O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes.

Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo, Larissa Luz, Giovani Cidreira e Zimbra marcaram presença, completando mais de 20h de shows.

Feira Noise Festival

“Era um grande desafio fazer este ano por vários motivos, como a mudança de lugar, mas conseguimos fazer funcionar muito bem no Ária Hall. A casa nos apoiou de diversas formas e o festival ganhou muito com isso. Tivemos grandes shows que nos deixaram muito felizes, pois ver um artista independente no palco emocionando o público impulsiona o nosso trabalho”, contou Joilson Santos, produtor e um dos idealizadores do Feira Noise.

Um festival além da música

Este ano, o Feira Noise recebeu o projeto Mulheres Fazem Arte e promoveu mais uma edição do Feira Camelô, que reuniu diversos empreendedores criativos de Feira de Santana e região.

“A parceria com o Mulheres Fazem Arte foi sensacional e diversificou enquanto proposta na ideia do Feira Camelô. Tivemos vários parceiros que colaram muito, como o Dois de Julho e a Doces Bárbaros, que também foram muito importantes para o desenvolvimento do festival”, comentou Joilson Santos.

Feira Noise Festival 2019

Midialivristas também tiveram a oportunidade de participar da Cobertura Colaborativa do evento, através de uma vivência organizada em parceria com a Revista Gambiarra e o Coletivo ISO 314, trazendo diversos olhares e novas narrativas sobre o festival.

Para Rafael Flores, da Revista Gambiarra, “em um período de ataques à produção séria de informação no país, incentivar que as pessoas falem por si, é um ato de coragem e resistência”. “Os participantes estavam empolgados em todo o processo, trazendo seus olhares atentos sobre o festival e pensando em várias ideias para o pós-evento, como o podcast que vai rolar. Então trazer a experiência da cobertura colaborativa para a edição comemorativa de 10 anos do Feira Noise foi renovador”, destacou.

Feira Noise 2020

Coincidentemente ao final da edição comemorativa de 10 anos, a Natura Musical anunciou o Feira Noise na lista de contemplados no edital que irá oferecer R$5,4 milhões em patrocínio em iniciativas por todo o país. Os projetos foram selecionados entre 2.647 inscritos por meio da curadoria de 22 profissionais do mercado da música, em um processo que durou dois meses.

Com o tema “Feira Noise – Entroncamentos”, o evento vai promover mais uma vez o encontro entre artistas headlines e artistas locais. Juntos, eles farão oficinas, shows e conferências sobre o mercado musical.

Feira Noise Festival 2019

“Ficamos extremamente felizes com o resultado porque era um momento em que estávamos refletindo sobre a realização do festival e de repente a nossa energia foi completamente revigorada para continuar trabalhando, já tendo a certeza que teremos uma empresa como a Natura, que entende o cenário musical independente e a proposta do festival, abraçando o projeto”, disse Joilson Santos.

“Isso é muito importante pois garante a permanência do Feira Noise acontecendo em Feira de Santana, um festival importante para a cena local. A gente quer que nossos artistas dialoguem com essa cena musical contemporânea a partir do festival, ele é a chave de conexão destes artistas. A Natura vem para somar com a realização do Feira Noise e a gente vai trabalhar muito para fazer uma edição melhor”, concluiu.

Publicado por Redação

Publicações feitas pela Redação do Feirenses foram construídas colaborativamente, fundindo estilos, visões e informações de várias fontes.