A música regional do nordeste em 5 discos dos anos 1970

Que os anos de 1970 foram, de modo geral, bastante conturbados, isso não é novidade para ninguém, todavia, poucas épocas nos deixaram um legado de diversidade musical tão grande. Seja com o fim do classic rock ou com o nascimento da discoteca, da incorporação de instrumentos eruditos ao rock’n’roll, à revitalização do samba carioca, ambos iniciados no final dos anos 60, a década de 70 também se responsabilizou por muitos outros “resgates”, entre eles, o da música nordestina. Na segunda metade da década de 70, muitos artistas surgiram com a proposta de trazer de volta o que havia de mais

Quando Luiz Gonzaga vinha a Feira de Santana

De acordo com relatos de fontes diversas, sabe-se que Luiz Gonzaga, o Gonzagão, ícone maior da música nordestina, esteve algumas vezes da sua extensa carreira em Feira de Santana. O jornalista e colecionador de reminiscências feirenses Adilson Simas é uma das fontes mais confiáveis nesse sentido, lembrando uma das ocasiões em que o Rei do Baião pisou em terras feirenses: “Em 1973, ano do seu centenário de emancipação política, a Feira de Santana, de janeiro a dezembro, recebeu grandes personalidades. Luiz Gonzaga, mais tarde laureado com o título de Cidadão Feirense e que aqui fez várias apresentações, desde a marquise

Estacionamento de motos em Feira de Santana

A nova regra para motos em estacionamentos privados de Feira

Os proprietários de motocicletas em Feira de Santana não precisarão pagar o mesmo valor dos carros quando forem utilizar  estacionamentos privados no município. Foi publicada uma Lei Municipal regulamentando a situação no Diário Oficial do Município. Veja a Lei na íntegra: Dispõe sobre os critérios de diferentes taxas cobradas em estacionamentos privativos para motocicletas e automóveis. O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA, ESTADO DA BAHIA, FAÇO saber que a Câmara Municipal, através do Projeto de Lei nº 16/2017, de autoria do Edil Ewerton Carneiro da Costa, decretou e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º – Fica posto em

Neném do Acordeon

Neném do Acordeon: em defesa da sanfona [Feirenses TV]

Os festejos juninos são o principal marco de celebração da cultura nordestina, momento em que todos os elementos típicos do espírito e da geografia do Nordeste se manifestam na culinária, no entretenimento, nas vestimentas e na música. Nesse sentido, é impossível falar desse momento cultural sem considerar a importância e o protagonismo do forró, em suas mais diversas expressões. E falar em forró exige lembrar de Luiz Gonzaga, que popularizou o xote, o xaxado e o baião pelo Brasil e pelo mundo. Por isso trazemos à Feirenses TV um dos principais defensores da tradição da genuína música nordestina, inspirada no

Tripa frita - Seu Dino

Seu Dino do Módulo 8, no Feira VI – Locais para comer tripa em Feira

Apesar de já ter feito, em outra oportunidade, um artigo indicando alguns lugares para comer tripa na cidade, pude perceber ao longo do tempo que, apesar de não parecer, ela está entre um dos tira-gostos mais pedidos nos bares da região. Somando isso com toda a representatividade regional e peculiaridade do prato, vamos dar continuidade à indicação de lugares pra comer tripa em Feira de Santana. Seu Dino do Módulo 8 – Feira VI O Módulo 8, é um conjunto de bares pequenos que ficam próximo ao portão lateral da UEFS, dando a ideia de continuidade, já que a universidade tem

Como se preparar para o Concurso Prefeitura de Feira de Santana 2017

Em tempos de crise, concursos públicos sempre são uma oportunidade interessante para quem está procurando oportunidades de trabalho. Por isso é uma boa notícia o anúncio, por parte da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, de que um novo concurso público municipal deve acontecer em 2017.

A Prefeitura divulgou o concurso em uma nota a respeito das convocações do último concurso, realizado em 2012. Veja:

Para finalizar, uma boa notícia: a Prefeitura de Feira de Santana deverá, mesmo em meio a crise atual que abala os municípios, realizar um novo concurso público em 2017, cumprindo a sua política de ampliação do quadro de servidores efetivos da administração. Sabemos da necessidade e da expectativa de quem participa de um concurso, como os que fizeram o de 2012. Mas é preciso, por parte de quem governa, manter a responsabilidade acima de sua vontade, para garantir a estabilidade de todos.

Fonte: PMFS

Com essa notícia, muita gente começou a se perguntar: como estudar para o próximo concurso da Prefeitura de Feira? Neste artigo vamos lhe dar algumas dicas para iniciar a preparação desde agora, se antecipando da concorrência.

