As Feiras de Feira de Santana

Marcas de Feira

Marcas de Feira

Um dia desses, meu colega de faculdade apareceu com uma tatuagem nova lá na sala e a gente começou a viajar no desenho. Os traços eram estranhamente familiares. Mas nada de absurdo uma tattoo ser repetida por aí. A questão é que a tatuagem trazia uma sensação de pertencimento. Como se a visse diariamente em lugares muito próximos. Então percebi de onde vinha a sensação. Do Viaduto da João Durval. Mais especificamente de um grafite feito por um artista da terra: Kbça. O grafiteiro e tatuador reproduziu seus traços expostos nas ruas de Feira na pele do meu colega, e

Santini & Trio

Grupo feirense Santini & Trio se apresentará em Portugal

Os artistas de Feira de Santana continuam viajando pelo mundo para levar nossa música para outros continentes, depois do grupo Quixabeira da Matinha, Africania, Dionorina e da dupla Don Guto e Ícaro Oliveira, agora é a vez do grupo Santini & Trio embarcar para apresentações no exterior. O guitarrista e compositor Rony Santini, o contrabaixista Anderson Silva, o multi-instrumentista Rogério Ferrer e o baterista Flaviano Gallo estarão em Portugal de 30 de junho a 10 de julho mostrando o melhor da nossa música instrumental, juntamente com a produtora cultural Micheline Castro. Vencedores em 2017 do Prêmio Caymmi, um dos mais

Porque eu te amei

O que ‘Porque eu te amei’ tem a falar sobre Feira?

Já passado alguns meses do lançamento do filme feirense de Tiago Rocha, que gerou assunto durante um bom tempo e lotou praticamente todas as sessões enquanto esteve em exibição, o longa, embora já fora dos cinemas, ainda tem muito que falar. E não me refiro exclusivamente aos temas abordados no enredo. Como violência doméstica, abuso, estupro etc. Mas, também, sobre o nosso olhar sobre Feira. Porque eu te amei é uma espécie de grito da classe artística feirense. Uma produção independente, envolvendo profissionais e entusiastas da cidade, lançada por aqui de maneira honrada e reconhecida – principalmente por quem duvidou.

Irving São Paulo

O ator feirense Irving São Paulo

Provavelmente você conhece o rosto do ator Irving São Paulo, filho de um histórico cineasta brasileiro, Olney São Paulo. Irving, nascido em Feira de Santana, estrelou grandes novelas brasileiras, a exemplo de “Bebê a bordo”, “Mulheres de Areia”, “A Viagem” e “Torre de Babel”. Irving nasceu em 26 de outubro de 1964, em Feira, onde iniciou a atuar em peças de teatro. Faleceu precocemente, aos 41 anos de idade, vítima de pancreatite necro-hemorrágica. Recentemente o Vídeo Show dedicou uma edição do quadro “Memória Nacional” ao ator feirense, mostrando sua trajetória e múltiplos talentos (em especial a música):   A seguir,

Jogo de Nonô

O jogo de Nonô

“Tira a mão do ovo, Nonô!”, protesta Toinho Cabeção quando o coroa de 86 anos chega para almoçar. É assim todo início de mês: Nonô chega na lanchonete do Centro Mandacaru apoiando uma mão na bengala e a outra oscilando entre o bolso e algumas coçadinhas no meio da calça. Ele não terceiriza o saque da aposentadoria, tanto por vigilância orçamentária quanto por deleite ritualístico: após ir ao banco, compra os remédios do mês, apara o cabelo que lhe resta e arrisca tornar-se milionário nos seis números da mega. “Jogar na mega pra onde, Nonô? Vai gastar esse milhão com

Duas obras prometidas que podem melhorar a qualidade de vida em Feira

No Brasil, tornou-se consenso o entendimento de que “não se deve acreditar em palavra de político”, por causa das inúmeras circunstâncias em que mentiras, falsas promessas e discursos vazios foram proferidos pelas autoridades tupiniquins. Por outro lado, ao nos desligarmos do que dizem os políticos, garantimos que as falas nem sequer precisem ter fundamento, pois sem fiscalização fica mais fácil prometer e não cumprir.

Por isso trazemos duas promessas interessantes, uma feita pelo Prefeito de Feira, José Ronaldo, e uma feita pelo Governador da Bahia, Rui Costa, que trariam (caso executadas) benefícios significativos para a qualidade de vida dos feirenses. Vale a pena tomar conhecimento e cobrar:

Revitalização da Lagoa Salgada

As lagoas de Feira de Santana

O prefeito José Ronaldo de Carvalho autorizou a Secretaria de Planejamento a aprofundar os estudos e informações técnicas, com o objetivo de elaborar um projeto básico para a urbanização da Lagoa Salgada.

De acordo com José Ronaldo, a Prefeitura envidará esforços para obter os recursos necessários a execução das obras, que deverão ser feitas por etapa.

O projeto, de autoria do arquiteto e urbanista Claudio Rôsevel, da Secretaria de Planejamento, prevê uma série de obras estruturais voltadas à revitalização e preservação do manancial aquífero da Lagoa Salgada, bem como criar um complexo espaço de lazer e convivência disseminado ao longo do cinturão que margeará todo o equipamento.

A reunião, presidida pelo prefeito José Ronaldo, e que contou com as presenças dos secretários de Meio Ambiente, Sérgio Carneiro, do Planejamento, Carlos Brito, e da Secretaria de Comunicação, Valdomiro Silva, Claudio Rôsevel demonstrou, através de uma minuta, as obras que darão uma cara nova a um dos principais recursos naturais do município.

No projeto consta a implantação de restaurantes, mirantes para o nascente e o poente, um bosque, campo de futebol, praças para piquenique, orações, convivência e jogos de lazer. O equipamento contará com uma ciclovia, pista de cooper, um parque infantil, praças de futebol society e um anfiteatro para dar vasão às manifestações culturais da comunidade.

A Lagoa Salgada fica à margem da Avenida Nóide Cerqueira.

Trem de passageiros Salvador/Feira

Linha de Trem Salvador/Feira
Em seu discurso no início dos trabalhos da Assembleia Legislativa 2017 o Governador Rui Costa fez as seguintes declarações:

“Iniciaremos em breve uma obra sonhada há muitos anos no Sul da Bahia: a duplicação da rodovia que liga Itabuna a Ilhéus. Outro sonho começa a se materializar com fundação dos pilares da Ponte do Pontal, também em Ilhéus. Estamos negociando com o Ministério do Transporte um investimento compensatório que a FCA tem que realizar e que, a princípio, iria ser feito em Minas Gerais. Nós protestamos e chegamos a dizer que, se fosse necessário, iríamos a juízo reivindicar a inversão desses valores aqui, pois se trata de um investimento que a concessão deixou de fazer na Bahia. O projeto que apresentamos para a Concessionária e para o Ministério prevê que o traçado da Ferrovia seja deslocado de Cachoeira para Feira de Santana, agregando as cargas desse importante centro transformador e logístico. O restante da Ferrovia viria à margem da BR 324, entrando na altura de Candeias para o Porto.

Realizando esse projeto, eu viabilizo a integração com a Estação de Transbordo de Águas Claras, implantando um trem de passageiros com velocidade de 150 km/h para fazer Salvador/Feira de Santana, nesse mesmo leito da Ferrovia. Também torna-se possível integrar o trecho de Candeias até Águas Claras, criando uma ambiência de produtividade ainda maior, de urbanização, de elevação da renda, interligando mercados importantes para a atividade econômica da Bahia.”

***

E você, o que acha dessas obras? Deixe um comentário…


Sobre o (a) autor (a):