Rio Jacuípe

Rua Marechal em mão única

Feira (A)notada: Marechal em mão única e novidade na Câmara

Lulinha entrega o cargo de Líder do Governo Após alguns colegas vereadores manifestarem a insatisfação com o líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luís Augusto (Lulinha), do DEM, entregou o cargo durante discurso na Sessão desta terça-feira (11). 10 anos do Museu Parque do Saber No próximo dia 15 de dezembro, o Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo estará completando uma década de existência. E, para comemorar, foi realizada na terça-feira (11) uma homenagem especial a todos os envolvidos com o projeto inicial. O evento contou com as presenças do prefeito Colbert

Tourinho Candidato

Tourinho candidato, cubanização de assessores e toma lá da cá

Tourinho Candidato Surgiu mais um nome interessado no Paço Municipal em 2020. O vereador Roberto Tourinho, atualmente filiado ao PV, confirmou ao site Acorda Cidade que tem discutido o assunto.  Com sete mandatos, Tourinho é um dos políticos mais respeitados de Feira de Santana e filho de um ex-prefeito, o advogado José Falcão da Silva, que morreu durante o exercício do mandato. Ele se junta a nomes como Fernando Torres, Zé Neto, Zé Chico, Colbert Filho, Angelo Almeida, Carlos Geilson e Targino Machado que também se movimentam para disputar a prefeitura feirense. Toma lá dá cá Ao colocar o cargo

O Rural Feirense

O rural feirense, segundo o último Censo Agropecuário (parte 1)

Foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os números referentes ao Censo Agropecuário realizado em 2017. Os dados são essenciais para que os governos das três esferas – Federal, Estadual e Municipal – elaborem suas políticas, mas são também muito importantes para acadêmicos, estudiosos do tema, para a imprensa especializada e até mesmo para o cidadão que deseja se manter informado sobre o seu município. Uma leva de informações sobre a Feira de Santana já está disponível e pode ser consultada. Os pesquisadores, em suas andanças pelo rural feirense apuraram, por exemplo, que existem exatos 9.191 estabelecimentos

O sonho de Lucas

Escritor feirense publica romance “O sonho de Lucas”

O escritor feirense Marcelo Vinicius acaba de publicar o romance “O sonho de Lucas”, pela editora carioca Multifoco. Marcelo é pesquisador, cursa Psicologia e estuda Filosofia da Arte e Filosofia Contemporânea na UEFS. Além de escritor, é fotógrafo. A história do romance divide-se em duas partes. A primeira é uma narrativa em terceira pessoa; e a segunda é em primeira pessoa, na qual esta se passa por meio do olhar de um jovem chamado Lucas, estudante que sonha em cursar a faculdade de Medicina e cuja vida familiar está em decadência. Lucas fica arrasado quando sua mãe, Kátia Fernandes, separa-se de

Antiga Intendência de Feira de Santana

Antiga Intendência é impregnada de História

Poucas edificações em Feira de Santana são tão impregnadas de História quanto o prédio da Antiga Intendência. Ele se localiza na esquina da Avenida Senhor dos Passos com a Praça Joaquim Pedreira, a antiga Praça da Bandeira. O imóvel também fica nas cercanias de três construções emblemáticas do município: a Igreja Senhor dos Passos, que se localiza defronte e os tombados prédios da Prefeitura Municipal – que fica na esquina transversal – e do Mercado de Arte Popular, situado no quarteirão contíguo, na própria antiga Praça da Bandeira. Originalmente, o imóvel funcionou como fórum, abrigando a sede do Poder Judiciário

Moda na Sales Barbosa: encontrando tendências do Inverno 2016

Começo este meu primeiro post citando um poema de um acadêmico, advogado, jornalista, abolicionista e poeta romântico:

“Na sala das refeições

Junto ao pápá; cuidadosas

Lindas yáyás cor das rosas

Fazem crochet; dão lições…”

Eu vos apresento esse feirense multifacetado com nome de Francisco de Sales Barbosa, nascido em 1862. E foi por causa deste “meigo filósofo”, como era chamado pelo seu amigo Visconde de Taunay, que a antiga “rua do meio” passou a ser chamada de Sales Barbosa, mais conhecida como Calçadão da Sales (para quem ainda não se situou, é aquela rua que tem de “um tudo” e liga a praça Fróes da Motta ao centro comercial da cidade, na altura do Mercado de Arte Popular).

O calçadão, de uma ponta a outra, é uma verdadeira miscelânea. E, muitas vezes, o divertido é se perder para encontrar o que se quer. De camelôs a shopping popular, passando por armarinhos, lanchonetes, farmácias e por aí vai… Mas o seu forte mesmo é a moda. Ah, a moda… Peças industrializadas e handmade, marcas conhecidas, estilistas anônimos, infinitos estilos e possibilidades.

Nas minhas andanças pelo universo da moda, participei do seminário Senac SP Moda Informação/Inverno 2016. Em meio a tantas informações, palestras, vídeos, estilos, cores, materiais, tecidos e estampas, me deparei com a interessante exposição da coleção que seria a tendência deste inverno, este que sentimos agora. Instantaneamente, liguei essas produções à minha querida e diversificada Sales, me senti como no emaranhado do crochet das lindas yáyás.

Então resolvi lançar-me o desafio: fazer produções de moda na Sales Barbosa, tendo como referências algumas tendências nacionais e internacionais vistas naquele importante evento de moda, a fim de inspirar vocês, queridas leitoras, a fazerem os seus próprios looks.

Basta colocar em prática a criatividade e arrasar nas produções.

Boa sorte!

Sessentinha

Uma tendência de muita alfaiataria com inspiração na modelagem dos anos 60. Casacos, gola alta, detalhes em pele sintética colorida, materiais iridescentes e metalizados são o forte dessa tendência.

Cartela de cores: Violeta, azul, ultramar, bordô, mel, vermelho, blush e tons adocicados.

Sessentinha

Obs.: A estampa da saia chama-se poá. E quando as bolinhas são pequenas, petit poá (ou, em francês, petit-pois).

Decor Mix

Inspirada na ornamentação, tem como referência os anos 70 e o mundo folk. Muitas peças ricas em detalhes e de aspecto artesanal. Estamparias e cores são inspiradas os elementos da natureza que dá equilíbrio aos casacos de pele mais estruturados e em alguns casos casacos mais pesados.

Cartela de cores: Preto, verde garrafa, abóbora, caramelo, beterraba, cereja e cacau.

Decor Mix

Zona de Conforto

Não existe nome mais apropriado para esta tendência. Tecidos, formas e texturas aconchegantes como um abraço. Peças confortáveis, casamento perfeito de sobreposições são os agasalhos oversized, muitas vezes em tricô com saias e calças. Tudo muito prático e minimalista, o luxo dessa tendência está na simplicidade.

Cartela de cores: Nude, leite, rosê, cogumelo, marinho, violeta e verde militar.

Zona de Conforto

 

Modelo: Ruth Cerqueira Maia

Fotos: Ena Lélis

Maquiagem: Jane Bispo


Sobre o (a) autor (a):