Novas regras para utilizar som

As novas regras para utilização de som em Feira de Santana

Foi publicada no Diário Oficial de Feira de Santana uma nova Lei tratando sobre a emissão de sons urbanos, fixando níveis e horários em que será permitida a emissão, além de possibilitar doação, leilão e destruição de equipamentos sonoros apreendidos. De acordo com a Lei 3.736, os níveis máximos de sons e ruídos, de qualquer fonte emissora e natureza, em empreendimentos ou atividades residenciais, comerciais de serviços, institucionais, industriais ou especiais, públicas ou privadas, sons e ruídos causados por máquinas, motores, compressores ou geradores estacionários, assim como em veículos automotores são de: 60 db (sessenta decibéis), no período compreendido entre

Cadastramento Biométrico

A interminável espera para o recadastramento biométrico

Tenho visto, com frequência, reclamações de eleitores sobre a dificuldade de fazer o cadastramento biométrico no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aqui na Feira de Santana. O serviço, pelo que percebo, é péssimo nas duas modalidades: seja tentando agendar horário pela Internet, seja comparecendo ao posto para enfrentar filas monumentais e ficar, horas intermináveis, aguardando atendimento, exposto ao sol, à chuva e a uma humilhação injustificável. Adepto moderado das novas tecnologias – e de um mínimo de comodidade – tento, há semanas, agendar o bendito atendimento, sem sucesso. Invariavelmente, as vagas são todas preenchidas em alguns poucos minutos: nunca consegui, sequer,

Superlotado, Conjunto Penal segue esquecido no noticiário

O Conjunto Penal de Feira de Santana abriga, no total, quase dois mil internos. São, precisamente, 1.912 pessoas encarceradas na unidade prisional. Há muito mais gente do que vaga: oficialmente, existe capacidade para abrigar 1.356 internos. A quantidade de presos excedentes, portanto, está em exatos 556. É gente suficiente para lotar um desses presídios modernos, nos quais se alojam menos internos. Note-se que, recentemente, a unidade penal feirense passou por uma ampliação. Os números acima são oficiais e integram um balanço recente, referente ao mês de julho, divulgado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária e Ressocialização, a SEAP. No interior,

Por que as motos de baixa cilindrada inundam o trânsito de Feira

Em São Paulo-SP, existe uma motocicleta para cada 15 habitantes. Em Salvador, são 22 habitantes para cada motocicleta. Em Aracaju, para cada motocicleta, há 10 habitantes. Em Feira de Santana, são apenas 6 habitantes por motocicletas. A quantidade de motonetas, motos dirigidas pelo condutor em posição sentada, em Feira de Santana chama ainda mais a atenção. No ranking nacional, de acordo com dados do DENATRAN (2016), Feira fica atrás apenas de seis capitais na quantidade de motonetas. Estamos à frente de metrópoles como Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Fortaleza. São mais de 18 mil motonetas contabilizadas no município. Para

Maryzélia no Encontro

Cantora feirense Maryzélia participa do Encontro com Fátima [vídeos]

A sambista feirense Maryzélia conquistou mais um degrau de visibilidade nacional nesta terça, com a participação no programa Encontro com Fátima Bernardes, da Rede Globo. Maryzélia cantou com Pretinho da Serrinha, cantor, compositor, instrumentista que tem parcerias em sua carreira com grandes nomes da MPB, a exemplo de Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Seu Jorge, Marisa Monte, Lulu Santos, Dona Ivone Lara, Caetano Veloso e Teresa Cristina. Veja alguns momentos da participação de Maryzélia:  

Feirense Paula Sanffer é a nova cantora da Timbalada

“A Timbalada do século XXI é transbordante”. Essa é a frase utilizada pelo cacique Carlinhos Brown para definir o novo momento da Timbalada. Três novas vozes e 21 novas músicas fizeram parte das novidades anunciadas durante a coletiva de imprensa deste domingo (09), no Guetto Square, em Salvador.

Nessa virada artística, a Timbalada também ganha uma formação eletrônica, a Eletrotimba, e retoma a sua bateria de rua. Ao mesmo tempo, nasce o Club du Timball, uma associação percussiva que une fãs à banda e fomenta grupos de estudo de percussão.

