União Médica

Crianças feirenses com Câncer recebem presente único

É muito comum que pessoas diagnosticadas com câncer tenham uma mudança grave em seu estilo de vida. O tratamento envolve desgastes físicos e emocionais significativos, exigindo um esforço pessoal e familiar fora do comum. No caso das crianças com câncer, a dificuldade se aprofunda, já que a infância é um período fundamental para o desenvolvimento da personalidade e do caráter de todo indivíduo. Nesse sentido, o ambiente familiar e social saudável torna-se imprescindível para compensar as dificuldades trazidas pela doença. A criança com câncer não pode ser menos criança: deve ter acesso a diversões, brincadeiras, atenção e inventividade próprios da

SAMU

Trote para o SAMU terá multa em Feira

O Governo Municipal sancionou a Lei 3.761, de 9 de outubro de 2017, que dispõe sobre a imputação de multas para os praticantes de trotes contra o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. Veja alguns artigos da Lei: Art. 1º – Fica passível de multa os proprietários de linhas telefônicas cujos aparelhos sejam utilizados para a prática de trotes contra o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Art. 2º – Identificando o número do telefone do infrator, este será encaminhado pelo SAMU através de um relatório às respectivas empresas telefônicas para que as mesmas forneçam os nomes

Desemprego em Feira de Santana

Emprego em Feira pode alcançar quarto ano de saldo negativo

Semana passada houve um festivo balanço sobre o desempenho da economia brasileira nos oito primeiros meses do ano. Em meio aos confetes, às autocongratulações, ao otimismo acerca do futuro redentor, alguém ponderou que é precoce assegurar que o pior já passou para o mercado de trabalho. Mas a advertência se perdeu em meio à algazarra que busca sufocar os vexatórios escândalos de corrupção que, a cada semana, ganham um novo capítulo, envolvendo Michel Temer (PMDB-SP), o mandatário de Tietê, e sua retaguarda palaciana. O raciocínio é oportuno, conforme uma análise superficial sobre os números mais recentes atesta. Embora registre tênue

Ensino Religioso

Escola sem partido, mas com religião

Quando criança, assisti às inevitáveis aulas de religião na escola. A professora era uma espécie de beata, muito afável e risonha, que frequentava a igreja católica ali do Alto do Cruzeiro, nas imediações do Sobradinho. Naqueles tempos, boa parte da população era católica. Eu próprio tive formação católica: assim, embora não me recorde mais do conteúdo das aulas, lembro que aquilo não me causava estranhamento. Tudo mudou quando cheguei à antiga sétima série, noutra escola: autoritária e intolerante, a professora provocava estranhamento e, não raras vezes, ojeriza à classe. Cavoucando a memória, recordo de uma freira que, uma vez por

Eliana Lima

Entrevista com Eliana Lima [Feirenses TV]

A Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana – nasceu da necessidade de despertar os dirigentes de instâncias públicas, privadas e filantrópicas para a importância de implementar políticas públicas do livro e da leitura na sociedade, e assim possibilitar o acesso de pessoas das diversas esferas sociais ao universo da leitura e das realizações culturais. A Feira já se consolidou como um evento importante para reunião de pessoas em torno da arte, da cultura e do entretenimento. Ela vem se constituindo como uma ação sociocultural que visa a potencializar a formação do leitor de todas

Galerias tradicionais de Feira de Santana – Shopping Jomafa

Localizado entre as ruas de Aurora e Conselheiro Franco, o Shopping Jomafa é uma das maiores galerias comerciais de Feira de Santana. Na década de 90, quando o Boulevard Shopping ainda não existia, o Jomafa era uma sensação na cidade, tido como o principal Shopping de Feira de Santana.

Naquela época, o centro comercial de Feira monopolizava a comercialização de roupas, calçados e artigos de uso pessoal, diferentemente de hoje, quando o Boulevard, o Outlet e lojas espalhadas pela Getúlio Vargas (na região da Santa Mônica) possibilitam a aquisição desses produtos – principalmente para o público de classe média/alta.

Apesar disso, o Jomafa resiste. Embora não possua as dimensões de um grande shopping, a estrutura pode ser considerada bastante avançada para a época em que foi fundado. A escada centralizada, distribuída entre os três pisos do shopping através de uma trajetória circular, é um indício de que a construção tomou como referência os modernos shoppings.

Shopping Jomafa - Feira de Santana

O piso, que hoje tem um brilho cansado, e a largura dos corredores amplos são outras práticas arquitetônicas próprias de algo mais contemporâneo. Os tubos de metal que compõem as escadas, o sistema de ar condicionado e as estruturas do teto dão a mesma impressão.

Shopping Jomafa

Hoje o Shopping Jomafa, sigla do nome do empresário e ex-prefeito de Feira João Marinho Falcão, se divide principalmente entre lojas vazias para alugar e lojas de empréstimos, onde é possível ver um ou outro gato pingado (ou gata pingada) conversando com as atendentes que tentam convencer aposentados, pensionistas, funcionários públicos e outras presas a adquirir “empréstimo fácil e rápido”. Algumas lojas têm mais atendentes do que clientes.

Shopping Jomafa - Feira de Santana

Aqui e ali outros ramos resistem: uma loja de roupas, uma de apliques de cabelo, outra de materiais de caça e pesca e mais umas duas que aproveitam a proximidade com o SAC para tirar Xerox e fazer impressões.

O surpreendente do Jomafa, sem dúvida, está no piso superior; uma praça de alimentação onde dois restaurantes vendem suas refeições a preços populares. Lá é encontrado um grande painel de um dos principais artistas plásticos feirenses, Juraci Dórea.

O painel, de mais de 5 metros de largura, compõe a série “Fantasia Sertaneja”. Produzido em 1987, possui citações do poeta feirense Iderval Miranda ao lo longo de sua extensão. A obra possui algumas avarias, o que aponta para a necessidade de melhor preservação com urgência.

Juraci Dórea

Juraci Dórea

Painel de Juraci Dórea

Shopping Jomafa

Grandes janelas possibilitam boa quantidade de luz para iluminar a pintura de Juraci, e oferecem, ao mesmo tempo, uma imagem panorâmica de parte de Feira de Santana. Esses são resquícios do brilho comercial do Shopping Jomafa, resquícios de quando o Centro de Feira de Santana ainda recepcionava as elites da cidade.


Sobre o (a) autor (a):