As Feiras de Feira de Santana

Venezuelanos em Feira de Santana

A história de dois Venezuelanos em Feira de Santana

Quem tem andado pelas ruas de Feira de Santana nos últimos anos nota o aumento da quantidade de pedintes e vendedores informais nas sinaleiras da cidade – consequência óbvia do deserto econômico por que passa o país. Peregrinando entre os carros, na esperança de que um vidro se abra e uma mão se estenda, essas pessoas buscam o sustento básico da família, a ajuda para a compra de um remédio ou a fralda para um filho. Na cidade-entroncamento, não é de espantar que muitos desses habitantes das encruzilhadas sejam de fora do município, do estado e do país. É o

Casarão dos Olhos D'Água

Casarão Olhos D’Água será reformado

A Prefeitura Municipal de Feira de Santana irá reformar o Casarão Olhos D’Água, situado na Rua Dr. Araújo Pinho. O valor da reforma foi orçado em R$ 331.657,38 e a empresa contratada, através de dispensa de licitação, foi a CLAP Construtora Ltda (Diário Oficial de 17 de julho). Recomendação do MP-BA O Ministério Público Estadual, por meio da promotora de Justiça Luciana Machado dos Santos Maia, expediu em dezembro do ano passado, recomendação ao diretor-presidente da Fundação Municipal de Tecnologia, Telecomunicações e Cultura Egberto Tavares Costa (Funtitec), Antonio Carlos Daltro Coelho, para que promovesse as medidas emergenciais necessárias à manutenção,

Feira Hippie dos Olhos D'Água

UEFS receberá a II Feira Hippie dos Olhos D’Água

Criada em 2016, a Feira Hippie dos Olhos D’Água aconteceu pela primeira vez durante a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, realizada anualmente no mês outubro, na Biblioteca Central Julieta Carteado, no Campus da UEFS. Na ocasião, o evento principal tinha como tema Sustentabilidade e Meio Ambiente, e a Feira Hippie, idealizada por Paulo Fabrício Reis e Raquel Kuwer, surgiu como um adendo, estabelecendo uma relação direta com a temática, uma vez que foram priorizados expositores com trabalhos artesanais, ou que trabalhavam com esse enfoque. O nome da Feira Hippie é uma homenagem à cidade de Feira de Santana,

O pintor feirense Cesar Romero

O pintor feirense Cesar Romero

Quem acompanha o cenário das artes plásticas da Bahia certamente já ouviu falar ou já se deparou com alguma obra do pintor Cesar Romero. O que nem todos sabem é que o artista plástico autor das “Faixas Emblemáticas” é feirense, nascido em 1950. “Dois fatos foram determinados em minha formação de artista plástico: a convivência com as feiras livres, sempre às segundas-feiras, em companhia do meu pai, e a criação do Museu Regional de Feira de Santana. Se eu tivesse nascido em outra cidade, muito provavelmente não haveria o artista que sou, nem esta obstinada escolha de brasilidade. Feira de

Quanto custa a Câmara de Vereadores de Feira de Santana?

Quanto custa a Câmara de Vereadores de Feira?

A Câmara de Vereadores é uma instituição importantíssima para qualquer município. Suas cadeiras são ocupadas pelos representantes políticos mais próximos à comunidade: os vereadores, eleitos principalmente pela capacidade de interlocução e liderança em determinados bairros e comunidades. Além de levar demandas da comunidade ao Poder Executivo, mantendo diálogo permanente com secretários, superintendentes e outros gestores, o vereador deve cumprir o papel fiscalizador das ações e decisões emanadas do Prefeito. Sem falar no papel de legislador e promotor de debates sobre temas de interesse da comunidade, fazendo com que os munícipes tenham participação ativa nas políticas públicas. Quanto mais os vereadores

Entrevista com o graffiteiro Kbça [Feirenses TV]

Geziel Rafael da Silva Ramos é um dos artistas contemporâneos mais requisitados em Feira de Santana. Diferentemente do que manda a tradição das artes plásticas, ele não iniciou seu trabalho em uma galeria de arte, tampouco teve formação em escolas de belas artes ou coisa parecida. Geziel, mais conhecido como Kbça (compressão da palavra ‘cabeça’), iniciou sua trajetória na arte de rua, graffitando nas paredes de Feira de Santana e região.

A identidade marcante do seu traço fez com que Kbça se tornasse uma referência em Feira, encabeçando um movimento consistente de popularização do graffiti e demais artes de rua na cidade nos últimos anos. A intervenção artística no Beco da Energia é um dos marcos onde Kbça se fez presente, espalhando seus pássaros (muito presentes em sua arte) pelo espaço cultural, outrora mero reduto marginalizado de prostituição.

Por aqui, ele também é um dos organizadores do Graffiti Art Feira (GAF), momento de grande efervescência cultural no calendário da cidade, no qual reúne inúmeros artistas com o objetivo de pintar, movimentar e enriquecer as paisagens locais. Há quatro anos o GAF vem colocando Feira de Santana no circuito cultural de fomento da arte urbana, equiparando-a às grandes metrópoles nacionais que promovem atividades semelhantes.

Em 2015, expôs seu trabalho na Galeria de Arte Carlo Barbosa, no Centro Universitário de Cultura e Arte (CUCA), uma oportunidade ímpar para um artista de rua, que tem em seu DNA a problematização da democratização da arte. Hoje, além do graffiti e de pintar telas sob demanda, Kbça também se aventura no mundo da tatuagem.

Mas o reconhecimento não é só em Feira de Santana. Kbça já foi requisitado no Paraná, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Sergipe, Ceará, Pernambuco e São Paulo. Em 2017, inicia sua trajetória internacional, participando de um dos maiores eventos de arte de rua do mundo: o Meeting Of Styles, realizado na Alemanha. De 9 a 11 de junho ele representará o Brasil, e Feira de Santana, exibindo sua arte juntamente com grandes artistas de outros países, na cidade de Wiesbaden.

Alcançar esse patamar com menos de 30 anos de idade é algo extraordinário, e projeta um futuro brilhante para o artista feirense. Por isso conversamos com Geziel, o Kbça, sobre sua trajetória, a percepção da arte de rua em Feira de Santana e seu processo criativo. Um papo bem interessante para a Feirenses TV:

Link do Youtube

Acesse a Feirenses TV e inscreva-se para receber todas as atualizações!


Sobre o (a) autor (a):