União Médica

Crianças feirenses com Câncer recebem presente único

É muito comum que pessoas diagnosticadas com câncer tenham uma mudança grave em seu estilo de vida. O tratamento envolve desgastes físicos e emocionais significativos, exigindo um esforço pessoal e familiar fora do comum. No caso das crianças com câncer, a dificuldade se aprofunda, já que a infância é um período fundamental para o desenvolvimento da personalidade e do caráter de todo indivíduo. Nesse sentido, o ambiente familiar e social saudável torna-se imprescindível para compensar as dificuldades trazidas pela doença. A criança com câncer não pode ser menos criança: deve ter acesso a diversões, brincadeiras, atenção e inventividade próprios da

SAMU

Trote para o SAMU terá multa em Feira

O Governo Municipal sancionou a Lei 3.761, de 9 de outubro de 2017, que dispõe sobre a imputação de multas para os praticantes de trotes contra o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o SAMU. Veja alguns artigos da Lei: Art. 1º – Fica passível de multa os proprietários de linhas telefônicas cujos aparelhos sejam utilizados para a prática de trotes contra o SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Art. 2º – Identificando o número do telefone do infrator, este será encaminhado pelo SAMU através de um relatório às respectivas empresas telefônicas para que as mesmas forneçam os nomes

Desemprego em Feira de Santana

Emprego em Feira pode alcançar quarto ano de saldo negativo

Semana passada houve um festivo balanço sobre o desempenho da economia brasileira nos oito primeiros meses do ano. Em meio aos confetes, às autocongratulações, ao otimismo acerca do futuro redentor, alguém ponderou que é precoce assegurar que o pior já passou para o mercado de trabalho. Mas a advertência se perdeu em meio à algazarra que busca sufocar os vexatórios escândalos de corrupção que, a cada semana, ganham um novo capítulo, envolvendo Michel Temer (PMDB-SP), o mandatário de Tietê, e sua retaguarda palaciana. O raciocínio é oportuno, conforme uma análise superficial sobre os números mais recentes atesta. Embora registre tênue

Ensino Religioso

Escola sem partido, mas com religião

Quando criança, assisti às inevitáveis aulas de religião na escola. A professora era uma espécie de beata, muito afável e risonha, que frequentava a igreja católica ali do Alto do Cruzeiro, nas imediações do Sobradinho. Naqueles tempos, boa parte da população era católica. Eu próprio tive formação católica: assim, embora não me recorde mais do conteúdo das aulas, lembro que aquilo não me causava estranhamento. Tudo mudou quando cheguei à antiga sétima série, noutra escola: autoritária e intolerante, a professora provocava estranhamento e, não raras vezes, ojeriza à classe. Cavoucando a memória, recordo de uma freira que, uma vez por

Eliana Lima

Entrevista com Eliana Lima [Feirenses TV]

A Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana – nasceu da necessidade de despertar os dirigentes de instâncias públicas, privadas e filantrópicas para a importância de implementar políticas públicas do livro e da leitura na sociedade, e assim possibilitar o acesso de pessoas das diversas esferas sociais ao universo da leitura e das realizações culturais. A Feira já se consolidou como um evento importante para reunião de pessoas em torno da arte, da cultura e do entretenimento. Ela vem se constituindo como uma ação sociocultural que visa a potencializar a formação do leitor de todas

O que a lei diz sobre os direitos e deveres do pedestre em Feira de Santana

Desde 2007 Feira de Santana possui um Estatuto do Pedestre, norma que estabelece os direitos e deveres dos pedestres no município. A Lei 2800/2007 define “pedestre” da seguinte forma: “o pedestre é todo aquele que utiliza as vias, passeios, calçadas e praças públicas a pé, de carrinho de bebê ou em cadeira de rodas, ficando o ciclista desmontado e empurrando a bicicleta equiparada ao pedestre em direitos e deveres”.

Tomar conhecimento do que diz o pedestre é importantíssimo, principalmente num momento em que a cidade discute o ordenamento da utilização do solo e do centro comercial.

