Rio Jacuípe

São José das Itapororocas (Maria Quitéria): passado e presente

Os mitos fundacionais de uma cidade/civilização são sempre cercados de muitos personagens, estórias, acontecimentos, perseguições, guerras e muitas reviravoltas. No caso dos mitos fundacionais das cidades brasileiras quase todos são contados levando como ponto de partida a chegada do colonizador, a expulsão dos povos indígenas nativos e a construção de igrejas, estradas, fortes e pequenas povoações. O mito fundacional comumente conhecido da cidade de Feira de Santana é aquele ligado à história da doação das terras para a construção da capela em devoção à Sant’Ana no Alto da Boa Vista, por Domingos Barbosa de Araújo e sua esposa Ana Brandão,

Pá Rua?

Pá Rua?

Outro dia, peguei Robson. Não exatamente “peguei”, no sentido em que vossas consagradas cabeças maliciosas estão pensando. Eu não botei minha língua na boca dele. Robson é ligeirinho. Eu usufrui de seus serviços clandestinos de transporte alternativo. É sempre uma viagem andar com Robson. Porque ele é o mais atípico dos ligeirinhos. É o mais lento, mas o mais organizado. Ele transforma um Fox em minivan e leva 70 pessoas — confortavelmente. Para honra e glória de Oxalá, eu fui na frente. Sozinho. Uma raridade, às 7 da manhã no Parque Lagoa Subaé. Meu bairro não é dos mais populosos,

Rua Marechal em mão única

Feira (A)notada: Marechal em mão única e novidade na Câmara

Lulinha entrega o cargo de Líder do Governo Após alguns colegas vereadores manifestarem a insatisfação com o líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luís Augusto (Lulinha), do DEM, entregou o cargo durante discurso na Sessão desta terça-feira (11). 10 anos do Museu Parque do Saber No próximo dia 15 de dezembro, o Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo estará completando uma década de existência. E, para comemorar, foi realizada na terça-feira (11) uma homenagem especial a todos os envolvidos com o projeto inicial. O evento contou com as presenças do prefeito Colbert

Tourinho Candidato

Tourinho candidato, cubanização de assessores e toma lá da cá

Tourinho Candidato Surgiu mais um nome interessado no Paço Municipal em 2020. O vereador Roberto Tourinho, atualmente filiado ao PV, confirmou ao site Acorda Cidade que tem discutido o assunto.  Com sete mandatos, Tourinho é um dos políticos mais respeitados de Feira de Santana e filho de um ex-prefeito, o advogado José Falcão da Silva, que morreu durante o exercício do mandato. Ele se junta a nomes como Fernando Torres, Zé Neto, Zé Chico, Colbert Filho, Angelo Almeida, Carlos Geilson e Targino Machado que também se movimentam para disputar a prefeitura feirense. Toma lá dá cá Ao colocar o cargo

O Rural Feirense

O rural feirense, segundo o último Censo Agropecuário (parte 1)

Foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) os números referentes ao Censo Agropecuário realizado em 2017. Os dados são essenciais para que os governos das três esferas – Federal, Estadual e Municipal – elaborem suas políticas, mas são também muito importantes para acadêmicos, estudiosos do tema, para a imprensa especializada e até mesmo para o cidadão que deseja se manter informado sobre o seu município. Uma leva de informações sobre a Feira de Santana já está disponível e pode ser consultada. Os pesquisadores, em suas andanças pelo rural feirense apuraram, por exemplo, que existem exatos 9.191 estabelecimentos

A arte de Antonio Carvalho de Novaes

Natural de Juazeiro-BA, Antonio Carvalho de Novaes mudou-se para Feira de Santana em 1972, e hoje, com 51 anos de idade, considera-se feirense de coração.

Desde pequeno gostava de desenhar, realizando seu primeiro trabalho artístico aos 13 anos, quando elaborou uma obra, em óleo sobre tela, retratando uma casa no Sertão Pernambucano. Em sua juventude pintou várias telas, inclusive releituras de quadros famosos, dentre eles “Montanhas do Taiti” do artista francês Paul Gauguin e “Vento Noturno” do artista americano Charles E. Burchfield.

De lá para cá vem intensificando os trabalhos e realizando exposições, com destaque para a exposição na cidade de Zwolle, que fica a 112 km de Amsterdam, capital da Holanda, em 2015. Foram expostas 10 obras com o tema “Borboletas do Mundo” que foram vistas, até o mês de dezembro de 2015, na Brasserie Het Vliegerhuys, restaurante e espaço cultural de Zwolle, cujo belíssimo prédio foi construído em 1450.

Abaixo, algumas telas da coleção:

 

Borboleta pavão esmeralda, que é nativa do sudoeste da Ásia

Borboleta pavão esmeralda, que é nativa do sudoeste da Ásia – Pintura de Antonio Carvalho (2015)

 

Borboleta Agraulis vanillae (borboleta-maracujá-silvestre). Pintura de Antonio Carvalho

Borboleta Agraulis vanillae (borboleta-maracujá-silvestre) – Pintura de Antonio Carvalho (2015)

 

Borboleta borboleta "Common Lime" da espécie Papilionidae - Pintura de Antonio Carvalho (2015)

Borboleta borboleta “Common Lime” da espécie Papilionidae – Pintura de Antonio Carvalho (2015)

Exposição na Galeria Carlo Barbosa (CUCA)

A novidade é que Antonio Carvalho irá expor ainda em 2016 na Galeria de Arte Carlo Barbosa, no Centro Universitário de Cultura e Arte, o CUCA.

A exposição se chamará “Recortes de Feira de Santana” e será composta por diversas telas (óleo sobre tela) retratando detalhes ou “recortes” dos principais prédios históricos, monumentos e igrejas de Feira de Santana. A exposição também tem por objetivo conscientizar a sociedade quanto à necessidade de preservação do que ainda resta do patrimônio histórico da cidade.

Entre as obras estão telas que retratam o monumento “Caminhos de Feira de Santana”, do artista feirense Juraci Dórea, detalhes do “Monumento ao Caminhoneiro”, de Gil Mário, detalhe da entrada do Paço Municipal Maria Quitéria, janelas do Casarão Fróes da Motta, detalhe arquitetônico do prédio da Filarmônica 25 de Março e detalhe do vitral da Igreja Senhor dos Passos (São Tomé).

Abaixo, algumas das obras que estarão expostas no CUCA:


Sobre o (a) autor (a):