Rio Jacuípe

Baile Surrealista 2018

Baile Surrealista em Feira – Edição Especial

Feira de Santana receberá mais uma edição do Baile Surrealista, uma releitura de um baile que aconteceu na Europa na década de 1970, envolvendo artistas e membros de sociedades secretas. O evento pretende discutir as relações entre Arte e Esoterismo através da Música, Artes Plásticas, Dança e Oficinas. Nesta edição, ocorrerá o relançamento do livro “Sob o véu de Sírius”, que reúne autores de várias cidades baianas numa série de poemas inspirados na Heptarquia e no simbolismo mágico do número 7. Além disso, o Baile fará um tributo ao poeta e bruxo britânico Kenneth Grant, um dos nomes mais influentes do ocultismo contemporâneo.

Avenida Presidente Dutra - Feira de Santana

Avenida Presidente Dutra em Feira: origens e modificações históricas

Existe um argumento de autoridade nas cidades brasileiras que sempre é evocado por pessoas que foram as primeiras a povoar determinada localidade. É comum encontrarmos pessoas que normalmente soltam um bom: “quando eu cheguei aqui era tudo mato!”. A frase mais do que nos mostrar que estamos diante de uma pessoa que acompanhou o desenvolvimento daquela rua, avenida, bairro, cidade desde os primórdios. Serve também para nos lembrar que o espaço urbano está em constante modificação: seja pela construção de novas edificações ou pela derrubada de prédios antigos, instalação de iluminação pública, construção de túneis, passarelas, viadutos etc. Sob qualquer

Casarão Froes da Mota

Casarão da Fróes da Motta tem inspiração alemã

Daquilo que ainda resta do rico patrimônio arquitetônico da Feira de Santana se destaca o casarão do intendente Eduardo Fróes da Motta. O imóvel fica na rua General Câmara, aquela que liga as praças Fróes da Motta e Nordestino, no centro da cidade. A construção é antiga e imponente: quem transita ali, pela rua estreita, não deixa de se impressionar com o porte, com os detalhes caprichados, com o padrão difícil de se ver no município, mesmo na primeira metade do século passado. Não é para menos: quem teve a iniciativa da construção foi Agostinho Fróes da Motta, em 1902.

Larissa Rodrigues

Entrevista com Larissa Rodrigues [Feirenses TV]

O debate sobre a representatividade das mulheres vem crescendo em diversos setores da sociedade, principalmente naqueles onde o homem manteve-se hegemônico ao longo da história (notadamente lugares de poder). Na política, por exemplo, o Brasil ostenta a marca de ter apenas 10,5% de mulheres no Congresso Nacional, mesmo tendo uma população 51% feminina. Nas artes o cenário não é diferente: segundo a professora de literatura e feminista feirense Larissa Rodrigues, de um total de publicações no mercado editorial brasileiro, apenas 30% obras são de autoras mulheres. É nesse contexto que surge o projeto “Leia Mulheres”, um projeto que tem como

Três anúncios para um crime

Cine Debate em Feira sobre “Três anúncios para um crime”

No próximo dia 15 de setembro os cinéfilos feirenses terão a oportunidade de participar de um Cine Debate sobre um dos filmes mais prestigiados do ano: “Três anúncios para um crime”, que conta a história de Mildred Hayes (Frances McDormand), que inconformada com a ineficácia da polícia em encontrar o culpado pelo brutal assassinato de sua filha decide chamar atenção para o caso não solucionado alugando três outdoors em uma estrada raramente usada. Veja o trailer do filme:   No Cine Debate, a discussão gira em torno de uma sociedade na qual as relações mostram-se cada vez mais fragilizadas pela vida acelerada, e explana sobre

O que tem neste domingo no Feira Noise Festival #FeiraMundo

Hoje é o último dia do maior festival de artes integradas da Bahia. Nos últimos dias os feirenses prestigiarem grandes bandas brasileiras passando pelo palco do Teatro de Arena do Amélio Amorim, como Maglore, Cascadura, Clube de Patifes e I.F.Á. Afrobeat. Neste domingo não será diferente. Veja a seguir a  empolgante lista de atrações:

