As Feiras de Feira de Santana

Feirense no São João

Feirense improvisou para lucrar com festejos juninos

Foi grande a luta do feirense desempregado para garantir uns trocados no aguardado recesso junino. O movimento nos dias que antecederam os festejos foi vertiginoso. Quem prestou atenção viu de tudo: enxames de homens, mulheres, idosos, adolescentes, até crianças – quase todos, invariavelmente, negros ou pardos – se esforçando para vender qualquer coisa em qualquer lugar. As opções foram vastas: o milho assado, vermelho e fumegante nos fogareiros; licores multicoloridos sobre bancas engenhosas; montes imensos de amendoim caprichosamente equilibrados sobre carrinhos de mão; os fogos que fazem a alegria de crianças e adultos e que tornam belas as noites juninas;

Marcas de Feira

Marcas de Feira

Um dia desses, meu colega de faculdade apareceu com uma tatuagem nova lá na sala e a gente começou a viajar no desenho. Os traços eram estranhamente familiares. Mas nada de absurdo uma tattoo ser repetida por aí. A questão é que a tatuagem trazia uma sensação de pertencimento. Como se a visse diariamente em lugares muito próximos. Então percebi de onde vinha a sensação. Do Viaduto da João Durval. Mais especificamente de um grafite feito por um artista da terra: Kbça. O grafiteiro e tatuador reproduziu seus traços expostos nas ruas de Feira na pele do meu colega, e

Santini & Trio

Grupo feirense Santini & Trio se apresentará em Portugal

Os artistas de Feira de Santana continuam viajando pelo mundo para levar nossa música para outros continentes, depois do grupo Quixabeira da Matinha, Africania, Dionorina e da dupla Don Guto e Ícaro Oliveira, agora é a vez do grupo Santini & Trio embarcar para apresentações no exterior. O guitarrista e compositor Rony Santini, o contrabaixista Anderson Silva, o multi-instrumentista Rogério Ferrer e o baterista Flaviano Gallo estarão em Portugal de 30 de junho a 10 de julho mostrando o melhor da nossa música instrumental, juntamente com a produtora cultural Micheline Castro. Vencedores em 2017 do Prêmio Caymmi, um dos mais

Porque eu te amei

O que ‘Porque eu te amei’ tem a falar sobre Feira?

Já passado alguns meses do lançamento do filme feirense de Tiago Rocha, que gerou assunto durante um bom tempo e lotou praticamente todas as sessões enquanto esteve em exibição, o longa, embora já fora dos cinemas, ainda tem muito que falar. E não me refiro exclusivamente aos temas abordados no enredo. Como violência doméstica, abuso, estupro etc. Mas, também, sobre o nosso olhar sobre Feira. Porque eu te amei é uma espécie de grito da classe artística feirense. Uma produção independente, envolvendo profissionais e entusiastas da cidade, lançada por aqui de maneira honrada e reconhecida – principalmente por quem duvidou.

Irving São Paulo

O ator feirense Irving São Paulo

Provavelmente você conhece o rosto do ator Irving São Paulo, filho de um histórico cineasta brasileiro, Olney São Paulo. Irving, nascido em Feira de Santana, estrelou grandes novelas brasileiras, a exemplo de “Bebê a bordo”, “Mulheres de Areia”, “A Viagem” e “Torre de Babel”. Irving nasceu em 26 de outubro de 1964, em Feira, onde iniciou a atuar em peças de teatro. Faleceu precocemente, aos 41 anos de idade, vítima de pancreatite necro-hemorrágica. Recentemente o Vídeo Show dedicou uma edição do quadro “Memória Nacional” ao ator feirense, mostrando sua trajetória e múltiplos talentos (em especial a música):   A seguir,

As regras do edital Pró-Cultura/Esporte de Feira em 2017

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana publicou no Diário Oficial as regras para o Pró-Cultura/Esporte 2017. O Pró-Cultura é um edital onde a Prefeitura Municipal renuncia de determinado valor de impostos pagos por empresas ao Município, direcionando o valor para o financiamento de projetos na área de cultura e esporte.

Em 2017, a Prefeitura irá renunciar a R$ 513.234,00 mil reais, podendo cada empresa contribuinte se associar a um projeto cultural que custe até 20% sobre o valor devido do ISS/IPTU. Podem participar do Pró-Cultura/Esporte:

  • Proponente: Pessoa Física ou Jurídica, domiciliada no município de Feira de Santana, diretamente responsável pelo projeto cultural ou esportivo a ser beneficiado pelo incentivo, que tenha idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos.
  • Patrocinador: Estabelecimento inscrito no Cadastro de Contribuintes do Município, que venha a patrocinar projetos culturais e esportivos aprovados pelo Conselho Municipal de Cultura e Esporte.

Veja as linhas de projeto e os valores limite para cada uma delas:

PATRIMÔNIO MATERIAL E NATURAL

Paisagens tradicionais, sítios arqueológicos, bens móveis e imóveis, espaços preservados, arquitetura e urbanismo) – R$ 15.000,00 (quinze mil);

ARTES CÊNICAS E MÚSICA

(Música, dança, teatro, circo)

Projetos de Teatro, dança e música que prevejam:

MONTAGEM – R$ 15.000,00 (quinze mil);

CIRCULAÇÃO – R$ 10.000.00 (dez mil);

MANUTENÇÃO (após dois anos da montagem) – R$ 6.000.00 (seis mil).

Projetos de música que prevejam:

GRAVAÇÃO DE CD OU DVD – R$ 7.000,00 (sete mil);

Projetos de circo: R$ 6.000,00 (seis mil).

LIVRO E IMPRENSA

Livro, impressos e outros suportes, leitura, literatura, revistas, jornais, periódicos especializados – R$ 6.000,00 (seis mil);

ARTES VISUAIS E ARTESANAIS

Fotografia, arte pública, artes plásticas e visuais, artesanato – R$ 7.000,00 (sete mil);

DESIGN E SERVIÇOS CRIATIVOS

Design em suas diferentes expressões artes gráficas, moda, publicidade, gastronomia – R$ 6.000,00 (seis mil);

AUDIOVISUAL E MÍDIAS INTERATIVAS

Cnema, vídeo, rádio, televisão e telecomunicações (produção de conteúdos), portais e blogs, jogos eletrônicos, cultura digital – R$ 7.000,00 (sete mil);

EDUCAÇÃO E QUALIFICAÇÃO CULTURAIS

Ensino das artes e arte-educação, formação artístico-cultural, qualificação profissional, formação de públicos e usuários de bens de cultura, intercâmbios culturais – R$ 10.000,00 (dez mil);

PATRIMÔNIO IMATERIAL

Manifestações e festas populares, manifestações étnico-culturais, de gênero e de orientação sexual, línguas, falares e cosmologias, saberes, técnicas, linguagens e tradições – R$ 8.000,00 (oito mil);

MEMÓRIA E PRESERVAÇÃO

Arquivos privados de interesse público, acervos privados de interesse público, museus, memória artística, cultural e histórica, antiquários e sebos e restaurações) – R$ 10.000,00 (dez mil).

ESPAÇOS CULTURAIS

Bibliotecas comunitárias e feiras – R$ 15.000,00 (quinze mil).

 

***

Veja a seguir o regimento do Pró-Cultura – Esporte 2017 completo:

 

Foto: Bando Anunciador/Divulgação-CUCA.


Sobre o (a) autor (a):