Santini & Trio

Santini & Trio vence o Prêmio Caymmi de Música

Feira de Santana foi destacada no Prêmio Caymmi de música, que pode ser considerada a principal premiação da música baiana na atualidade. Concorrendo com iniciativas musicais de todo o estado, o grupo feirense Santini & Trio foi vencedor na categoria “Melhor Banda”. O prêmio de melhor instrumentista também veio para Feira de Santana, entregue ao baterista Flaviano Gallo (integrante do Santini & Trio).   Integram o grupo o guitarrista Rony Santini, o baterista Flaviano Gallo, o pianista e acordeonista Rogério Ferrer e o baixista Anderson Silva.   Um orgulho para quem é feirense e (re)conhece a qualidade da nossa música

Justiniano entra com Mandado de Segurança contra José Ronaldo

Está no portal do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) um pedido de Mandado de Segurança impetrado pelo vereador eleito e atual secretário de Serviços Públicos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, Justiniano França. Justiniano, através da advogada Lady Daiane da Silva, alega ter pedido exoneração do cargo, tendo sido a solicitação indeferida pela Prefeito Municipal José Ronaldo. O pedido de liminar já foi julgado pelo Juiz Gustavo Rubens Hungria, que deu o prazo de 5 dias para que o Prefeito exonere o Secretário, sob pena de multa de R$1.000,00 mil reais: Veja aqui a decisão na íntegra! Fontes

Estrada Feira-Serrinha

Viagem entre Feira e Serrinha segue como calvário

Apenas 65 quilômetros separam Feira de Santana de Serrinha através da BR 116 Norte. O intercâmbio entre as duas cidades é intenso: muita gente sai daquela cidade para fazer compras e acessar serviços por aqui, em função dos preços mais em conta; outros buscam atendimento especializado na área de saúde; há aqueles que residem numa cidade e trabalham na outra, robustecendo o fluxo entre as duas localidades; estudantes de Serrinha são alunos da Uefs e de outras instituições de ensino superior feirenses; e não falta quem resida na Feira de Santana, mas frequente o campus da Uneb lá em Serrinha,

Meia Noite em Feira

Meia noite em Paris Feira

Meia-Noite em Paris é uma das obras primas do mestre Woody Allen. Como de costume, ele narra sobre a vida. Logo após a projeção ficamos com aquele ar de reflexão sobre onde nos encontramos no momento, se gostamos do jeito que estamos vivendo, como nos relacionamos e como devemos encarar algumas realidades. Em certo momento do longa, o personagem Gil (Owen Wilson) faz a seguinte pergunta: “Como esta cidade pode ser tão mágica?”. Gil se encanta por Paris. Enxerga o que aquela cidade pode oferecer. Se sente bem ali, absorve inspiração para seus projetos e o faz refletir, repetidamente, se

Neblina em Feira de Santana

Densos nevoeiros nas manhãs feirenses de inverno

Os dias começam a ficar mais quentes na Feira de Santana. As baixas temperaturas registradas entre junho e julho – coisa rara nesses tempos de tanta discussão sobre aquecimento global – parece que não vão se repetir até o final do inverno. E ontem a serra de São José, envolta em frequentes chuviscos prateados e em névoa constante desde o início do inverno, amanheceu muito nítida, com o verde da vegetação renovada se insinuando e a palidez da rocha refletindo a luz límpida do sol. Quem saiu agasalhado precisou se despir, ajustar-se à temperatura elevada pelo calor vigoroso. Os nevoeiros

O que os feirenses assistiram, leram e ouviram em 2016 (parte 2)

De maneira geral, tem-se visto retrospectivas e análises bastante pessimistas sobre o ano de 2016, dadas as crises políticas, econômicas, valorativas e sociais por que o Brasil e o Mundo passam. Esse foi um ano de Impeachment presidencial, prisão de altos figurões da política, eleições inusitadas nos Estados Unidos, ataques terroristas e de uma das maiores tragédias esportivas da história, com a queda do avião da Chapecoense.

Segundo o poeta Ferreira Gullar, que também nos deixou neste 2016 caótico, “a arte existe porque a vida não basta”. Por isso, resolvemos fazer uma memória de 2016 a partir das obras que alguns feirenses influentes apreciaram neste ano, indicando aos leitores criações que tragam mais significado para o ciclo que se finda. Faça bom uso das dicas:

(Leia aqui a primeira parte dessa série de postagens!)

Sianny Xisto (blogueira)

Sianny Xisto

A blogueira Sianny Xisto apontou duas obras marcantes em 2016: uma série e um disco. A série é “Stranger Things” (Netflix): “Ela me fez lembrar muito os filmes de Sessão da Tarde da minha infância. A história envolve 4 amigos, crianças (acho que por isso rola essa lembrança) em busca de um deles que desaparece misteriosamente. Enquanto as crianças, a família e o delegado buscam o menino desaparecido, começam a surgir fatos estranhos e até mesmo ‘de outro mundo’.”

No campo musical, Sianny lembra o álbum “Lemonade“, da cantora Beyoncé: “é uma grande artista, na minha opinião. O álbum ‘Lemonade’, lançado esse ano, trouxe à tona muitos assuntos que ela ainda não havia abordado, como racismo e feminismo. A música ‘Formation‘ causou o maior burburinho e ‘incomodou’ muita gente!”.

Rubem Mendonça (DJ)

Manual de Persuasão do FBI

O DJ Rubass, ou Rubem Mendonça, começa indicando uma playlist inteira do Spotify (aplicativo de música digital). A playlist “Free Surf” tem canções de bandas como Red Hot Chili Peppers, Pearl Jam e Blur, entre outras, compondo uma hora e meia de música.

Rubass também indicou uma série, a surpreendente “Black Mirror” (Netflix), que lançou nova temporada em 2016.  A série é de ficção científica, e explora um futuro próximo onde a natureza humana e a tecnologia de ponta entram em um perigoso conflito.

Por fim, a sugestão de leitura: “O Manual de Persuasão do FBI“. O livro conta como um agente especial para o Programa de Análise Comportamental da Divisão de Segurança Nacional do FBI, Dr. Jack Schafer, desenvolveu estratégias dinâmicas e inovadoras para entrevistar terroristas e detectar mentiras.

Raisa Cruz (Youtuber)

Raisa Cruz

Já a youtuber Raisa Cruz indica o filme “O Lar das Crianças Peculiares”, do celebrado diretor Tim Burton. Quando seu querido avô deixa para Jake pistas sobre um mistério que se estende por diferentes mundos e tempos, ele encontra um lugar mágico conhecido como O Lar das Crianças Peculiares. Mas o mistério e o perigo se aprofundam quando ele começa a conhecer os moradores e aprende sobre seus poderes especiais… e seus poderosos inimigos. Veja o trailer!

O álbum “Rogério”, da banda Supercombo foi a escolha de Raisa. A banda descreve sua musicalidade como “letras e melodias diferenciadas que transmitem uma nova proposta no conceito da linguagem de uma geração de jovens que tem personalidade e sabem o que querem!”.

 


Fique atento(a)! Nos próximos dias traremos mais dicas do que os feirenses ouviram/leram/assistiram em 2016!


Sobre o (a) autor (a):