Rio Jacuípe

Porque eu te amei

O que ‘Porque eu te amei’ tem a falar sobre Feira?

Já passado alguns meses do lançamento do filme feirense de Tiago Rocha, que gerou assunto durante um bom tempo e lotou praticamente todas as sessões enquanto esteve em exibição, o longa, embora já fora dos cinemas, ainda tem muito que falar. E não me refiro exclusivamente aos temas abordados no enredo. Como violência doméstica, abuso, estupro etc. Mas, também, sobre o nosso olhar sobre Feira. Porque eu te amei é uma espécie de grito da classe artística feirense. Uma produção independente, envolvendo profissionais e entusiastas da cidade, lançada por aqui de maneira honrada e reconhecida – principalmente por quem duvidou.

Irving São Paulo

O ator feirense Irving São Paulo

Provavelmente você conhece o rosto do ator Irving São Paulo, filho de um histórico cineasta brasileiro, Olney São Paulo. Irving, nascido em Feira de Santana, estrelou grandes novelas brasileiras, a exemplo de “Bebê a bordo”, “Mulheres de Areia”, “A Viagem” e “Torre de Babel”. Irving nasceu em 26 de outubro de 1964, em Feira, onde iniciou a atuar em peças de teatro. Faleceu precocemente, aos 41 anos de idade, vítima de pancreatite necro-hemorrágica. Recentemente o Vídeo Show dedicou uma edição do quadro “Memória Nacional” ao ator feirense, mostrando sua trajetória e múltiplos talentos (em especial a música):   A seguir,

Jogo de Nonô

O jogo de Nonô

“Tira a mão do ovo, Nonô!”, protesta Toinho Cabeção quando o coroa de 86 anos chega para almoçar. É assim todo início de mês: Nonô chega na lanchonete do Centro Mandacaru apoiando uma mão na bengala e a outra oscilando entre o bolso e algumas coçadinhas no meio da calça. Ele não terceiriza o saque da aposentadoria, tanto por vigilância orçamentária quanto por deleite ritualístico: após ir ao banco, compra os remédios do mês, apara o cabelo que lhe resta e arrisca tornar-se milionário nos seis números da mega. “Jogar na mega pra onde, Nonô? Vai gastar esse milhão com

Colbert e Targino

Targino e Colbert trocam farpas

Sem informação Após a população do Conjunto Viveiros realizar uma manifestação por conta da falta de médico no Posto de Saúde da localidade, o prefeito Colbert Martins disse o seguinte: “não tinha informação que o posto médico do Viveiros estava tanto tempo (cerca de sete meses) sem médico”. Targino cobra afastamento da Secretária de Saúde e do Procurador do município O Deputado Estadual Targino Machado (DEM), durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia, nesta terça-feira, 21, cobrou do prefeito de Feira de Santana, o afastamento da Secretária Municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, e do Procurador do município, Cleudson

Roberto Mendes

Roberto Mendes faz show na Cidade da Cultura

Um dos maiores artistas que a Bahia produziu estará em Feira de Santana na próxima quinta-feira: o cantor, compositor e ativista santamarense Roberto Mendes faz show na Cidade da Cultura, um dos principais espaços culturais de Feira de Santana. Mendes apresentará um show com tema caro a Feira de Santana: “A chula do Recôncavo com o Canto do Sertão”. Situada entre o Recôncavo e o Sertão, Feira tem a oportunidade de se reconhecer na apresentação de um notável defensor do Samba da Bahia, e do Samba antes do Samba, como ele diz, se referindo à Chula. Ele caracteriza a Chula

Políticas para Feira se inspirar #2: como o cidadão escolhe o destino do IPTU em Canoas-RS

Um dos debates recorrentes em todas as cidades brasileiras é sobre o emprego do Imposto Predial e Territorial Urbano, o famoso IPTU, que é cobrado pelas prefeituras municipais às pessoas que possuem uma propriedade imobiliária urbana. Em Feira, as discussões sempre se intensificam anualmente com contestações a respeito dos aumentos no imposto (geralmente acima da inflação).

Uma boa forma de melhorar a gestão dos recursos oriundos do imposto foi adotada pela Prefeitura de Canoas, no Rio Grande do Sul, que permite que o cidadão destine até 50% do seu IPTU para um projeto de interesse público e uso coletivo. A ideia do programa “Bairro Melhor” é fazer com que a própria comunidade gerencie os recursos. A condição é que as iniciativas estejam vinculados a alguma entidade, para que seja possível fazer um convênio com a Prefeitura.

Para participar do programa, o pagamento do IPTU deve ser efetuado em cota única. Em contrapartida, o cidadão recebe um desconto no valor do imposto. Em 2015, oito projetos foram contemplados pelo programa. Em 2016, dez projetos foram selecionados. Os recursos podem se destinar a obras novas, reformas, aquisição de equipamentos comunitários ou mobiliários na área de saúde, esporte, lazer, segurança, entre outros setores.

Equipamentos de academia comunitária comprados com recurso do programa Bairro Melhor, em Canoas-RS.

Equipamentos de academia comunitária comprados com recurso do programa Bairro Melhor, em Canoas-RS.

Esse programa estimula a participação da população e a integração com a cidade, pois os cidadãos passam a avaliar e escolher as prioridades em seus bairros. Depois da seleção dos projetos por uma comissão, com representantes da Prefeitura e da sociedade civil, os cidadãos podem votar no seu preferido pela Internet. Os mais votados serão concretizados. Para orientar as entidades interessadas em apresentar projetos, a Secretaria Municipal de Relações Institucionais realiza diversas oficinas. Desde 2015, cada projeto vencedor pode utilizar até R$ 200 mil.

Veja algumas aquisições e realizações no âmbito do “Bairro Melhor” em 2015, e as respectivas entidades realizadoras:

  • Associação Beneficente de Canoas – Hospital Nossa Senhora das Graças – 76 camas hospitalares;
  • Associação Canoense de Deficientes Físicos – Aquisição de equipamentos de reabilitação física nas áreas de fisioterapia e educação física;
  • Associação Comunitária Cidade Nova – Revitalização da Praça Décio Rosa;
  • Associação dos Moradores da Vila União dos Operários – Construção da sede administrativa e de vestiários da quadra esportiva;
  • Associação dos Moradores do Jardim Atlântico – Cercamento do campo e do Centro Comunitário da região;
  • Associação Esportiva Jovens do Vento Bairro Rio Branco – Construção da sede e de vestiários do campo Veronese;
  • Associação dos Deficientes Visuais – Revitalização do prédio antigo da escola Rio de Janeiro;
  • Piquete Maroto do Bairro Igara – Construção do Centro Cultural Parque Residencial dos jardins.

Além de tornar o cidadão protagonista na decisão das políticas públicas, o programa “Bairro Melhor” combate a inadimplência, já que condiciona a participação do cidadão ao pagamento em dia do imposto. Sem falar que é uma excelente forma de incentivar o debate sobre as necessidades comunitárias. Nada impossível de ser discutido em Feira de Santana.

 

Leia mais sobre o programa Bairro Melhor aqui.

Leia o edital do programa Bairro Melhor 2016!

Tags:

Sobre o (a) autor (a):