Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

O cenário do teatro em Feira de Santana

Muito boa matéria da TV Olhos D’Água sobre o cenário do teatro em Feira de Santana. Porque esse tipo de arte é desvalorizado na cidade? Veja alguns caminhos apontados para entender o problema:


Sobre o (a) autor (a):

  • Luis Ernesto

    Boa noite! parabéns pelo blog, tenho curtido no facebook. Eu costumo frequentar o teatro em Feira de Santana, pena que não estou acompanhando a programação das quartas-feiras em função de trabalho. Inclusive, desde os dois anos de idade que minha primeira filha frequenta o domingo tem teatro e é apaixonada pelos espetáculos e a outra já começou cedo a frequentar as salas, com seis meses, hj ela está com um ano e três meses. Acredito que o grande problema reside na falta de apoio do poder público, especialmente municipal de fomentar as produções locais com apoio financeiro e permitir, assim, que as crianças e adolescentes entrem em contato com as produções. Por outro lado, há também a necessidade de uma sala de teatro mais robusta e de maior capacidade para contemplar as produções nacionais. Um abraço. Luis Ernesto

    • Cezar Ubaldo

      Infelizmente,Luis Ernesto,sempre foi assim,aqui na cidade.Fiz parte dos Grupos de Teatro SCAFS e META ,dois importantes grupos teatrais e que eram tão valorizados por artistas de Salvador,à época,como Jurema Penna,Mário Gusmão(já falecidos),Zoila e Arivaldo Barata,Carlos Petrowich(falecidos)Harildo Deda e tantos outros.O público também valorizava as apresentações,muitas vezes lotando a sala do cine Santanópolis nas matinés de domingo com espetáculos de alto nivel,assim como a sala de auditório da Radio Cultura,do grande Salão da Euterpe Feirense e do Cine Iris pois não tínhamos,até o inicio do governo de João Durval,na Prefeitura,um espaço mais apropriado para as apresentações,até ser adequado um espaço na Rua Carlos Gomes,o nosso primeiro Teatro Margarida Ribeiro