Diagnóstico Cultural

Resultado de diagnóstico cultural será apresentado a Feira de Santana

Nesta terça, 27 de junho, às 19h, será realizada, no Teatro Margarida Ribeiro, a apresentação dos resultados do Diagnóstico Cultural de Feira de Santana, realizado em 2016 pelo Galpão Cine Horto, em parceria com a Habitus Pesquisa. O Galpão Cine Horto é uma organização cultural de Minas Gerais, que realiza projetos culturais (cursos, pesquisas, oficinas e eventos) em diversos segmentos, envolvendo ativistas e artistas do Brasil e do exterior. O Diagnóstico buscou identificar o perfil da cultura local, seus agentes e manifestações, bem como as principais potencialidades e vulnerabilidades da cultura no município. Para isso, foram realizadas entrevistas, questionários e

A chuva em Feira de Santana

Chuvas garantiram fartura nos festejos juninos

Quem se aventurou pelo Centro de Abastecimento nos dias que antecederam os festejos juninos pôde notar uma significativa diferença em relação ao ano passado: a oferta de produtos se ampliou, inclusive com expressiva redução de preços em relação a 2016. Tudo por conta das chuvas que começaram a cair nos primeiros dias de abril e que se estenderam até aqui, meados do mês de junho. Embora o semiárido siga carecendo de mais chuva, sobretudo para reforçar os reservatórios, o inverno sertanejo representou uma trégua feliz na rotina de secas dos últimos anos. Foi visível a fartura do amendoim, do milho

A música regional do nordeste em 5 discos dos anos 1970

Que os anos de 1970 foram, de modo geral, bastante conturbados, isso não é novidade para ninguém, todavia, poucas épocas nos deixaram um legado de diversidade musical tão grande. Seja com o fim do classic rock ou com o nascimento da discoteca, da incorporação de instrumentos eruditos ao rock’n’roll, à revitalização do samba carioca, ambos iniciados no final dos anos 60, a década de 70 também se responsabilizou por muitos outros “resgates”, entre eles, o da música nordestina. Na segunda metade da década de 70, muitos artistas surgiram com a proposta de trazer de volta o que havia de mais

Quando Luiz Gonzaga vinha a Feira de Santana

De acordo com relatos de fontes diversas, sabe-se que Luiz Gonzaga, o Gonzagão, ícone maior da música nordestina, esteve algumas vezes da sua extensa carreira em Feira de Santana. O jornalista e colecionador de reminiscências feirenses Adilson Simas é uma das fontes mais confiáveis nesse sentido, lembrando uma das ocasiões em que o Rei do Baião pisou em terras feirenses: “Em 1973, ano do seu centenário de emancipação política, a Feira de Santana, de janeiro a dezembro, recebeu grandes personalidades. Luiz Gonzaga, mais tarde laureado com o título de Cidadão Feirense e que aqui fez várias apresentações, desde a marquise

Estacionamento de motos em Feira de Santana

A nova regra para motos em estacionamentos privados de Feira

Os proprietários de motocicletas em Feira de Santana não precisarão pagar o mesmo valor dos carros quando forem utilizar  estacionamentos privados no município. Foi publicada uma Lei Municipal regulamentando a situação no Diário Oficial do Município. Veja a Lei na íntegra: Dispõe sobre os critérios de diferentes taxas cobradas em estacionamentos privativos para motocicletas e automóveis. O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA, ESTADO DA BAHIA, FAÇO saber que a Câmara Municipal, através do Projeto de Lei nº 16/2017, de autoria do Edil Ewerton Carneiro da Costa, decretou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º – Fica posto em

Redesign Feira. Uma homenagem às grandes marcas feirenses.

Feira de Santana, 10 de janeiro de 2017… O telefone do publicitário Sergio Magno toca e ele atende. Do outro lado da linha, seu amigo designer, Vinícius Lima, avisa: “Fomos convidados para reestilizar a marca da Earte”. O convite foi aceito e o processo começou rapidamente. “Sempre fomos apaixonados pelo conceito e pela história da Earte. A marca original é carregada de significado, por isso, sempre soube que tínhamos uma grande responsabilidade nas mãos”, conta Magno.

Redesign da marca da Earte

Reestilização de marca é um processo que acontece em todo o mundo, nos mais variados segmentos. Gigantes multinacionais como Coca-Cola, Volkswagen, Fiat, Shell, Burger King, entre outras, já utilizaram esse tipo de recurso para modernizar suas logos. Segundo Vinícius Lima, “o objetivo da reestilização nunca é negar a qualidade da marca original, o processo consiste em manter sua essência, trazendo elementos gráficos e recursos técnicos mais atuais e modernos”.

