Rio Jacuípe

Alcina Dantas

Alcina Gomes Dantas: a primeira mulher radialista de Feira

É indiscutível a tradição do radiojornalismo em Feira de Santana, que há décadas leva entretenimento, informação e cultura aos feirenses através das diversas emissoras na cidade. Na história do rádio feirense, é fundamental destacar a importância de Alcina Gomes Dutra, a primeira mulher radialista de Feira de Santana. Nascida em Itaberaba, em 30 de setembro de 1895, Alcina aprendeu música e canto com o pai, Roberto Lídio Dantas. Tocava piano, violino e violão. Com sua veia artística, fundou o programa radiofônico “Brasil de Amanhã”, na Rádio Cultura, que objetivava descobrir talentos musicais adultos e infantis. A escritora Neuza de Brito

Feira Noise Festival 2018

A programação completa do Feira Noise Festival 2018

O Feira Noise Festival divulgou as atrações que se apresentarão em sua oitava edição. O evento acontece entre os dias 23 a 25 de novembro, no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana (BA). Mais de 30 bandas e artistas estão confirmados, entre eles importantes nomes da música brasileira contemporânea como Attoxxa, Boogarins, Drik Barbosa, Eddie, Letrux e Scalene. Da cena local, se destacam nomes como Iorigun, Roça Sound e Clube de Patifes. “O Feira Noise é um sonho que a gente realiza por etapas, ano a ano vamos trazendo atrações que tem uma história mais longa na

Quixabeira da Matinha em Portugal

Quixabeira da Matinha realizará apresentação em Lisboa

O grupo cultural Quixabeira da Matinha estará entre os dias 25 e 27 de outubro, em Oeiras, divisão administrativa de Lisboa, Portugal, realizando apresentações no evento “Semana Cultural da Bahia”, organizado pela Associação Luso Afro Cultural Brasileira Muxima. Dentre as atividades previstas estão o show temático “Quilombo, luta e resistência”, a ser apresentado com cerca de 2 horas de duração, com repertório próprio e homenageando outros artistas da cultura popular. Além disso, os integrantes também realizarão oficinas de samba de roda e de percussão a fim de popularizar ao público português a identidade musical do samba rural. A Quixabeira da

O golpista da Kalilândia

O golpista da Kalilândia

Era noite de 8 de maio de 1964 em Feira de Santana, sexta-feira. Num dia comum, àquela hora, quase meia-noite, Raimundo já teria vestido o pijama listrado e colocado cuidadosamente os chinelos no centro da lateral direita da cama – parte do rigoroso método que cumpria antes de dormir. Naquela sexta, o entusiasmo permitia-lhe descumprir o costume e sentir o fervor da vitória, um passo veemente de Feira rumo à civilização. A comemoração de Raimundo consistia em limpar cuidadosamente o Smith & Wesson herdado do avô. Um ato fora de hora, extraordinário, já que o fazia diariamente pela manhã, antes do

Coreto da Praça Froes da Motta

Coreto da Froes da Motta vai completar 100 anos

Depois de construir o casarão que hoje abriga a Fundação Cultural Egberto Costa, em 1902, o intendente Agostinho Froes da Motta determinou, em 1919, a construção do coreto na atual praça Froes da Motta. Até hoje a construção subsiste, contracenando com as palmeiras imperiais que vão, aos poucos, morrendo, e com os oitizeiros frondosos que abrigam incontáveis pardais que chilreiam de maneira incessante nos inícios de manhã e fins de tarde. Ano que vem – vale ressaltar – o coreto completa um século. A descrição do equipamento está em publicação do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, o

Porque eu te amei – um filme longa metragem genuinamente feirense

A produção cinematográfica em Feira de Santana está ganhando um novo capítulo importante: a produção do filme “Porque eu te amei”, um longa metragem com atores feirenses que está gerando expectativa entre os entusiastas da 7ª em Feira.

Há dez meses a produção trabalha a todo vapor para produzir um filme de drama que promete se destacar pela sensibilidade artística, tocando em temas importantes para a sociedade contemporânea, como a violência contra a mulher.

A iniciativa do projeto nasceu por meio do cineasta feirense Tiago Rocha, que há três anos vem desenvolvido projetos de ficção na cidade.

Tiago conta como tem sido a repercussão até aqui: “muita gente ouviu falar do filme e fala: ‘tá bom, mais um filme meia boca que vai desvalorizar nossa cidade’. Eu já estava acostumado com perguntas como: ‘É a continuação da vingança do motoboy?'”.

Aos curiosos, o diretor explica: “Não é a continuação da vingança do motoboy e muito menos queremos desmerecer o trabalho que foi realizada por eles, contudo, o público pode aguardar uma experiência cinematográfica profissional e com enredo e narrativa muito bem elaborada”.

A qualidade do trabalho já pode ser conferida através do primeiro trailer promocional, lançando no dia 22 de setembro, e que já gerando um reboliço nas redes sociais. Assista:

“Todos os dias recebemos dezenas de mensagens de pessoas da cidade e até de fora da Bahia parabenizando o projeto e demonstrando interesse em ver o filme na íntegra”, afirma assessoria de marketing do projeto.

O elenco, em sua maioria, é composto por atores feirenses, alguns deles já tem experiência com cinema e TV, outros receberam preparação de elenco do professor de atuação Fernando Souza durante o período de criação de personagem.

A trama apresenta uma adolescente, “Denize”, que no início da puberdade sofre violência doméstica, virando o seu mundo de cabeça para baixo, Madalena, a mãe da jovem, busca com sede de justiça desvendar o mistério das transformações psicológicas vividas pela jovem, além de ter que lidar com os seus próprios medos.

Uma figura inusitada é inserida na história a fim de ajudar os personagens a reescreverem suas histórias, provocando uma verdadeira reflexão sobre recomeços, perdão e segundas chances.

Para continuar atualizado com as novidades do filme siga o Instagram @filmeporqueeuteamei e fanpage no Facebook “Filme Porque Eu Te Amei“.


Sobre o (a) autor (a):