Rio Jacuípe

O Feirenses vai voltar!

O Feirenses vai voltar!

Desde quando iniciamos, em maio de 2015, sabíamos que fazer o Feirenses seria desafiador. Uma iniciativa completamente independente, sem vínculos com quaisquer organizações (públicas ou privadas) e ambiciosa: criatividade, inovação, profundidade, originalidade, democracia e coletividade foram algumas palavras-chave que os/as fundadores/as entusiasticamente pronunciavam em cada conversa pré e pós-produção dos conteúdos. Três anos após a primeira publicação, podemos dizer com orgulho que contribuímos para o ambiente de publicações em Feira de Santana, e que tudo estaria bem se continuássemos hibernando – como ocorre há quase um ano. Importante dizer que essa suspensão das atividades do Feirenses deu-se pela própria natureza

Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Africania lança disco novo

Formado em 2006, o grupo feirense Africania é fruto do nomadismo artístico capitaneado pelo percussionista Bel da Bonita em várias regiões do Brasil. Nesse processo de intinerância musical, a Africania se especializou no estudo das percussões em suas múltiplas linguagens – especialmente nas manifestações da música sacra afro-brasileira e nordestina -, estendendo seu diálogo rítmico com o jazz, a música caribenha e o psytrance.

No próximo dia 04 de abril (segunda-feira) a Africania lançará seu novo disco, “Orí”, que seus criadores definem do seguinte modo: “Orí é referência e reverência ao Candomblé! Ecoa qual uma cerimônia em respeito às divindades do panteão Africano.
Sua sofisticação rítmica nos fixa à terra, as harmonia e melodias nos imergem em ambientes etéreos. As fortes influências de afrojazz são ressaltadas pelos timbres de pianos Rhodes – empregados com destreza em quase todas as músicas. Como se não bastasse, a utilização dos recursos eletrônicos é essencial para a criação de um clima surrealista.

Gravado em 2008, só agora o grupo Africania reuniu recursos financeiros suficientes para o lançamento com as honrarias que a obra impõe. É bem vinda a hora de sair do resguardo!”.

Africania

Já o show de lançamento do disco Orí faz parte do projeto “ORÍ -Africania em Circulação”, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.

O evento reunirá multi-linguagens artísticas, as quais foram/estão sendo desenvolvidas nas oficinas de Expressão Corporal, Experimentações Audiovisuais e Ritmia Sagrada nas cidades de Feira de Santana, Cachoeira e Santo Amaro entre o mês de fevereiro e abril. O show contará com a performance de Flávia Pedroso, projeções de Augusto Bortolini, cenário de Tina Melo, figurino de Flávia Sacramento além da musicalidade do grupo Africania.

Africania

As apresentações ocorrerão dia 8 de abril no Cine Theatro Cachoeirano (Cachoeira) às 20h, dia 22 de abril no Teatro Dona Canô (Santo Amaro) às 19h e 23 de abril no Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana) às 20h. A entrada é gratuita.

Para ter acesso ao disco, basta acessar o site www.africania.com.br a partir do dia 04/04, ou buscar a Africania nas principais plataforma musicais digitais (Youtube, Soundcloud, Deezer, Spotify).


Sobre o (a) autor (a):