Rio Jacuípe

Zé Neto

Zé Neto é pré-candidato a Prefeito de Feira

PT lança pré-candidatura a prefeito de Feira Na tarde do último sábado (13), a executiva, o diretório, a militância, filiados e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores (PT) se reuniram em Feira e decidiram por unanimidade lançar a pré-candidatura de Zé Neto para prefeito de Feira de Santana. Prefeito Colbert Martins completa um ano de governo Na quarta-feira (10), Colbert completou um ano no cargo de prefeito, e o líder do governo na Câmara de Vereadores, Marcos Lima, soltou essa: “O povo ainda sente saudade de José Ronaldo”. Ex-prefeito Tarcísio Pimenta é condenado por improbidade administrativa A pedido do Ministério Público

Artistas feirenses levam projeto para a África

O projeto “Circulação da Música Afro-Baiana 2019” levará o produtor cultural Uyatã Rayra e os músicos Bel da Bonita e Ravel Conceição do grupo musical Africania para África do Sul e Moçambique. A circulação internacional teve início na sexta-feira (5), extendendo-se até o dia 22 de abril. Oriundos de Feira de Santana, os integrantes do projeto pretendem estabelecer um intercâmbio entre a cultura musical da Bahia e dos países visitados. Serão ministradas oficinas rítmicas de Samba de Roda do Sertão e de Forró Pé-de-Serra, além de uma palestra sobre as influências do samba nos ritmos de forró. O cronograma conta

Crescimento do Bolsa Família em Feira

Há margem para ampliação do Bolsa Família em Feira

Em março, o número de beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) em Feira de Santana estava aquém do estimado pelo Ministério da Cidadania, o recauchutado Ministério do Desenvolvimento Social de tempos atrás. Segundo o órgão, 31.662 famílias foram contempladas com o benefício no mês passado, o que corresponde a 66,94% da estimativa de famílias pobres no município. Isso significa que, potencialmente, um terço das famílias com perfil para o programa não recebe o benefício. O Ministério da Cidadania constata que o “município está abaixo da meta do programa”. E recomenda a realização de “busca ativa para localizar famílias que estão

Mudança Secretaria da Educação

Mudança à vista na Secretaria de Educação

Vereadores da base governista criticam o Secretário Edson Borges Pablo Roberto, José Carneiro e João Bililiu criticaram publicamente o Secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges, porque alguns artistas da terra ficaram de fora da Micareta deste ano. É isso que chamamos de fogo amigo! Por falar em festa, comemoraram aniversário… A Guarda Civil Municipal de Feira de Santana, que completou na segunda-feira (25), 126 anos de existência. E um buraco na Rua Visconde do Mauá, no Bairro Caseb, em Feira de Santana, ganhou até um buquê de flores dos moradores para comemorar seu 1º aniversário. E quem não

Nilda Carvalho Cunha

A feirense que foi presa e torturada na Ditadura

O período da Ditadura Militar no Brasil, iniciado a partir do golpe que depôs o Presidente João Goulart em 1964, ficou marcado por práticas autoritárias como a censura, a tortura e o desaparecimento de opositores do Regime. Entre os abusos cometidos pelo Estado naquela época, está a prisão e tortura de Nilda Carvalho Cunha, a feirense que tinha apenas 17 anos quando foi presa e torturada, por suspeita de associação à militante de esquerda Iara Iavelberg. Pouco tempo depois de sua prisão, carregando as sequelas da tortura, Nilda morreu. A seguir, o relato completo da história de Nilda Carvalho, retirado

A morte do ciclista em Feira é um duro convite à reflexão

Quando boa parte da cidade está envolvida com os preparativos para a Micareta que ocorre nos próximos dias, os noticiários dão conta de um trágico evento na Avenida Nóide Cerqueira. Valney Paes de Almeida, 54 anos, foi atropelado e morto enquanto pedalava em uma das principais vias utilizadas por ciclistas na cidade para a prática desportiva. Muito pode ser refletido sobre o episódio.

Primeiro, sentimos um abismo emocional ao perceber a vulnerabilidade da vida humana, que pode destruir-se a qualquer momento, por um erro de cálculo, uma vontade mal empregada ou uma irresponsabilidade que independe da vontade da vítima. No caso de Valney, ele simplesmente saiu para pedalar, e não voltou mais, pois encontrou em seu caminho alguém que, imprudentemente, abusava do veículo que conduzia.

Poderia ter se atrasado. Mas não se atrasou. Poderia ter ficado em casa. Mas não ficou. Falta-nos acuidade para compreender as causas e razões desse “jogo” da vida.

“Ao utilizar as ruas de Feira de Santana, como estamos nos relacionando?”

Também é possível observar o caso na perspectiva da responsabilização de quem gerou o acidente. Os órgãos policiais devem agir para identificar a autoria e dar o prosseguimento legal ao caso. Dar causa a um acidente já é um sinal de desajuste na condução do veículo. Não parar para prestar socorro torna o gesto ainda mais grave.

Dito isso, podemos indagar quais valores fundam fatos assim, conflitos internos tais como a intolerância, egoísmo, autocentramento e distração. “Doenças” que se manifestam em muitos de nós em diversas circunstâncias, mas especialmente no trânsito. Ao utilizar as ruas de Feira de Santana, como estamos nos relacionando?

Um acidente fatal com um ciclista é bastante simbólico. A bicicleta, como meio de transporte, caracteriza-se pela não poluição e ocupação de pouco espaço, um verdadeiro altruísmo social em épocas de engarrafamento e aquecimento global. Sem falar nos benefícios à saúde física e emocional dos próprios ciclistas. Quando esses valores são atropelados, temos um diagnóstico expressivo sobre a sociedade em que estamos vivemos.

Obviamente, nesse conjunto de problematizações entra a parte do Poder Público, que pode pensar num trânsito que dê segurança a pedestres e ciclistas, principalmente, criando condições para que Feira de Santana, uma cidade plana, possa incluir-se no rol de municípios em que ciclovias não são apenas locais de passeio e prática desportiva, mas alternativas reais para o transporte cada vez mais caótico e insustentável das grandes metrópoles, como é o caso de Feira.

De luto, precisamos refletir sobre tudo isso.

Tags:

Sobre o (a) autor (a):