As Feiras de Feira de Santana

Contratação sem licitação

Prefeitura contrata empresa sem licitação por quase R$ 16 milhões

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana contratou a IMAP (Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mutuípe), para prestar serviços profissionais na área de saúde para atender as unidades da rede própria do município. Dispensa de licitação A  IMAP foi contratada de forma emergencial por R$ 15.950.673,16 (quinze milhões, novecentos e cinquenta mil, seiscentos e setenta e três reais e dezesseis centavos). A assinatura do contrato ocorreu no dia 29 de agosto e seu extrato foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município nesta quinta-feira, 12. Justiça determinou a contratação de concursados Em janeiro de 2019, o

3 Peças de Teatro em setembro

3 peças teatrais imperdíveis que estarão em Feira em setembro

A cena teatral em Feira de Santana é intensa e fértil, com a produção de muitos espetáculos de repercussão e visibilidade nacional, além da recepção de peças de outras partes do país que encontram na cidade acolhimento para suas apresentações. Só para tomar um exemplo, em Feira ocorre um dos maiores festivais de teatro infantil do Brasil – o FENATIFS, que já está organizando sua 12ª edição para 2019. Nesse mês de setembro de 2019, o feirense terá a oportunidade de preencher sua programação com três espetáculos de muita qualidade, abordando a vida de figuras de relevância histórica: a pintora

Augusto Aras e Feira de Santana

A relação do Procurador de Bolsonaro com Feira de Santana

Quem acompanha o noticiário político nacional tem visto o debate em torno da indicação de Antônio Augusto Brandão de Aras para o cargo de Procurador Geral da República, feita pelo presidente Jair Bolsonaro. O que poucos feirenses sabem, entretanto, é que Augusto Aras tem íntima relação com Feira de Santana. Augusto é filho do ex-vereador Roque Aras, que exerceu o mandato na Câmara Municipal feirense entre 1971 e 1975 pelo MDB – partido que fazia oposição ao Regime Militar à época. Roque Aras foi também Deputado Estadual (1975-1979) e Deputado Federal (1979-1983). De acordo com o jornalista Dimas Oliveira, Augusto

Podcast para quem merece

O irreverente “Podcast para quem merece”

É crescente a quantidade de pessoas que consome conteúdo em áudio, no Brasil e no exterior. Dos áudiolivros aos podcasts, muitos usuários aproveitam os momentos de ócio em filas, no transporte ou mesmo nas tarefas domésticas para ouvir notícias, debates, aulas etc. A Rede Globo, por exemplo, percebeu a tendência, e lançou recentemente vários podcasts para sua audiência. Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde o usuário quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio,

Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza

A (falta de) estrutura de uma escola em Jaguara

A diretora da APLB/Feira, professora Marlede Oliveira, visitou na última quarta-feira (4), a Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza que fica localizada no Povoado da Barra no Distrito de Jaguara. Na escola foi constatado que: A Escola funciona com apenas duas salas de aula e uma professora para lecionar Infantil, 1° ano, 2° ano, 3° ano, 4º ano e o 5° ano; A professora não tem Reserva de 1/3 da Carga Horária; A Escola não tem Internet nem Coordenador Pedagógico. Metas do IDEB Desde 2011, Feira não atinge as metas do Ideb para os anos iniciais do Ensino Fundamental. O

As regras do edital Pró-Cultura/Esporte de Feira em 2017

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana publicou no Diário Oficial as regras para o Pró-Cultura/Esporte 2017. O Pró-Cultura é um edital onde a Prefeitura Municipal renuncia de determinado valor de impostos pagos por empresas ao Município, direcionando o valor para o financiamento de projetos na área de cultura e esporte.

Em 2017, a Prefeitura irá renunciar a R$ 513.234,00 mil reais, podendo cada empresa contribuinte se associar a um projeto cultural que custe até 20% sobre o valor devido do ISS/IPTU. Podem participar do Pró-Cultura/Esporte:

  • Proponente: Pessoa Física ou Jurídica, domiciliada no município de Feira de Santana, diretamente responsável pelo projeto cultural ou esportivo a ser beneficiado pelo incentivo, que tenha idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos.
  • Patrocinador: Estabelecimento inscrito no Cadastro de Contribuintes do Município, que venha a patrocinar projetos culturais e esportivos aprovados pelo Conselho Municipal de Cultura e Esporte.

Veja as linhas de projeto e os valores limite para cada uma delas:

PATRIMÔNIO MATERIAL E NATURAL

Paisagens tradicionais, sítios arqueológicos, bens móveis e imóveis, espaços preservados, arquitetura e urbanismo) – R$ 15.000,00 (quinze mil);

ARTES CÊNICAS E MÚSICA

(Música, dança, teatro, circo)

Projetos de Teatro, dança e música que prevejam:

MONTAGEM – R$ 15.000,00 (quinze mil);

CIRCULAÇÃO – R$ 10.000.00 (dez mil);

MANUTENÇÃO (após dois anos da montagem) – R$ 6.000.00 (seis mil).

Projetos de música que prevejam:

GRAVAÇÃO DE CD OU DVD – R$ 7.000,00 (sete mil);

Projetos de circo: R$ 6.000,00 (seis mil).

LIVRO E IMPRENSA

Livro, impressos e outros suportes, leitura, literatura, revistas, jornais, periódicos especializados – R$ 6.000,00 (seis mil);

ARTES VISUAIS E ARTESANAIS

Fotografia, arte pública, artes plásticas e visuais, artesanato – R$ 7.000,00 (sete mil);

DESIGN E SERVIÇOS CRIATIVOS

Design em suas diferentes expressões artes gráficas, moda, publicidade, gastronomia – R$ 6.000,00 (seis mil);

AUDIOVISUAL E MÍDIAS INTERATIVAS

Cnema, vídeo, rádio, televisão e telecomunicações (produção de conteúdos), portais e blogs, jogos eletrônicos, cultura digital – R$ 7.000,00 (sete mil);

EDUCAÇÃO E QUALIFICAÇÃO CULTURAIS

Ensino das artes e arte-educação, formação artístico-cultural, qualificação profissional, formação de públicos e usuários de bens de cultura, intercâmbios culturais – R$ 10.000,00 (dez mil);

PATRIMÔNIO IMATERIAL

Manifestações e festas populares, manifestações étnico-culturais, de gênero e de orientação sexual, línguas, falares e cosmologias, saberes, técnicas, linguagens e tradições – R$ 8.000,00 (oito mil);

MEMÓRIA E PRESERVAÇÃO

Arquivos privados de interesse público, acervos privados de interesse público, museus, memória artística, cultural e histórica, antiquários e sebos e restaurações) – R$ 10.000,00 (dez mil).

ESPAÇOS CULTURAIS

Bibliotecas comunitárias e feiras – R$ 15.000,00 (quinze mil).

 

***

Veja a seguir o regimento do Pró-Cultura – Esporte 2017 completo:

 

Foto: Bando Anunciador/Divulgação-CUCA.


Sobre o (a) autor (a):