As Feiras de Feira de Santana

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Precisamos louvar o Feira Noise

É preciso louvar com entusiasmo a edição de 10 anos do Feira Noise Festival, que ocorre nesse final de semana em Feira de Santana. Nem precisa gostar de rock ou de qualquer gênero musical, banda ou artista que se apresenta nos palcos do evento para reconhecer a capacidade inacreditável de um grupo de entusiastas de determinada cena cultural em manter de pé, em Feira de Santana, um festival que chama a atenção para além das fronteiras baianas. São mais de 30 atrações, de várias partes do Brasil, distribuídas em três dias no Ária Hall, o mais elegante e bem estruturado

5 motivos para você não perder o show de Emicida em Feira

Para quem não sabe, no próximo dia 3 de setembro, um sábado, os feirenses terão a oportunidade de assistir o show do rapper Emicida, uma das principais referências contemporâneas da música popular brasileira. Trata-se de uma oportunidade única para quem está antenado com os movimentos recentes da MPB, já que Emicida tem sido reconhecido nacional e internacionalmente belo trabalho que vem desenvolvendo (como poucos de sua geração).

Emicida é uma inspiração para jovens músicos em todo o Brasil. Por ter o rap como principal bandeira musical, um estilo muito discriminado, sem simpatia dos grandes veículos de comunicação, ele teria tudo para não ter uma carreira muito promissora, mas ocorreu justamente o contrário, haja vista os prêmios, turnês e colaborações (como a de Caetano Veloso) que conquistou.

Abaixo, listo 5 motivos para você não perder a oportunidade de curtir Emicida aqui em Feira, no teatro de arena do Amélio Amorim:

1. Uma novidade

É a primeira vez que Emicida estará em Feira de Santana. É muito comum ouvirmos reclamações sobre a falta de opções e novidades na cidade, mas costumamos ser muito acomodados quando temos a oportunidade de ter contato com algo de relevância cultural diferenciada por aqui.

Se você já conhece e curte a música de Emicida, certamente comparecerá. Se não conhece, que tal fazer um experimento? Para começar de leve, assita ao clipe de “Passarinhos”, com participação de Vanessa Da Mata:

 

2. Os temas

Emicida é um militante crítico, ácido e direto em relação aos graves problemas sociais brasileiros. Racismo e desigualdade estão no topo das suas prioridades discursivas. Lembra da participação dele no Programa Altas Horas? Olha isso:

 

E não é só conversa. Em sua música esse tom é demonstrado de maneira ainda mais aprofundada. Veja o clipe de “Boa Esperança”, um soco no estômago:

 

3. A música

Em entrevista para a Revista Brasileiros, em 2015, Emicida falou algo importante: “Eu dou minha opinião, mas deixar isso aí ser maior que a minha música é foda. Acho que é com isso que tem que ter cuidado”. Embora ostente o título de rapper (até para marcar posição de suas origens e referências), Emicida é muito mais que isso.

Para quem gosta de samba, vale a pena ver a versatilidade desse artista em seu show completo cantando o compositor Cartola:

 

4. Conheça o Rap Feirense

Junto com Emicida, você terá a oportunidade de (re)conhecer o grupo feirense Roça Sound, o rapper Magayver MC e o DJ Afonso The Dozze. Três grandes iniciativas da música alternativa feirense.

5. A necessidade de apoio

Trazer uma atração do porte de Emicida para Feira de Santana poderia ser tarefa de qualquer grande produtora, mas quem topou a missão foi o Feira Coletivo Cultural, o mesmo que organiza o Feira Noise Festival na cidade. Por se tratar de uma organização sem estrutura empresarial, esse é um passo realmente corajoso, e deve ser valorizado.

O sucesso dessa iniciativa do Feira Coletivo pode gerar muitos bons frutos para a dinâmica cultural na cidade. É preciso prestigiar!

Recapitulando…

O quê: Feira Coletivo apresenta Emicida
Quem: Emicida, Roça Sound, Magayver MC e Afonso The Dozze
Onde: Centro de Cultura Amélio Amorim – Avenida Presidente Dutra nº 2222, Capuchinhos – Feira de Santana – Bahia
Quando: Sábado, 3 de setembro de 2016, a partir das 21 horas
Ingressos – Venda presencial: Balcão Prime – Shopping Boulevard / Loja All Tribes – Rua Barão de Cotegipe 939 Centro, próximo ao Limão Drinks
Ingressos – Venda Online: SYMPLA (clique aqui!) 


Sobre o (a) autor (a):