Durante a experiência para a Earte, os amigos sentiram que o trabalho deveria continuar. Aquela vivência despertou uma grande curiosidade de ver outras marcas feirenses passando também por um processo de reestilização. A intenção era, de alguma forma, homenagear empresas que fazem parte da história de Feira de Santana e construíram, durante as últimas décadas, marcas consolidadas no mercado.

Para tirar uma ideia tão ousada do papel, era preciso contar com um reforço extra. Afinal, o estudo de criação ou reestilização de uma marca exige muito tempo e dedicação. Magno lembra que a proposta inicial sempre foi trabalhar com um número de 10 empresas e isso tornaria o projeto inviável se fosse feito apenas a 4 mãos. “Foi pensando nisso que convocamos outros amigos do mercado para participar do desafio, que foi prontamente atendido”.

Redesign Feira

Foto: Diogo Brasileiro

E, assim, o Redesign Feira foi criado. Jerffeson Feitosa, Raoni Setubal e Caio Augusto foram adicionados ao grupo e os trabalhos foram iniciados. Os profissionais escolheram as marcas a partir de sua relação afetiva com a logo ou a empresa. Todo o processo de reconstrução, desde a tipografia até as cores, foi amplamente discutido por todos em um grande estudo que durou 30 dias.

Redesign Feira

Foto por Diogo Brasileiro | Da esquerda para a direita (em pé) Vinícius lima, Caio Augusto, Jerffeson Feitosa. Da esquerda para a direita (Sentados) Sergio Magno e Raoni Setubal.

Finalizado o processo, os amigos se reuniram para dar os retoques finais e celebrar o sucesso da iniciativa. Para Jerffeson Feitosa, todo o projeto aconteceu como um grande experimento social. “Foi muito valioso reunir profissionais tão brilhantes e com estilos tão diferentes para prestar essa homenagem às marcas que fizeram parte da nossa vida. Como não havia nenhum fim comercial ou financeiro, ficamos livres para colocar a nossa identidade em cada marca”.

Estudo de Marca

À esquerda: estudo de ícone. À direita: estudo de cor.

Agora, o grupo se prepara para um empreendimento ainda mais audacioso. Durante 6 meses, eles vão desenvolver um projeto colaborativo com o objetivo de criar uma identidade visual para Feira de Santana, assim como acontece em outras grandes cidades como Nova York e Amsterdam. A intenção é mostrar como o design é capaz de elevar a autoestima da população e criar uma identidade visual que seja reconhecida em qualquer canto do mundo.

O redesign das marcas

Tchin Yen Bao

Redesign por Jerffeson Feitosa

Pink Floyd

Redesign por Jerffeson Feitosa

Ikebana

Redesign por Sergio Magno

Kamys

Redesign por Sergio Magno

Flor do Maracujá

Redesign por Raoni Setubal

Feira Tênis Clube

Redesign por Raoni Setubal

Rádio Sociedade

Redesign por Caio Augusto

CUCA

Redesign por Caio Augusto

Feira Palace

Redesign por Vinícius Lima

Pererê

Redesign por Vinícius Lima

 

Para conhecer outros trabalhos dos profissionais citados nessa reportagem, acesse:

Jerffeson Feitosa – www.behance.net/feitosa

Sergio Magno – www.behance.net/sergiomagnobrandao

Vinícius Lima – www.behance.net/ViniciusLim

Caio Augusto – www.cargocollective.com/caioaugust

Raoni Setubal – www.facebook.com/teumundo


Sobre o (a) autor (a):

  • Raisa Cruz

    razaram mesmo… Parabens!

  • Pedro Henrique Trajano

    Cara, o do CUCA ficou espetacular! Como designer que sou, me sinto muito feliz ver que a cada dia que passa, surgem designers talentosos em Feira e que nós estamos sendo mais valorizados!

  • Sergio Sena

    Parabéns! Belíssimo trabalho.

  • Dani Gomes

    Feira Tênis Clube: explosão de boas lembranças! Parabéns aos envolvidos!

  • Roque Ronald

    Parabéns, apresentem as empresas! Os do Cuca, Rádio Sociedade, Pink Floyd e Kamys estão simplesmente perfeitos!

  • Daniel Silveira

    Brocaram demais!

  • Narjara Turenna

    Parabéns a todos! Mentes brilhantes, resultados fascinantes!

  • Rachel Nascimento

    Curiosa pelo “antes” e “depois” galera!!! Saudações

  • Thiago Barreto

    Em nome do Flor do Maracujá gostaria de agradecer aos profissionais pela iniciativa e pelo excelente trabalho. Parabéns!!