As Feiras de Feira de Santana

Contratação sem licitação

Prefeitura contrata empresa sem licitação por quase R$ 16 milhões

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana contratou a IMAP (Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Mutuípe), para prestar serviços profissionais na área de saúde para atender as unidades da rede própria do município. Dispensa de licitação A  IMAP foi contratada de forma emergencial por R$ 15.950.673,16 (quinze milhões, novecentos e cinquenta mil, seiscentos e setenta e três reais e dezesseis centavos). A assinatura do contrato ocorreu no dia 29 de agosto e seu extrato foi publicado no Diário Oficial Eletrônico do Município nesta quinta-feira, 12. Justiça determinou a contratação de concursados Em janeiro de 2019, o

3 Peças de Teatro em setembro

3 peças teatrais imperdíveis que estarão em Feira em setembro

A cena teatral em Feira de Santana é intensa e fértil, com a produção de muitos espetáculos de repercussão e visibilidade nacional, além da recepção de peças de outras partes do país que encontram na cidade acolhimento para suas apresentações. Só para tomar um exemplo, em Feira ocorre um dos maiores festivais de teatro infantil do Brasil – o FENATIFS, que já está organizando sua 12ª edição para 2019. Nesse mês de setembro de 2019, o feirense terá a oportunidade de preencher sua programação com três espetáculos de muita qualidade, abordando a vida de figuras de relevância histórica: a pintora

Augusto Aras e Feira de Santana

A relação do Procurador de Bolsonaro com Feira de Santana

Quem acompanha o noticiário político nacional tem visto o debate em torno da indicação de Antônio Augusto Brandão de Aras para o cargo de Procurador Geral da República, feita pelo presidente Jair Bolsonaro. O que poucos feirenses sabem, entretanto, é que Augusto Aras tem íntima relação com Feira de Santana. Augusto é filho do ex-vereador Roque Aras, que exerceu o mandato na Câmara Municipal feirense entre 1971 e 1975 pelo MDB – partido que fazia oposição ao Regime Militar à época. Roque Aras foi também Deputado Estadual (1975-1979) e Deputado Federal (1979-1983). De acordo com o jornalista Dimas Oliveira, Augusto

Podcast para quem merece

O irreverente “Podcast para quem merece”

É crescente a quantidade de pessoas que consome conteúdo em áudio, no Brasil e no exterior. Dos áudiolivros aos podcasts, muitos usuários aproveitam os momentos de ócio em filas, no transporte ou mesmo nas tarefas domésticas para ouvir notícias, debates, aulas etc. A Rede Globo, por exemplo, percebeu a tendência, e lançou recentemente vários podcasts para sua audiência. Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde o usuário quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio,

Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza

A (falta de) estrutura de uma escola em Jaguara

A diretora da APLB/Feira, professora Marlede Oliveira, visitou na última quarta-feira (4), a Escola Municipal Maria Andiara Silva Souza que fica localizada no Povoado da Barra no Distrito de Jaguara. Na escola foi constatado que: A Escola funciona com apenas duas salas de aula e uma professora para lecionar Infantil, 1° ano, 2° ano, 3° ano, 4º ano e o 5° ano; A professora não tem Reserva de 1/3 da Carga Horária; A Escola não tem Internet nem Coordenador Pedagógico. Metas do IDEB Desde 2011, Feira não atinge as metas do Ideb para os anos iniciais do Ensino Fundamental. O

Mais UEFS por uma universidade inclusiva e autônoma

A comunidade acadêmica vai escolher o novo reitor da Uefs nas eleições programas para os dias 1 a 3 de abril. O movimento Mais Uefs participa do processo eleitoral apresentando um projeto que busca consolidar os avanços conquistados pela instituição ao longo dos últimos 12 anos e, ao mesmo tempo, avançar para atender às demandas e às necessidades mais recentes.

Princípios que nortearam as ações da gestão desde 2007 permanecem como elementos-chave: a democracia, a autonomia, a qualidade na produção acadêmica, a transparência e a referência social. A defesa desses princípios é ainda mais essencial no cenário atual, quando as instituições públicas de ensino superior estão sofrendo ataques sistemáticos.

Ao longo de 12 anos a Uefs obteve conquistas importantes, como a ampliação das atividades de ensino, pesquisa e extensão, a promoção da inclusão com o sistema de cotas e a assistência estudantil, além de conquistas importantes para os servidores – docentes e técnico-administrativos – como promoções, progressões, ações de capacitação e ampliação na concessão de bolsas.

O País vive um momento político turbulento e o brasileiro está conhecendo os riscos de apostar em aventuras. Esse momento delicado exige de quem se dispõe a conduzir a Uefs disposição para o diálogo, respeito às instituições e à democracia, experiência gerencial comprovada e compromisso com a educação pública, gratuita e de qualidade. Essas virtudes se somam à defesa incansável da instituição.

É o que o movimento Mais Uefs apresenta, com a candidatura do professor Evandro do Nascimento Silva para mais um mandato como reitor e da professora Amali Mussi como vice-reitora para o período 2019-2023.

Para os próximos quatro anos o Mais Uefs se propõe a adotar ações inovadoras, sintonizadas com as demandas recentes da instituição e, ao mesmo tempo, preservar as conquistas alcançadas com muita luta por aqueles constroem a instituição.

Nos próximos textos vamos detalhar nossos planos para o período 2019-2023 e também relembrar conquistas e realizações dos últimos 12 anos. Maiores detalhes podem ser conferidos em www.maisuefs.wordpress.com.

***

[As colunas publicadas no Feirenses são de autoria dos respectivos colaboradores do portal, e não representam as ideias ou opiniões do Feirenses].

 

Tags:

Sobre o (a) autor (a):