As Feiras de Feira de Santana

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Precisamos louvar o Feira Noise

É preciso louvar com entusiasmo a edição de 10 anos do Feira Noise Festival, que ocorre nesse final de semana em Feira de Santana. Nem precisa gostar de rock ou de qualquer gênero musical, banda ou artista que se apresenta nos palcos do evento para reconhecer a capacidade inacreditável de um grupo de entusiastas de determinada cena cultural em manter de pé, em Feira de Santana, um festival que chama a atenção para além das fronteiras baianas. São mais de 30 atrações, de várias partes do Brasil, distribuídas em três dias no Ária Hall, o mais elegante e bem estruturado

Feira sedia Mostra de Cinema Contemporâneo do Nordeste

Os apaixonados por cinema em Feira de Santana estão tendo uma oportunidade ímpar de prestigiar produções de destaque no cinema nordestino, já que está ocorrendo no Centro de Cultura Amélio Amorim a I Mostra de Cinema Contemporâneo do Nordeste. Com entrada gratuita, a Mostra tem o intuito de proporcionar à população de Feira de Santana a oportunidade de assistir filmes que vêm obtendo destaque em festivais nacionais e internacionais, mas que infelizmente nem sempre conseguem espaço nas salas de cinema comerciais.

Haverá exibições, em todas as quintas-feiras de janeiro, tanto pela manhã, quando serão apresentados documentários, quanto no turno vespertino, com os filmes ficcionais. Cada sessão é composta por um curta e um longa-metragem. Além das exibições, a I Mostra de Cinema Contemporâneo do Nordeste oferecerá paralelamente três oficinas em três vertentes variadas da sétima arte: “Cinema e Educação nas Escolas”, “Práticas de roteiro para curta-metragem” e “Webdocumentário”.

Um dos filmes exibidos nesta quinta (14), o documentário curta-metragem “Procurando Rita”, dirigido pelo baiano Evandro Freitas, mostra a experiência de cinema vivida por Seu Adilson, um projetista do antigo Cine-Teatro Glória, em Cachoeira-BA. Clique na imagem a seguir para assistir:

Procurando Rita

Outro filme exibido nesta quinta foi a animação “Ritos de Passagem”, do diretor baiano Chico Liberato. Assista ao trailer:

 

Veja a programação da próxima quinta, 21 de janeiro:

Manhã – Sessão Documentário – 10:00h

CURTA – ANA

Direção – Camila Camila

(Bahia, 2015, 20 min)

Sinopse: Dos depoimentos de cinco irmãs criadas no interior da Bahia entre as décadas de 1960 a 1980 e da educação dada por sua mãe; professora e psicótica maníaca depressiva. Ana busca uma poética que toque as inquietações do corpo, das relações de gênero e da família. Indícios, fragmentos de vida que me compõem. Histórias familiares, especialmente as que identifico-me enquanto mulher. A memória é um instrumento de ficção.

LONGA – FAZ-SE FILMES

Direção – Violeta Martinez

(Bahia, 2015, 99min)

Sinopse: “Faz-se Filmes” é um projeto itinerante que propôs percorrer onze cidades do interior da Bahia, oferecendo o serviço de produção de filmes em curta-metragem à população de pouco acesso a produção de cinema e cultura digital. O projeto buscou incentivar e possibilitar todo e qualquer cidadão a criar e ampliar a sua produção econômica e/ou artística, a partir das propostas de filmes que foram apresentados em cada localidade pelas pessoas que solicitaram o “Faz-se Filmes”, mobilizando comunidade e equipe em prol do incentivo à cultura e preservação da identidade local.

Tarde – Sessão Ficção – 14:00h

CURTA – MURIEL

Direção – Vanessa Cavalcante

(Ceará, 2015, 18 min)

Sinopse: Muriel nunca teve uma namorada. Depois de ver uma chamada de um programa de TV, ele decide que está na hora de sua vida mudar, de arrumar uma namorada, e de não mais ser um fracasso.

LONGA – AMOR DOS OUTROS

Direção – Deo

(Bahia, 2015, 111 min)

Sinopse: Júnior é um cara normal, com um emprego normal, numa cidade normal, que anda por aí com uma espada de samurai tentando resolver suas questões de amor.


Para mais informações acesse o Facebook e o site da Mostra.


Sobre o (a) autor (a):