Rio Jacuípe

Feira no ranking da Transparência

Feira (A)notada: Feira vai mal em ranking da transparência – e outras notas

Feira ocupa a 387ª posição em ranking nacional de transparência O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) divulgaram, na última quarta-feira (12), o resultado da Escala Brasil Transparente (EBT) – Avaliação 360°. Feira de Santana ocupa a 387ª posição. Salvador ficou na 168ª colocação. Vitória da Conquista, na 4ª posição, foi a cidade baiana mais bem colocada. No total foram avaliados 665 municípios e 27 estados. MP Eleitoral move ação contra a diplomação de Targino Machado O deputado estadual Targino Machado é alvo de ação de investigação judicial pelo Ministério Público (MP) Eleitoral. O parlamentar participou da cerimônia de

São José das Itapororocas (Maria Quitéria): passado e presente

Os mitos fundacionais de uma cidade/civilização são sempre cercados de muitos personagens, estórias, acontecimentos, perseguições, guerras e muitas reviravoltas. No caso dos mitos fundacionais das cidades brasileiras quase todos são contados levando como ponto de partida a chegada do colonizador, a expulsão dos povos indígenas nativos e a construção de igrejas, estradas, fortes e pequenas povoações. O mito fundacional comumente conhecido da cidade de Feira de Santana é aquele ligado à história da doação das terras para a construção da capela em devoção à Sant’Ana no Alto da Boa Vista, por Domingos Barbosa de Araújo e sua esposa Ana Brandão,

Pá Rua?

Pá Rua?

Outro dia, peguei Robson. Não exatamente “peguei”, no sentido em que vossas consagradas cabeças maliciosas estão pensando. Eu não botei minha língua na boca dele. Robson é ligeirinho. Eu usufrui de seus serviços clandestinos de transporte alternativo. É sempre uma viagem andar com Robson. Porque ele é o mais atípico dos ligeirinhos. É o mais lento, mas o mais organizado. Ele transforma um Fox em minivan e leva 70 pessoas — confortavelmente. Para honra e glória de Oxalá, eu fui na frente. Sozinho. Uma raridade, às 7 da manhã no Parque Lagoa Subaé. Meu bairro não é dos mais populosos,

Rua Marechal em mão única

Feira (A)notada: Marechal em mão única e novidade na Câmara

Lulinha entrega o cargo de Líder do Governo Após alguns colegas vereadores manifestarem a insatisfação com o líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luís Augusto (Lulinha), do DEM, entregou o cargo durante discurso na Sessão desta terça-feira (11). 10 anos do Museu Parque do Saber No próximo dia 15 de dezembro, o Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo estará completando uma década de existência. E, para comemorar, foi realizada na terça-feira (11) uma homenagem especial a todos os envolvidos com o projeto inicial. O evento contou com as presenças do prefeito Colbert

Tourinho Candidato

Tourinho candidato, cubanização de assessores e toma lá da cá

Tourinho Candidato Surgiu mais um nome interessado no Paço Municipal em 2020. O vereador Roberto Tourinho, atualmente filiado ao PV, confirmou ao site Acorda Cidade que tem discutido o assunto.  Com sete mandatos, Tourinho é um dos políticos mais respeitados de Feira de Santana e filho de um ex-prefeito, o advogado José Falcão da Silva, que morreu durante o exercício do mandato. Ele se junta a nomes como Fernando Torres, Zé Neto, Zé Chico, Colbert Filho, Angelo Almeida, Carlos Geilson e Targino Machado que também se movimentam para disputar a prefeitura feirense. Toma lá dá cá Ao colocar o cargo

Feirense Paula Sanffer é a nova cantora da Timbalada

“A Timbalada do século XXI é transbordante”. Essa é a frase utilizada pelo cacique Carlinhos Brown para definir o novo momento da Timbalada. Três novas vozes e 21 novas músicas fizeram parte das novidades anunciadas durante a coletiva de imprensa deste domingo (09), no Guetto Square, em Salvador.

Nessa virada artística, a Timbalada também ganha uma formação eletrônica, a Eletrotimba, e retoma a sua bateria de rua. Ao mesmo tempo, nasce o Club du Timball, uma associação percussiva que une fãs à banda e fomenta grupos de estudo de percussão.

