As Feiras de Feira de Santana

Centro de Abastecimento de Feira de Santana

O Centro de Abastecimento vai ser privatizado?

De acordo com o líder do governo na Câmara Municipal, vereador Marcos Lima (Patriota), vários empresários querem administrar o Centro de Abastecimento de Feira de Santana. A informação foi repassada durante a sessão desta terça-feira (13), na Casa da Cidadania, ao responder acusações do vereador Roberto Tourinho.   Abandonado Tourinho disse que a situação do Centro de Abastecimento é de abandono, e elencou os seguintes problemas: lixo, mau cheiro, escuridão, tráfico de drogas, prostituição, lama e até homicídios ocorrem no local. Cheiro de Privatização De acordo com Tourinho, o poder público municipal não faz absolutamente nada, diante de tantos problemas:

Cantoras negras feirenses

Cantoras negras são destaque na música de Feira de Santana

Um olhar cuidadoso sobre as expressões musicais em Feira de Santana torna obrigatório reconhecer o fundamental protagonismo das mulheres em nossa música. Para começar, Feira de Santana é uma das poucas cidades do Brasil que tem seu hino composto por uma mulher: Georgina Erismann, no início do século XX, fez o “Hino a Feira”, numa época em que a mulher sequer tinha direito a voto. Uma das mais tradicionais expressões culturais de Feira de Santana, reconhecida internacionalmente, é capitaneada por uma mulher: Dona Chica do Pandeiro é a matriarca da Quixabeira da Matinha, exercendo um papel de liderança que remonta

OzÉbrios

Grupo feirense OzÉbrios estreia no projeto “Samba da Tarde”

Feira de Santana ganha, a partir deste sábado (10) mais um espaço de apreciação do samba: o Container Mall, com o projeto “Samba da Tarde”. Promovido pela Cervejaria Sertões, a iniciativa apresentará o grupo de samba OzÉbrios, comandado pelo cantor e compositor Rafael Damasceno. O projeto visar ocupar as tardes de sábado do Container Mall com o mais puro ritmo do samba raiz. O grupo OzÉbrios receberá convidados celebrando a junção do melhor do samba, dos sabores (dos petiscos) e das cervejas (artesanais), como elementos de entretenimento e opção de lazer na cidade. Além da Cervejaria Sertões, e o Container

Amanda Magalhães - The Voice - Feira

Amanda Magalhães, a feirense que está no The Voice Brasil 2019

Feira de Santana está mais uma vez no The Voice Brasil. Após o sucesso da feirense Paula Sanffer, que participou do programa global em 2015, e hoje é vocalista da Timbalada, é a vez da cantora Amanda Magalhães, que foi selecionada para o time da cantora IZA. Além de cantora, Amanda Magalhães é atriz (atuou no filme feirense “Porque eu te amei“), e desde cedo se dedicou ao serviço na Igreja por meio das artes. Participante do elenco de uma companhia de teatro musical cristã, a jovem de 25 anos se descobriu como cantora através dos personagens que interpretou ao

A Nova Lei feirense sobre apreensão de veículos

A Câmara Municipal de Feira de Santana promulgou nesta terça-feira, 06, a Lei Nº 346/2019, de autoria do vereador  Marcos Antonio dos Santos Lima, que dispõe sobre a apreensão de veículos automotores de duas e quatro rodas nas sextas-feiras, sábados, domingos, feriados e no último dia útil que anteceder a feriados em Feira de Santana. Nestes dias, a diária do pátio terá início no primeiro dia útil subsequente. Retirada de itens pessoais A lei ainda dispõe que ao proprietário(a) do veículo automotor comprovado com documento de identificação oficial com foto será permitido retirar os itens pessoais a qualquer momento após

“Encontro dos Orixás” promove diversas artes em Feira

Diversas atividades marcam a culminância do projeto 2º Encontro dos Orixás na sexta e no sábado (dias 7 e 8 de julho), no Centro de Cultura Amélio Amorim, em Feira de Santana. Apresentações musicais, espetáculos de teatro e dança, lançamento de livro, exposição, palestras, debates a exibição de vídeo documentário compõe a programação do evento.

Na sexta-feira (7), a partir das 19h30, vários nomes de grande relevância da música produzida em Feira sobem ao palco do Amélio: Dionorina, Venus Carvalho, Gilsam, Djalma Ferreira e Nilton Rasta. Também haverá a exposição de esculturas de divindades das religiões afro brasileiras, produzidas em papel machê pelo artista Neto Souza.

A abertura do 2º Encontro dos Orixás ainda contará com o lançamento do livro “Os Paramentos de Mão dos Orixás”, de autoria do escritor José Arcanjo de Carvalho Macedo e com a apresentação do espetáculo de dança “Lendas”, com direção e coreografia do conceituado ator e diretor José Guedes.

O projeto tem como principal objetivo fortalecer as autênticas manifestações culturais de matrizes africanas, colaborando com a conscientização quanto ao sentimento de pertença de um segmento identitário que historicamente sofre com o preconceito por parte de diversos extratos da sociedade.

Palestras

No sábado (8), os trabalhos serão abertos às 8 horas com um café da manhã ofertado aos participantes. Às 9 horas haverá a conferência “Enfrentamento aos Preconceitos”, com Alba Cristina (Ilhéus), em seguida o professor e pesquisador Wanderson Flores (Brasília), aborda o tema “Ética e Hierarquia nas Religiões de Matriz Africana”. Logo depois das pontuações dos palestrantes, o espaço será aberto para o debate.

No turno vespertino, a partir das 14 horas, outras três conferências serão apresentadas. O babalorixá feirense Marcos Caribé aborda o tema “Religiões Afro: desafios e conquistas” e a ialorixá Maria das Graças Guimarães (Mãe Dadá), trata da “Ancestralidade nas Religiões Afro Brasileiras”.

Encontro dos Orixás

O ciclo de palestras será encerrado com o professor e pesquisador Ricardo Aragão, destacando o tema “Nações e suas peculiaridades”. Assim como no turno matutino, quando haverá espaço para os questionamentos e observações do público presente assim que as palestras forem encerradas.

Teatro e audiovisual

O 2º Encontro dos Orixás será encerrado com a apresentação do espetáculo de teatro “Lavagem do Bonfim”, também dirigido por José Guedes e com a exibição do documentário “Vivências – Sacerdotisas e sacerdotes das Religiões Afro Brasileiras no Portal do Sertão e suas experiências”, dirigido pelo cineasta Kauan Cerqueira. Todas as etapas do evento são gratuitas e integralmente abertas ao público.

O Encontro dos Orixás foi concebido originalmente em 2010, pela produtora cultural, professora de Dança Afro e coreógrafa Carmem Silva e pelo saudoso artista e estilista Adelson Brito, falecido este ano. Todas as ações do projeto têm o apoio financeiro do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Cultura e do Governo da Bahia.

Recapitulando…

O quê: 2º Encontro dos Orixás
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim – Avenida Presidente Dutra, nº 2222 – Feira de Santana
Quando: Sexta (7 de julho), a partir das 20 horas e sábado (8 de julho), a partir das 8 horas.
Quanto: Acesso gratuito

 

Imagem de Capa: Orixás, de Carybé

Tags:

Sobre o (a) autor (a):