Rio Jacuípe

Feira no ranking da Transparência

Feira (A)notada: Feira vai mal em ranking da transparência – e outras notas

Feira ocupa a 387ª posição em ranking nacional de transparência O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) divulgaram, na última quarta-feira (12), o resultado da Escala Brasil Transparente (EBT) – Avaliação 360°. Feira de Santana ocupa a 387ª posição. Salvador ficou na 168ª colocação. Vitória da Conquista, na 4ª posição, foi a cidade baiana mais bem colocada. No total foram avaliados 665 municípios e 27 estados. MP Eleitoral move ação contra a diplomação de Targino Machado O deputado estadual Targino Machado é alvo de ação de investigação judicial pelo Ministério Público (MP) Eleitoral. O parlamentar participou da cerimônia de

São José das Itapororocas (Maria Quitéria): passado e presente

Os mitos fundacionais de uma cidade/civilização são sempre cercados de muitos personagens, estórias, acontecimentos, perseguições, guerras e muitas reviravoltas. No caso dos mitos fundacionais das cidades brasileiras quase todos são contados levando como ponto de partida a chegada do colonizador, a expulsão dos povos indígenas nativos e a construção de igrejas, estradas, fortes e pequenas povoações. O mito fundacional comumente conhecido da cidade de Feira de Santana é aquele ligado à história da doação das terras para a construção da capela em devoção à Sant’Ana no Alto da Boa Vista, por Domingos Barbosa de Araújo e sua esposa Ana Brandão,

Pá Rua?

Pá Rua?

Outro dia, peguei Robson. Não exatamente “peguei”, no sentido em que vossas consagradas cabeças maliciosas estão pensando. Eu não botei minha língua na boca dele. Robson é ligeirinho. Eu usufrui de seus serviços clandestinos de transporte alternativo. É sempre uma viagem andar com Robson. Porque ele é o mais atípico dos ligeirinhos. É o mais lento, mas o mais organizado. Ele transforma um Fox em minivan e leva 70 pessoas — confortavelmente. Para honra e glória de Oxalá, eu fui na frente. Sozinho. Uma raridade, às 7 da manhã no Parque Lagoa Subaé. Meu bairro não é dos mais populosos,

Rua Marechal em mão única

Feira (A)notada: Marechal em mão única e novidade na Câmara

Lulinha entrega o cargo de Líder do Governo Após alguns colegas vereadores manifestarem a insatisfação com o líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Luís Augusto (Lulinha), do DEM, entregou o cargo durante discurso na Sessão desta terça-feira (11). 10 anos do Museu Parque do Saber No próximo dia 15 de dezembro, o Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo estará completando uma década de existência. E, para comemorar, foi realizada na terça-feira (11) uma homenagem especial a todos os envolvidos com o projeto inicial. O evento contou com as presenças do prefeito Colbert

Tourinho Candidato

Tourinho candidato, cubanização de assessores e toma lá da cá

Tourinho Candidato Surgiu mais um nome interessado no Paço Municipal em 2020. O vereador Roberto Tourinho, atualmente filiado ao PV, confirmou ao site Acorda Cidade que tem discutido o assunto.  Com sete mandatos, Tourinho é um dos políticos mais respeitados de Feira de Santana e filho de um ex-prefeito, o advogado José Falcão da Silva, que morreu durante o exercício do mandato. Ele se junta a nomes como Fernando Torres, Zé Neto, Zé Chico, Colbert Filho, Angelo Almeida, Carlos Geilson e Targino Machado que também se movimentam para disputar a prefeitura feirense. Toma lá dá cá Ao colocar o cargo

A Bolsonariana de Feira, Oposicionistas Ocasionais e a Contribuição da APLB

A partir de hoje o Feirenses conta com a colaboração do jornalista e radialista Rafael Velame, através da coluna “Foguetinhos”, que conta detalhes e percepções dos bastidores da política feirense. Pequenas “pílulas” que trazem grandes insights sobre os movimentos do poder na cidade.

Arrogância sem limite

Alguém alerte a “bolsonariana” de Feira de Santana que um mandato de quatro anos passa rápido. Do jeito que ela vai, quando perder o status de deputada terá que se mudar para Marte diante tantos desafetos que vem adquirido desde que se elegeu. A “bolsonariana” no alto da sua arrogância, não tem perdoado das criticas nem mesmo quem foi seu aliado durante a campanha.  É aquela história: quanto mais subir, maior será a queda. Questão de tempo.

***

APLB fica sem contribuição obrigatória

O prefeito Colbert Martins (PMDB) resolveu usar as novas regras da reforma trabalhista aprovada pelo Senado e não repassou ao Sindicado dos Trabalhadores em Educação de Feira de Santana (APLB) a contribuição sindical anual. A nova lei tornou opcional a contribuição, isso significa que os trabalhadores e as empresas não são mais obrigados a dar um dia de trabalho por ano para o sindicato que representa sua categoria, por isso a prefeitura não debitou o imposto sindical dos professores, como fazia anualmente. Agora, para receber a quantia equivalente a um dia de trabalho por ano dos professores, Marlede Oliveira, presidente da APLB, terá que encontrar outro meio de cobrança e preparar uma boa argumentação para fazer que os trabalhadores paguem tal quantia.

***

Votação significativa

A votação sobre o PDDU na Câmara de Feira de Santana foi significativa. Apesar da vitória do Governo Municipal, graças ao voto de minerva do presidente José Carneiro (DEM), a discussão expos a fragilidade do prefeito Colbert Martins (MDB) entre os vereadores feirenses. Ficou claro que agora, além dos oposicionistas habituais, o prefeito terá que enfrentar os “oposicionistas ocasionais”, que são aqueles “aliados” que votam baseado no famigerado “toma lá dá cá”.

***

Visite o Blog do Velame e leia mais “foguetinhos” e outros conteúdos sobre Feira de Santana.

[As colunas publicadas no Feirenses são de autoria dos respectivos colaboradores do portal, e não representam as ideias ou opiniões do Feirenses].


Sobre o (a) autor (a):