Recebidos calorosamente pelo público que estava presente, ao som de “Sejam Bem Vindos”, foram apresentados os novos cantores da Timbalada: Buja Ferreira, Rafa Chagas e a feirense Paula Sanffer. É o retorno de três cantores na linha de frente, o que já aconteceu em outros momentos da banda.

Sob a regência de seu criador, a sonoridade da nova Timbalada afirma sua base percussiva inconfundível, agora acompanhada pela voz suave e poderosa de Paula, pela personalidade irreverente do inquieto e talentoso cantor e compositor Rafa Chagas, e pelo talento, estilo e performance de peso do cantor e compositor Buja Ferreira.

“Eles têm uma aproximação tonal muito boa e compartilham uma sinergia também na alegria que juntos trazem para as músicas”, analisa o mestre Brown. “Além disso, andei por muito tempo sentindo uma falta enorme da presença de uma mulher na Timbalada, dessa suavidade típica do timbre feminino”, acrescenta.

O repertório da Timbalada do século XXI traz músicas novas e, claro, espaço também para os deliciosos hits da banda. “Todos os sucessos um dia foram inéditos. Quem quer apenas ouvir os hits da Timbalada, é melhor tocar o CD, porque nós vamos experimentar o novo”, avisa Brown.

Quem são os novos vocalistas

Conheça os novos vocalistas da Timbalada (entre eles, a feirense Paula Sanffer):

Buja Ferreira – Cantor, percussionista, compositor e cozinheiro, Buja Ferreira, 32 anos, teve sua primeira banda, Me Beija, aos 14 anos ainda na escola, mas seu primeiro instrumento, o pandeiro, ele aprendeu a tocar aos 12 anos para acompanhar os pais seresteiros na noite do bairro do Beiru (Tancredo Neves), onde nasceu e mora. Chegou a formar outras bandas, como Clima Total e Ejafras, até que decidiu investir no seu talento de compositor e oferecer a música A Pipa a um amigo músico. Mas o amigo sugeriu que ele mesmo cantasse e, para experimentar, fizesse um vídeo e jogasse na net. Assim nasceu a banda n@net, que projetou Buja como cantor e compositor. Hoje ele tem músicas gravadas por Tony Sales, Léo Santana e Márcio Victor e assina também canções que estão no repertório novo da Timbalada. Uma delas é Amendoada, que traz nome da deliciosa iguaria que também vem contribuindo para sua popularidade. É uma feijoada feita com amendoin no lugar do feijão. Quem já provou aprovou.

Paula Sanffer – A Timbalada é o segundo projeto de Paula tendo Carlinhos Brown como mentor. No último verão, Paula esteve à frente da Mukindala ao lado de Rafa Chagas e Gato Preto e mostrou a força da sua voz, que une suavidade e muita personalidade. Finalista do The Voice Brasil no time de Brown, a baiana de Feira de Santana, 38, começou a cantar quando tinha sete anos. Autodidata, Paula toca teclado, bateria e violão – este último com mais afinco, dada às inúmeras apresentações que a artista realizou em bares e em festas particulares com o instrumento durante a sua carreira solo. Na bagagem, também experiência como backing vocal do cantor Tayrone e a gravação de dois álbuns gospel.

Rafa Chagas – O baiano Rafa Chagas tem 22 anos, mas uma experiência de palco que explica a sua notável performance mesmo ainda tão jovem. Com um talento que sempre chamou a atenção de Carlinhos Brown, assumiu os vocais e fez bonito à frente da Mukindala no último verão. Morador do Acupe de Brotas, em Salvador, o cantor começou sua trajetória artística ainda na infância com a banda Yeba Beats, dirigida pelo tio MagaryLord. Aos 16 anos, já liderava o grupo Lactosamba, que marcou presença em grandes eventos como Sarau du Brown e ensaios da Timbadala. Além de cantor, Rafa é compositor e tem diversos hits na voz de artistas como Bruno Cardoso, Léo Santana, Xandy, Márcio Victor. Sua assinatura está, inclusive, no novo repertório da Timbalada, na canção Sou Timbaleiro, composição dele, Buja Ferreira, Jorginho Barbosa e Brown.

 

(Com informações da Assessoria da Timbalada).


Sobre o (a) autor (a):