Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

Festival de Cinema baiano em Feira de Santana

Nos próximos dias o público feirense terá uma grande oportunidade para apreciar cinema de muita qualidade: está chegando à cidade a sexta edição do FECIBA – Festival de Cinema Baiano, que ocorrerá entre os dias 13 e 15 de maio (sexta, sábado e domingo). Após passagem por Juazeiro no mês de abril, agora é a vez da segunda maior cidade do estado receber, no Centro de Cultura Amélio Amorim, uma programação intensa composta por filmes de curtas e longas metragens, mesa redonda e oficina de formação e aperfeiçoamento para o audiovisual.

A oficina de produção de curta-metragem, que será realizada todas as manhãs do festival, tem finalidade de fornecer embasamento prático e teórico da produção de curta-metragem, colocando os participantes em contato com todas as etapas da realização de uma obra audiovisual, desde a pré-produção, passando pela produção, até as etapas de pós-produção (distribuição e exibição da obra), objetivando que cada aluno possa encontrar seu próprio método para a realização de curtas-metragens.

"O menino e o mundo"

“O menino e o mundo”, de Alê Abreu. Um dos longas exibidos no FECIBA.

Sob o comando da roteirista, diretora e produtora Paula Gomes, o curso tratará ainda dos processos que compõem a produção audiovisual, tais como a captação de recursos, fontes de financiamento, projeto executivo, decupagem do roteiro, produção de locação e elenco, planejamento de filmagem e funcionamento do set. As inscrições já estão encerradas.

A mesa redonda “A linha de fronteira se rompeu” dará continuidade às discussões iniciadas em Juazeiro, tratando de aspectos intimamente relacionados com as lutas sociais contemporâneas aliados ao movimento cinematográfico do interior baiano, tais como a negritude, a inclusão social, o lugar do feminismo na sétima arte, as dificuldades enfrentadas pelo audiovisual realizado no interior do estado, a luta pelo respeito às minorias e a sensibilidade particular que caracteriza o cinema feito no interior.

O debate contará com a participação do professor da Universidade Estadual de Feira de Santana, Cláudio Cledson, da realizadora e integrante do Coletivo Tela Preta, Larissa Fulana de Tal e do cineasta Deo. A medição continuará sob a responsabilidade do cineasta Edson Bastos. A mesa será realizada no dia 15/05, às 10h. A entrada é gratuita.

Filmes para todos os gostos

FECIBA

Da ficção ao documentário, passando pela animação, a programação do VI FECIBA será composta por sete mostras de filmes, cinco delas gratuitas: a Mostra Infanto-Juvenil, destinada a crianças, tem a importante missão de potencializar formação de público para o audiovisual; a Mostra Bahia Adentro, composta por filmes produzidos em diversas partes do estado; a Mostra Sexualidades, que explora e discute a temática de gênero do cinema nacional e regional; e a Mostra Retrospectiva, que nesta edição será dedicada à homenagem ao ator Mário Gusmão. Com entrada de R$ 5,00 (cinco reais), a Mostra Bahia Afora abre espaço às produções de outros estados brasileiros e a Mostra Atualidades traz os últimos lançamentos de longa-metragem do cinema baiano.

A Mostra Competitiva de Curtas, também gratuita, chega a Feira de Santana trazendo a exibição de 10 curtas-metragens divididos em dois programas. Os filmes, que já começaram a receber votos em Juazeiro, concorrem na categoria Voto Popular, que premiará o filme vencedor com o troféu FECIBA e com o valor de R$ 3.000,00 (três mil reais). A Mostra terá ainda um júri especializado, formado pela pesquisadora Marialva Monteiro, pela produtora Sylvia Abreu e pelo cineasta Henrique Dantas, para votar nas categorias técnicas: Direção, Roteiro, Direção de Arte, Montagem, Desenho de Som, Trilha Sonora, Direção de Fotografia, Ator, Atriz, e Melhor Filme, cujo vencedor, além do troféu, receberá também um prêmio de R$ 2.000,00 (dois mil reais). A premiação acontecerá na terceira e última fase do festival, na cidade de Itabuna, no mês de junho.

O VI FECIBA foi contemplado pelo edital 02/2015 – Agitação Cultural – Dinamização de Espaços Culturais da Bahia, vinculado ao Fundo de Cultura da Bahia – FCBA, promovido pela Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia e é uma realização do NúProArt – Núcleo de Produções Artísticas e da Voo Audiovisual.

Programação do FECIBA em Feira de Santana

SEXTA – 13/05

Local: Centro de Cultura Amélio Amorim

08:00 – Oficina de Produção de Curta-metragem com Paula Gomes.

18:30 – Cerimônia de Abertura

19:00 – Mostra Atualidades

Exibição do filme “Tropikaos”, de Daniel Lisboa (Entrada: R$ 5,00 – preço único).

SÁBADO – 14/05

Local: Centro de Cultura Amélio Amorim

08:00 – Oficina de Produção de Curta-metragem com Paula Gomes.

10:00 – Mostra Infanto-juvenil

Exibição do longa metragem “O menino e o mundo”, de Alê Abreu e dos curtas “Alguma coisa na vida”, do Coletivo LEM e “Como dissecar uma menina malina”, de Deoveki Silva (Entrada Gratuita)

13:30 – Mostra Bahia Adentro

Exibição dos filmes “Umbigo”, de Cauê Rocha, “Das dores da penitência”, de Wellington Monteclaro e “No dia em que acordamos surdos”, de Rafael Oliveira (Entrada Gratuita)

15:30 – Mostra Retrospectiva

Exibição do filme “A idade da terra”, de Glauber Rocha (Entrada Gratuita)

17:30 – Mostra Competitiva – Programa 1

Exibição dos curtas “Cordilheira de Amora II”, de Jamille Fortunato, “Órun Àiyé: A Criação do Mundo”, de Jamile Coelho e Cintia Maria, “Neandertais”, de Marcus Curvelo, “Entroncamento”, de Maria Carolina e Igor Souza e “Retomada”, de Leon Sampaio (Entrada Gratuita)

19:30 – Mostra Bahia Afora

Exibição dos filmes “Minha amada morta” de Aly Muritiba e “Alegoria da dor”, de Matheus Viana (Entrada: R$ 5,00 – preço único)

DOMINGO – 15/05

Local: Centro de Cultura Amélio Amorim

08:00 – Oficina de Produção de Curta-metragem com Paula Gomes.

10:00 – Mesa “A linha da fronteira se rompeu”, com Cláudio Clédson, Deo e Larissa Fulana de Tal, sob mediação de Edson Bastos (Entrada Gratuita)

15:30 – Mostra Sexualidades

Exibição do filme “Âncora do Marujo”, de Victor Nascimento (Entrada Gratuita)

17:30 – Mostra Competitiva – Programa 2

Exibição dos curtas “Salitre”, de Lara Belov, “Sísifo do Vale”, de George Varanese, “Ana”, de Camila Camila, “IFÁ” de Leo França e “Sandrine”, de Elen Linth e Leandro Rodrigues (Entrada Gratuita)

19:30 – Mostra Atualidades

Exibição do filme “O amor dos outros”, de Deo (Entrada: R$ 5,00 – preço único).


 

Para mais informações acesse o site do Festival: http: www.feciba.com.br/2016


Sobre o (a) autor (a):