Primeiro, veja quais são os direitos do pedestre em Feira de Santana:

Os direitos do pedestre em Feira de Santana

  • Calçadas limpas, conservadas, com piso antiderrapante, em inclinação e largura adequada à circulação e mobilidade; livres e desimpedidas de quaisquer obstáculos, públicos ou particulares, fixos ou não, especialmente de mesas, cadeiras, canteiros, jardineiras, prismas de concreto “fradinho”, automóveis, mobiliários urbanos e de concessionárias de serviços públicos, que deverão seguir o disposto esta Lei;
  • Refúgios de proteção nas paradas de ônibus, de tamanho proporcional em relação ao passeio e calçada, os pontos de travessias de vias, artérias e coletoras, com mão dupla e sem canteiro central;
  • Sinaleiras luminosas e sonoras nas portas de garagens;
  • Faixas seletivas nas vias públicas, sinalizadas horizontalmente e verticalmente;
  • Priorização no sistema de iluminação pública que alumie intensamente as calçadas, praças, passeios públicos, faixas de pedestres, terminais de transporte público e seus pontos de paradas;
  • Tempo de travessia de vias adequado ao seu ritmo e sinalização objetiva quando a travessia da via necessitar de ser feita em duas etapas;
  • Passarelas com segregação de vias que impeça que o pedestre transite por baixo da mesma;
  • Programas de educação de trânsito para crianças, adolescentes e seus pais;
  • Ruas específicas de pedestres, que deverão adotar logística própria e específica para distribuição de produtos e serviços;
  • Sinais de trânsito luminosos, em bom estado de conservação, com temporizadores que alertem o pedestre sobre o tempo restante de travessia de vias;
  • Ciclovias municipais com sistema de sinalização horizontal e vertical, além de materiais refletivos como elemento para visualização noturna para ciclistas e pedestres;
  • Calçadas, vias, praças e passeios limpos, seguros e protegidos seus patrimônios histórico e arquitetônico de pichações e depredações;
  • Equipamento e mobiliário urbano que facilite a mobilidade e acessibilidade de pessoas portadoras de deficiência e aquelas da terceira idade;

Agora, vamos aos deveres:

Os deveres do pedestre em Feira de Santana

  • Zelar pelo cumprimento do presente estatuto, comunicando ao Poder Público infrações e descumprimentos do Estatuto do Pedestre;
  • Permanecer e andar nas calçadas e somente atravessar as vias nas faixas destinadas aos pedestres;
  • Respeitar a sinalização, zelar por sua conservação, utilizar as faixas de segurança e passarelas;
  • Atravessar somente em trajetória perpendicular às vias;
  • Atravessar as vias somente quando o sinal estiver aberto;
  • Ajudar crianças, idosos e pessoas portadoras de deficiências;
  • Não jogar lixo nas vias, calçadas, praças e passeios públicos;
  • Caminhar pelo acostamento ou, quando não houver, bem na lateral da pista nas vias sem calçada, sempre de frente para os veículos, ainda que as luzes o incomodem;
  • Obedecer à sinalização de trânsito;
  • Manter seus cães com coleiras e focinheiras além de portar coletor de fezes dos animais, quando caminhar nas vias, passeios, calçadas e praças públicas.

Penalidades para o descumprimento da Lei

O pedestre que descumpre o que determina o Estatuto está sujeito, de acordo com a Lei, à censura por conduta considerada anti-social, à determinação de participar de curso de aprendizagem do estatuto do pedestre ou à multa de R$ 25,00. Por outro lado, quem atuar contra limitando os direitos do pedestre pode sofrer as seguintes sanções: multa de R$ 100,00 por dia; ou cassação da concessão, permissão ou autorização (no caso de organizações e ou pessoas que tenham autorização da Prefeitura para atuar no município).

Seria muito bom que a cidade cobrasse o cumprimento do Estatuto, possibilitando o crescimento da qualidade de vida em Feira de Santana.

Veja o estatuto do pedestre de Feira de Santana na íntegra!


Sobre o (a) autor (a):