Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

Sobre a Conferência e a Eleição do Conselho de Cultura em Feira

A sociedade civil organizada dividirá com o poder público o protagonismo na escolha dos integrantes do Conselho Municipal de Cultura de Feira de Santana, para o biênio 2017 – 2019, respeitando os princípios que estabelecem como primordial a participação popular em processos desta magnitude.

Uma comissão composta por três integrantes do Fórum Permanente de Cultura (Aloma Galeano, Maylla Pita e Elsimar Pondé) e três membros do poder público (Edson Borges, Luiz Augusto e Toinho Campos) se reunirá na próxima quinta-feira (27), a partir das 19 horas, para definir detalhes da eleição do Conselho. A Conferência Municipal e a própria eleição da nova composição do colegiado, que estavam programadas para o sábado (22), foram adiadas.

O Fórum Permanente, desde o início deste processo em maio passado, se posicionou sobre a necessidade da sociedade civil ter seu papel devidamente reconhecido, em especial, a partir do momento em que foi criada a comissão responsável pela organização da Conferência e da eleição do Conselho. Assim como, cobramos aos representantes do poder público que fossem instituídos os devidos mecanismos para garantir a participação irrestrita da comunidade, flexibilizando a exigência documental para os interessados e interessadas em participar da Conferência.

Para além deste aspecto, pontuado anteriormente, também alertamos sobre a importância de ser considerado o calendário relativo às conferências em âmbito estadual e municipal, que não podem estar dissociadas da etapa municipal.

Diante destes elementos, entendemos que a posição da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, apresentada pelo secretário Edson Borges, atendeu aos posicionamentos enfatizados publicamente pelo Fórum e, portanto, representa uma vitória da sociedade civil, que não se calou diante de encaminhamentos que não consideravam as demandas populares.


Sobre o (a) autor (a):