As Feiras de Feira de Santana

Cooperativas em Feira de Santana

Cooperativas com os dias contados em Feira de Santana

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Ministério Público da Bahia (MP-BA) exigiram que a Prefeitura Municipal de Feira de Santana não faça mais contratações de servidores através de cooperativas. Novas Contratações Colbert Martins disse ao Acorda Cidade que as contratações só poderão ocorrer via Organização Social (OS), seleção pública (Reda) ou concurso público. Ao atender essa recomendação, é provável que aumente o número de processos seletivos para contrações temporárias. Fim das indicações políticas Infelizmente, com o fim das contratações via cooperativas, não é certo de que acabem também as indicações políticas. A contratação de Organização Social permite

Vai ter Feira Noise Festival em 2020

O Feira Coletivo Cultural e a Banana Atômica realizaram no último final de semana, em Feira de Santana (BA), uma edição histórica em comemoração aos 10 anos de existência do Feira Noise Festival. O evento aconteceu entre os dias 22 a 24, no Ária Hall, reforçando sua importância para a consolidação da cena local, além de manter Feira de Santana na rota de circulação de bandas e artistas independentes. Ao todo, 33 atrações se revezaram entre os palcos Banana Atômica e Budweiser, sendo 13 delas de Feira de Santana. Importantes nomes da música brasileira contemporânea como Supercombo, Francisco El Hombre, Black Pantera, Potyguara Bardo,

O fenômeno flamenguista em Feira de Santana

Na manhã dessa segunda-feira, a Praça da Bandeira foi a arena onde se discutiu sobre o mais importante e popular time de futebol brasileiro. — É óbvio que o Bahia é de mais importância. O Brasil nasceu onde? Se é aqui o início do Brasil, o Bahia é o time do nosso povo, defendia Papinho, torcedor patológico do Bahia. — O Flamengo, companheiro, é o time das massas, o time rubro, castanho, caboclo, representando os índios, e negro, quilombola, africano, representando o povo escravizado, proclamava Seu Teófilo, tomando caldo de cana para curar a ressaca da comemoração dos dois títulos

Roça Sound

“Tabaréu Moderno”, o novo álbum do Roça Sound

“Tabaréu Moderno” é o terceiro disco do grupo Roça Sound. Lançado no último dia 15 de novembro, o novo álbum estava sendo esperado pelo público que acompanha o trabalho dos feirenses desde “Você Aguenta Quantos Rounds?”, de 2014. Formado por NickAmaro (DJ/ MC), Paulo Bala (MC), Dom Maths (MC) e o dançarino Edy Murphy, o Roça Sound explora sonoridades que vão desde a Cultura Nordestina, Rap, Dembow, Reggae, e o DanceHall, tendo o suingue como sua marca principal. Em “Tabaréu Moderno”, trazem nove faixas autorais e inéditas, com as participações da Orquestra Reggae de Cachoeira, Quixabeira da Matinha, Bel da

Precisamos louvar o Feira Noise

É preciso louvar com entusiasmo a edição de 10 anos do Feira Noise Festival, que ocorre nesse final de semana em Feira de Santana. Nem precisa gostar de rock ou de qualquer gênero musical, banda ou artista que se apresenta nos palcos do evento para reconhecer a capacidade inacreditável de um grupo de entusiastas de determinada cena cultural em manter de pé, em Feira de Santana, um festival que chama a atenção para além das fronteiras baianas. São mais de 30 atrações, de várias partes do Brasil, distribuídas em três dias no Ária Hall, o mais elegante e bem estruturado

Caipirinha cremosa da Pizzaria Billy – Sabores da Cidade

Quem acompanha as postagens do Feirenses sabe que as indicações de botecos e restaurantes seguem um padrão onde se aborda os carros chefes de cada local.

Alguns exemplos são as séries de locais para comer pastel, tomar café e até comer bode. Entretanto, fugindo um pouco dessa linha, vamos também explorar alguns sabores da cidade, que não necessariamente são os itens mais conhecidos dos cardápios, e ainda assim acabam roubando a cena e merecendo destaque.

Vamos começar falando da Pizzaria Billy, não das pizzas, mas sim de um drink, em especial.

Caipirinha cremosa – Pizzaria Billy

Apesar do forte ser a famosa pizza frita, a caipirinha cremosa merece um capítulo à parte na Billy. Servida num copo de tulipa grande, a batida possui uma consistência incrível, que fica entre um Milk Shake e um sorvete. O teor alcoólico é considerável, porém, não incomoda ao descer na garganta, o que torna uma bebida muito refrescante.

No fim das contas, acaba sendo uma releitura muito bem-feita da tradicional caipirinha, e, segundo os garçons, que não entram em muito detalhes de como é feita, é basicamente composta de gelo e leite condensado batidos.

Caipirinha do Billy - Feira

Por falar neles, os garçons são figuras conhecidas que trabalham lá há bastante tempo, mas o atendimento fica um pouco prejudicado quando o lugar enche demais. Como a cozinha tem alguns pratos que demoram pra sair, é preciso um pouco de paciência, mas, acaba compensando a espera, tendo em vista seus preços serem bem honestos, inclusive do referido drink.

O Billy, como é comumente chamado pelos mais familiarizados, já é um lugar clássico da cidade e, se você ainda não experimentou, peça a caipirinha cremosa em sua próxima visita. O ambiente, apesar de simples, é bem familiar, e a localização o torna aconchegante. Visita recomendada pra toda família e amigos. A caipirinha custa R$. 7,90.

Dica: Pra acompanhar, a porção de batata frita é uma boa pedida, pois é bem sequinha e a porção generosa.

A Pizzaria Billy fica localizada no cruzamento da Avenida Maria Quitéria com a Rua Dr. João Mangabeira, n.º  489, Bairro Brasília.


Sobre o (a) autor (a):