As Feiras de Feira de Santana

3 Peças de Teatro em setembro

3 peças teatrais imperdíveis que estarão em Feira em setembro

A cena teatral em Feira de Santana é intensa e fértil, com a produção de muitos espetáculos de repercussão e visibilidade nacional, além da recepção de peças de outras partes do país que encontram na cidade acolhimento para suas apresentações. Só para tomar um exemplo, em Feira ocorre um dos maiores festivais de teatro infantil do Brasil – o FENATIFS, que já está organizando sua 12ª edição para 2019. Nesse mês de setembro de 2019, o feirense terá a oportunidade de preencher sua programação com três espetáculos de muita qualidade, abordando a vida de figuras de relevância histórica: a pintora

Augusto Aras e Feira de Santana

A relação do Procurador de Bolsonaro com Feira de Santana

Quem acompanha o noticiário político nacional tem visto o debate em torno da indicação de Antônio Augusto Brandão de Aras para o cargo de Procurador Geral da República, feita pelo presidente Jair Bolsonaro. O que poucos feirenses sabem, entretanto, é que Augusto Aras tem íntima relação com Feira de Santana. Augusto é filho do ex-vereador Roque Aras, que exerceu o mandato na Câmara Municipal feirense entre 1971 e 1975 pelo MDB – partido que fazia oposição ao Regime Militar à época. Roque Aras foi também Deputado Estadual (1975-1979) e Deputado Federal (1979-1983). De acordo com o jornalista Dimas Oliveira, Augusto

Podcast para quem merece

O irreverente “Podcast para quem merece”

É crescente a quantidade de pessoas que consome conteúdo em áudio, no Brasil e no exterior. Dos áudiolivros aos podcasts, muitos usuários aproveitam os momentos de ócio em filas, no transporte ou mesmo nas tarefas domésticas para ouvir notícias, debates, aulas etc. A Rede Globo, por exemplo, percebeu a tendência, e lançou recentemente vários podcasts para sua audiência. Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde o usuário quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio,

Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza

A (falta de) estrutura de uma escola em Jaguara

A diretora da APLB/Feira, professora Marlede Oliveira, visitou na última quarta-feira (4), a Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza que fica localizada no Povoado da Barra no Distrito de Jaguara. Na escola foi constatado que: A Escola funciona com apenas duas salas de aula e uma professora para lecionar Infantil, 1° ano, 2° ano, 3° ano, 4º ano e o 5° ano; A professora não tem Reserva de 1/3 da Carga Horária; A Escola não tem Internet nem Coordenador Pedagógico. Metas do IDEB Desde 2011, Feira não atinge as metas do Ideb para os anos iniciais do Ensino Fundamental. O

“não é pressa, é saudade dela”

“Não é pressa, é saudade dela”

No auge da minha adolescência – nem faz muito tempo assim – eu tinha uma vontade: viajar por aí de caminhão. Pegar umas caronas com os caminhoneiros e partir sem um rumo certo. Apenas vivendo um momento de cada vez, em cada rodovia e estrada desse nosso tão grande país. Mas a vida adulta chega trazendo responsabilidades e os anseios por aventuras adormecem um pouco. Enquanto lembrava disso, percebi que a figura do caminhoneiro é um tanto fascinante… Observe que todos os meus anseios da adolescência é algo rotineiro para eles. Os caras não param, vivem o momento seja lá

Feirense Paula Sanffer é cantora da Mukindala, nova banda de Carlinhos Brown

Após a marcante participação no programa The Voice Brasil, a cantora feirense Paula Sanffer embarcou em um novo projeto de Carlinhos Brown, técnico de Paula no programa global. Ela agora integra a banda Mukindala, um grupo percussivo afro-brasileiro formado Paula, Rafa Chagas e Gato Preto. Veja o perfil de cada um dos integrantes:

Paula Sanffer

Paula Sanffer

Finalista da última edição do The Voice Brasil no time de Carlinhos Brown, a baiana de Feira de Santana, Ana Paula dos Santos Ferreira, 37, começou a cantar quando tinha sete anos. Vinda de uma família evangélica e cheia de artistas, Paula Sanffer, como é conhecida, começou sua carreira na igreja onde a mãe congregava. Autodidata, Paula toca teclado, bateria e violão – este último com mais afinco, dada às inúmeras apresentações que a artista realizou em bares e em festas particulares com o instrumento durante a sua carreira solo. Na bagagem, também a experiência como backing vocal do cantor Tayrone e a gravação de dois álbuns gospel. Mas é em 2016, justamente no momento em que Paula Sanffer comemora os seus 30 de relação com a música, que ela recebe o convite do seu técnico no reality show global para estar à frente de um novo projeto: a Mukindala.

