, especialmente o trecho Feira de Santana – Serrinha.

Leia aqui o programa de Governo de José Ronaldo.

Marcos Mendes (PSOL)

Marcos Mendes

O candidato Marcos Mendes também não faz citação a Feira de Santana em seu Programa de Governo.

Leia aqui o programa de Governo de Marcos Mendes.

Rui Costa (PT)

Rui Costa

Já o atual Governador Rui Costa (PT) refere-se a Feira em 12 ocasiões em seu programa. Em uma delas faz referência à metodologia de criação do seu plano de governo, em outras 4 fala de ações já realizadas em Feira de Santana. Restam 8 propostas objetivas voltadas para a cidade:

  1. Criação do Novo Clériston Andrade;
  2. Implantação de Serviços de Verificação de Óbitos (SVO) para atestar a causa de óbitos em pessoas que faleceram no domicílio ou em unidades hospitalares, sem causa conhecida.
  3. Promover o estudo de implantação do Trem Rápido Misto Salvador – Feira de Santana.
  4. Elaborar o Plano de Mobilidade da Macrorregião de Salvador, envolvendo as Regiões Metropolitanas de Salvador e Feira de Santana, e a área de influência do Sistema do Vetor Oeste – SVO.
  5. Requalificação do Aeroporto de Feira de Santana.
  6. O Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Feira de Santana terá a obra do Setor Leste concluída e iniciada a obra do Setor Tomba, promovendo a ampliação da capacidade de reservação e distribuição do Sistema. Será duplicada a capacidade de produção e adução de água tratada do SIAA.
  7. Implantar e ampliar Sistemas de Esgotamento Sanitário em Feira de Santana (Bacia do Subaé).
  8. Elaborar projetos de Sistemas de Esgotamento Sanitário para Feira de Santana (Bacia do Pojuca).

Leia aqui o programa de Governo de Rui Costa.

(Todos os programas de governo foram acessados no dia 21 de agosto de 2018)


Sobre o (a) autor (a):