Recebidos calorosamente pelo público que estava presente, ao som de “Sejam Bem Vindos”, foram apresentados os novos cantores da Timbalada: Buja Ferreira, Rafa Chagas e a feirense Paula Sanffer. É o retorno de três cantores na linha de frente, o que já aconteceu em outros momentos da banda.

Sob a regência de seu criador, a sonoridade da nova Timbalada afirma sua base percussiva inconfundível, agora acompanhada pela voz suave e poderosa de Paula, pela personalidade irreverente do inquieto e talentoso cantor e compositor Rafa Chagas, e pelo talento, estilo e performance de peso do cantor e compositor Buja Ferreira.

“Eles têm uma aproximação tonal muito boa e compartilham uma sinergia também na alegria que juntos trazem para as músicas”, analisa o mestre Brown. “Além disso, andei por muito tempo sentindo uma falta enorme da presença de uma mulher na Timbalada, dessa suavidade típica do timbre feminino”, acrescenta.

O repertório da Timbalada do século XXI traz músicas novas e, claro, espaço também para os deliciosos hits da banda. “Todos os sucessos um dia foram inéditos. Quem quer apenas ouvir os hits da Timbalada, é melhor tocar o CD, porque nós vamos experimentar o novo”, avisa Brown.

Quem são os novos vocalistas

Conheça os novos vocalistas da Timbalada (entre eles, a feirense Paula Sanffer):

Buja Ferreira – Cantor, percussionista, compositor e cozinheiro, Buja Ferreira, 32 anos, teve sua primeira banda, Me Beija, aos 14 anos ainda na escola, mas seu primeiro instrumento, o pandeiro, ele aprendeu a tocar aos 12 anos para acompanhar os pais seresteiros na noite do bairro do Beiru (Tancredo Neves), onde nasceu e mora. Chegou a formar outras bandas, como Clima Total e Ejafras, até que decidiu investir no seu talento de compositor e oferecer a música A Pipa a um amigo músico. Mas o amigo sugeriu que ele mesmo cantasse e, para experimentar, fizesse um vídeo e jogasse na net. Assim nasceu a banda n@net, que projetou Buja como cantor e compositor. Hoje ele tem músicas gravadas por Tony Sales, Léo Santana e Márcio Victor e assina também canções que estão no repertório novo da Timbalada. Uma delas é Amendoada, que traz nome da deliciosa iguaria que também vem contribuindo para sua popularidade. É uma feijoada feita com amendoin no lugar do feijão. Quem já provou aprovou.

Paula Sanffer – A Timbalada é o segundo projeto de Paula tendo Carlinhos Brown como mentor. No último verão, Paula esteve à frente da Mukindala ao lado de Rafa Chagas e Gato Preto e mostrou a força da sua voz, que une suavidade e muita personalidade. Finalista do The Voice Brasil no time de Brown, a baiana de Feira de Santana, 38, começou a cantar quando tinha sete anos. Autodidata, Paula toca teclado, bateria e violão – este último com mais afinco, dada às inúmeras apresentações que a artista realizou em bares e em festas particulares com o instrumento durante a sua carreira solo. Na bagagem, também experiência como backing vocal do cantor Tayrone e a gravação de dois álbuns gospel.

Rafa Chagas – O baiano Rafa Chagas tem 22 anos, mas uma experiência de palco que explica a sua notável performance mesmo ainda tão jovem. Com um talento que sempre chamou a atenção de Carlinhos Brown, assumiu os vocais e fez bonito à frente da Mukindala no último verão. Morador do Acupe de Brotas, em Salvador, o cantor começou sua trajetória artística ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio MagaryLord. Aos 16 anos, já liderava o grupo Lactosamba, que marcou presença em grandes eventos como Sarau du Brown e ensaios da Timbadala. Além de cantor, Rafa é compositor e tem diversos hits na voz de artistas como Bruno Cardoso, Léo Santana, Xandy, Márcio Victor. Sua assinatura está, inclusive, no novo repertório da Timbalada, na canção Sou Timbaleiro, composição dele, Buja Ferreira, Jorginho Barbosa e Brown.

 

(Com informações da Assessoria da Timbalada).


Sobre o (a) autor (a):