Rafa Chagas

Rafa Chagas

O baiano Rafael Pereira Chagas da Silva, mais conhecido como Rafa Chagas, tem 21 anos, mas uma experiência de palco que explica a sua notável performance mesmo ainda tão jovem. Morador do Acupe de Brotas, em Salvador, o cantor começou sua trajetória artística ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio Magary Lord. Aos 16 anos, já liderava a sua segunda formação musical, o grupo Lactosamba, que marcou presença em grandes eventos da capital baiana como o Sarau du Brown e ensaios da Timbadala. Além de cantor, Rafa Chagas é compositor e tem diversos hits nas vozes de artistas como Bruno Cardoso (Sorriso Maroto), Léo Santana, Xandy (Harmonia do Samba) e Márcio Victor (Psirico). Agora à frente da Mukindala, ele ganha mais um espaço para escoar as suas criações e também para mostrar mais um de seus talentos, a dança, já que lidera as coreografias do grupo. Da black music ao semba, do merengue ao parambandam, Rafa Chagas improvisa passos que envolvem banda e público em uma perfeita interação.

Gato Preto

Gato Preto

Ele é rápido, talentoso e criativo. Não à toa recebeu o apelido de Gato Preto aos nove anos de idade, dada a sua habilidade com a Capoeira. Na música não é diferente. Aos 39 anos, Val Ferreira é o integrante mais velho da Banda Mukindala e leva para o grupo a experiência de quem tocou com Timbalada, Peu Meurray, Mikael Mutti e com o mestre Carlinhos Brown. Morador do Candeal Pequeno de Brotas, eleito um dos sete territórios criativos de Salvador, o percussionista Gato Preto completa a linha de frente da Mukindala apresentando o som de uma criação sua: a guitarra percussiva ou guitarra de tambor. Com um designer semelhante ao de uma guitarra, mas com teclado no lugar das cordas tradicionais, a guitarra percussiva foi criada por Gato Preto para adicionar frequências baixas ao ritmo merengue. Com o instrumento, o músico reproduz o som da guitarra, do tambor, do baixo e do surdo virado. Uma mistura que consegue chegar à sonoridade característica e única do parambandam.

 

Repertório e conceito

De acordo com matéria recentemente publicado no Jornal Correio, a Mukindala traz no repertório composições de Carlinhos Brown feitas para a banda, como Tremula, Axé Nunca Cai, Ameaça – versão dele para composição de Luiz Kallaf – e Ponto de Atravessar, esta última uma parceria com Michael Sullivan, música de trabalho da Mukindala.

“Há 30 anos a Axé Music levou a música da Bahia para o mundo, o mundo se apoderou dela e hoje ela não pode ser vista como regional. Queremos mostrar que, onde nasceu a Axé Music, tem muito mais. A Mukindala veio pra provar isso”, realça Brown.

Quem foi à Concha Acústica no início de novembro assistir ao Pérolas Mistas pôde ver a Mukindala em primeira mão. O grupo se apresentou logo após o encerramento do espetáculo sob as vistas do padrinho Brown, que ficou em um canto do palco assistindo perto a desenvoltura de sua nova criação.

Abaixo, o teaser de “Ponto de Atravessar”, o disco que está sendo preparado pela Mukindala:

[Teaser] Ponto de Atravessar – Mukindala

O dia amanheceu tão lindo! Hoje acaba de chegar nas rádios a música Ponto de Atravessar, o primeiro single da Mukindala!

Publicado por Mukindala em Sexta, 9 de dezembro de 2016

 

A Mukindala está no Facebook!


Sobre o (a) autor (a):