Domingo, 13h: Roça Sound

Explorando sonoridades entre a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae e Dance Hall, o grupo Roça Sound possui letras que falam do cotidiano variando entre o social e o sentimental. Tendo o suingue como marca, essa equipe vem com referências nordestinas unificadas ao “Sound System” e ao “Bass Line” como forma de execução. Veja um aperitivo:

Domingo, 14h: Expedição Gatos Atômicos

A vertente principal da Expedição Gatos Atômicos remete a sonoridades do denominado indie rock. Eles surgiram com a proposta de fazer som original e que fosse reflexo das experiências passadas dos seus integrantes, sem deixar de estabelecer o foco no trabalho autoral. Confira:

 

Domingo, 14h50: Tabuleiro Musiquim

A Tabuleiro Musiquim é uma banda que possui uma sonoridade diferenciada por arranjos trabalhados com elementos do Rock e do Funk ligados pelos ritmos afro-brasileiros. Muito bom:

 

Domingo, 15h50: Clara Valente

Clara Valente é uma cantora e compositora carioca, e estará se apresentando pela primeira vez em Feira de Santana. A cantora iniciou em janeiro desse ano a turnê de lançamento do disco “Mil Coisas”, seu mais novo trabalho. O repertório autoral de “Mil Coisas” é uma performance musical vibrante, contemporânea e eclética, que vai do afrobeat ao tango, explorando referências nordestinas e eletrônicas. Veja o clipe:

 

Domingo, 16h50: Rapadura

Rapadura, ou mais conhecido como RAPadura Xique-Chico faz uma mescla ousada e inovadora do RAP com a cultura popular brasileira. Cearense de origem, Rapadura transmite a música falada inspirada em ritmos de dança da sua região. Sua obra é conhecida em todo país por carregar junto tradições nordestinas dentro do RAP, que é a sua vertente musical. Mas a embolada, o repente, o maracatu, a capoeira, as cantigas de roda, além do baião e do forró são ritmos que o inspiram a explanar a seca, o agricultor e os processos de urbanização na sua fala. Veja um pouco desse belo trabalho:

 

Domingo, 17h50: Far from Alaska

O quinteto surgido em 2012 nos apresenta riffs poderosos, sintetizadores bem elaborados, um vocal único, original e ainda com o arrojo de compor letras em inglês. A banda surgiu em Natal/RN, mas reside em São Paulo e conseguiu em pouco tempo se destacar ao ponto de tocar em um dos principais festivais do Nordeste (Do Sol), em um dos principais do Brasil (Planeta Terra) e de quebra foi presença destacada no Lollapalooza em 2015, um ano especial para a banda. Confira uma dose da banda:

 

Domingo, 18h50: Calafrio

Banda genuinamente feirense, a Calafrio se consolida por fazer rock sem ter a necessidade de esconder sua versatilidade de também produzir sonoridades que não negam seu potencial pop. Veja o novo clipe da banda:

 

Domingo, 19h50: Vespas Mandarinas

Vespas Mandarinas é uma banda de rock criada na cidade de São Paulo. O nome do grupo é oriundo do inseto homônimo, nativo da Ásia, igualmente conhecido como “Zangão Japonês” ou “Vespa Assassina” e que figura no topo da lista dos insetos mais perigosos do planeta. Conheça o som das Vespas:

 

Domingo, 21h00: Supercombo

Com suas melodias e harmonias imprevisíveis, a banda é um misto de talento e criatividade, capaz de produzir uma variedade de sons com os cuidados técnicos necessários. Guitarras com afinações fora do comum, teclados, sintetizadores e letras que nos passam lições, histórias e sonhos possíveis. A Supercombo é uma banda de rock, original e sem receios em evidenciar seu potencial pop. Divirta-se:


Sobre o (a) autor (a):