Rio Jacuípe

Jogo de Nonô

O jogo de Nonô

“Tira a mão do ovo, Nonô!”, protesta Toinho Cabeção quando o coroa de 86 anos chega para almoçar. É assim todo início de mês: Nonô chega na lanchonete do Centro Mandacaru apoiando uma mão na bengala e a outra oscilando entre o bolso e algumas coçadinhas no meio da calça. Ele não terceiriza o saque da aposentadoria, tanto por vigilância orçamentária quanto por deleite ritualístico: após ir ao banco, compra os remédios do mês, apara o cabelo que lhe resta e arrisca tornar-se milionário nos seis números da mega. “Jogar na mega pra onde, Nonô? Vai gastar esse milhão com

Colbert e Targino

Targino e Colbert trocam farpas

Sem informação Após a população do Conjunto Viveiros realizar uma manifestação por conta da falta de médico no Posto de Saúde da localidade, o prefeito Colbert Martins disse o seguinte: “não tinha informação que o posto médico do Viveiros estava tanto tempo (cerca de sete meses) sem médico”. Targino cobra afastamento da Secretária de Saúde e do Procurador do município O Deputado Estadual Targino Machado (DEM), durante pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia, nesta terça-feira, 21, cobrou do prefeito de Feira de Santana, o afastamento da Secretária Municipal de Saúde, Denise Mascarenhas, e do Procurador do município, Cleudson

Roberto Mendes

Roberto Mendes faz show na Cidade da Cultura

Um dos maiores artistas que a Bahia produziu estará em Feira de Santana na próxima quinta-feira: o cantor, compositor e ativista santamarense Roberto Mendes faz show na Cidade da Cultura, um dos principais espaços culturais de Feira de Santana. Mendes apresentará um show com tema caro a Feira de Santana: “A chula do Recôncavo com o Canto do Sertão”. Situada entre o Recôncavo e o Sertão, Feira tem a oportunidade de se reconhecer na apresentação de um notável defensor do Samba da Bahia, e do Samba antes do Samba, como ele diz, se referindo à Chula. Ele caracteriza a Chula

Os protestos em Feira de Santana

Os protestos em Feira de Santana

Os protestos em Feira de Santana Milhares de manifestantes foram às ruas do centro de Feira de Santana, protestar contra os cortes de verbas da educação, anunciados pelo MEC. Bolsonaro, Rui Costa e Colbert também foram alvos das críticas. Os três chefes do executivo estavam em viagem oficial Bolsonaro nos Estados Unidos, Rui, na China e Colbert, novamente, em Brasília, para tratar de diversos assuntos, dentre os quais o Hospital da Mulher, onde em menos de uma semana 03 bebês morreram devido à grande demanda e a falta de leitos nas maternidades do município. Professores da UEFS contra os cortes

Desemprego em Feira

Emprego formal se reduz no primeiro trimestre em Feira

No primeiro trimestre de 2019 o desemprego voltou a mostrar as suas garras aqui na Feira de Santana. Foram, no saldo, 480 empregos a menos, no saldo entre admissões (8,7 mil) e demissões (9,1 mil). Os mais penalizados foram os comerciários: no saldo, enxugaram-se 162 oportunidades para esses profissionais. Alguém mais otimista pode enxergar, aí, aquele movimento natural de dispensa do excedente que foi contratado para as festas de final de ano. O preocupante, porém, é que a redução de empregos alcançou atividades que não se relacionam diretamente ao vaivém natural do comércio. É o caso da construção civil, que

Africania lança disco novo

Formado em 2006, o grupo feirense Africania é fruto do nomadismo artístico capitaneado pelo percussionista Bel da Bonita em várias regiões do Brasil. Nesse processo de intinerância musical, a Africania se especializou no estudo das percussões em suas múltiplas linguagens – especialmente nas manifestações da música sacra afro-brasileira e nordestina -, estendendo seu diálogo rítmico com o jazz, a música caribenha e o psytrance.

No próximo dia 04 de abril (segunda-feira) a Africania lançará seu novo disco, “Orí”, que seus criadores definem do seguinte modo: “Orí é referência e reverência ao Candomblé! Ecoa qual uma cerimônia em respeito às divindades do panteão Africano.
Sua sofisticação rítmica nos fixa à terra, as harmonia e melodias nos imergem em ambientes etéreos. As fortes influências de afrojazz são ressaltadas pelos timbres de pianos Rhodes – empregados com destreza em quase todas as músicas. Como se não bastasse, a utilização dos recursos eletrônicos é essencial para a criação de um clima surrealista.

Gravado em 2008, só agora o grupo Africania reuniu recursos financeiros suficientes para o lançamento com as honrarias que a obra impõe. É bem vinda a hora de sair do resguardo!”.

Africania

Já o show de lançamento do disco Orí faz parte do projeto “ORÍ -Africania em Circulação”, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

O evento reunirá multi-linguagens artísticas, as quais foram/estão sendo desenvolvidas nas oficinas de Expressão Corporal, Experimentações Audiovisuais e Ritmia Sagrada nas cidades de Feira de Santana, Cachoeira e Santo Amaro entre o mês de fevereiro e abril. O show contará com a performance de Flávia Pedroso, projeções de Augusto Bortolini, cenário de Tina Melo, figurino de Flávia Sacramento além da musicalidade do grupo Africania.

Africania

As apresentações ocorrerão dia 8 de abril no Cine Theatro Cachoeirano (Cachoeira) às 20h, dia 22 de abril no Teatro Dona Canô (Santo Amaro) às 19h e 23 de abril no Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana) às 20h. A entrada é gratuita.

Para ter acesso ao disco, basta acessar o site www.africania.com.br a partir do dia 04/04, ou buscar a Africania nas principais plataforma musicais digitais (Youtube, Soundcloud, Deezer, Spotify).


Sobre o (a) autor (a):