Os cargos do novo concurso

Como ainda não foram divulgados detalhes sobre a pretenção da Prefeitura Municipal com o novo concurso, ainda é cedo para dizer com exatidão quais cargos terão vagas no edital. No concurso anterior, os seguintes cargos foram contratados:

  • Agente de Trânsito (Ensino Fundamental completo);
  • Arquiteto (Curso Superior completo em Arquitetura);
  • Assistente Social (Curso Superior completo em Serviço Social);
  • Auditor Fiscal (Curso Superior completo nas áreas de Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Administração, Direito, Engenharia Civil, Arquitetura, Geografia e Tecnologia da Informação (Informática);
  • Biólogo (Curso Superior completo em Biologia);
  • Contador (Curso Superior completo em Ciências Contábeis);
  • Enfermeiro (Curso Superior completo em Enfermagem);
  • Engenheiro Agrônomo (Curso Superior completo em Ciências Agrárias ou Agronomia);
  • Engenheiro Ambiental (Curso Superior completo em Engenharia Ambiental ou Civil);
  • Engenheiro Civil (Curso Superior completo em Engenharia Civil);
  • Engenheiro Químico (Curso Superior completo em Engenharia Química);
  • Especialista em Educação (Habilitação em Licenciatura Plena em Pedagogia com Pós-graduação em Orientação ou Supervisão Educacional ou Administração Escolar ou equivalentes);
  • Fiscal de Serviços Públicos (Ensino Fundamental completo);
  • Geólogo (Curso Superior completo em Geologia);
  • Intérprete de Libras (Ensino Médio completo, mais formação específica em curso de capacitação de intérprete);
  • Mecânico de Máquinas e Veículos (Alfabetizado);
  • Médico (Curso Superior completo em Medicina);
  • Motorista (Alfabetizado);
  • Operador de Máquinas Pesadas (Alfabetizado);
  • Professor – Educação Infantil ao 5º ano do Ensino Fundamental (Licenciatura Plena em Pedagogia ou Normal Superior);
  • Secretário Escolar (Ensino Médio em Magistério, mais estudos adicionais específicos);
  • Técnico de Enfermagem (Ensino Médio em Enfermagem ou correlato, mais inscrição no COREN).

A expectativa para o próximo concurso é, principalmente, em torno das vagas de professor, agente de trânsito e guarda municipal, este último de nível fundamental, que não teve vagas no último concurso e vem necessitando de incremento no efetivo.

Exigências do Concurso da Prefeitura Municipal de Feira de Santana

No último concurso, realizado em 2012, as exigências para a admissão como servidor público municipal eram as seguintes:

  • Ter nacionalidade brasileira ou, no caso de estrangeiro, possuir visto permanente; e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses com reconhecimento do gozo de direitos políticos, nos termos do artigo 12, da Constituição Federal e do Decreto nº 70.436/72;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais;
  • Estar em dia com as obrigações militares, em caso de candidato brasileiro, do sexo masculino com menos de 45 anos;
  • Ter idade mínima de dezoito anos, completos, na data da posse;
  • Comprovar o nível de escolaridade exigido para o cargo, quando for convocado pela Secretaria Municipal de Administração para entrega da documentação;
  • Para os candidatos aprovados aos cargos de Motorista e Operador de Máquinas Pesadas será exigida habilitação de motorista no mínimo nas categorias “D” e “E”, respectivamente;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da área de atuação, que será comprovada através de Exame Médico quando dos Exames Pré-Admissionais;
  • Apresentar todos os documentos que se fizerem necessários por ocasião da admissão na Secretaria Municipal de Administração para investidura nos cargos previstos na Lei Complementar Municipal nº 01/1994 e alterações posteriores;
  • Para os candidatos aprovados ao cargo de Secretário Escolar será admitido como comprovação de estudos adicionais, os cursos realizados por instituições autorizadas, específicos para Secretário Escolar, com carga horária mínina de 100 (cem) horas.

O que estudar para o Concurso da Prefeitura de Feira de Santana 2017

A grande pergunta dos interessados no concurso PMFS 2017 diz respeito ao conteúdo programático que devem estudar para ter chances de aprovação. Selecionamos aqui o que caiu na prova dos últimos concursos em três cargos: Agente de Trânsito, Professor de Educação Infantil e Guarda Municipal. Confira:

Conteúdo para Guarda Municipal

Concurso Prefeitura de Feira 2017- Guarda Municipal

Guarda Municipal de Feira de Santana. Foto: Dvulgação/PMFS

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão de textos de uso prático no cotidiano profissional (aviso, ofício, carta, memorando, folheto, propaganda, portaria) e textos informativos (jornais, revistas). Conhecimento lingüístico: ortografia, separação silábica, acentuação gráfica; crase, pontuação; flexão de gênero e número – concordância nominal; flexão verbal (número e pessoa, tempo e modo) – concordância verbal; significação das palavras: sinônimos, antônimos.

MATEMÁTICA: Números e Operações: Naturais, Inteiros e Racionais. Grandezas Proporcionais: Razão, Proporção, Regra de três simples, porcentagem e juros simples. Equação de 1º e 2º graus. Geometria Plana. Sistema de Medidas: Comprimento, Capacidade, Massa, Superfície, Volume. Tratamento da Informação: Leitura e Interpretação de gráficos e tabelas e probabilidade.

CONHECIMENTOS GERAIS E ATUALIDADES: A diversidade cultural da sociedade brasileira: o caráter multi-étnico da população brasileira e os principais traços culturais. Os movimentos migratórios e as influências culturais. O papel dos meios de comunicação de massa na dinâmica cultural. Características do trabalho no Brasil: trabalho, tecnologia e emprego; as relações de trabalho na história do Brasil. As diferenças regionais brasileiras: as regiões geoeconômicas e as oficiais. Impactos ambientais urbanos: formas de poluição, causas e conseqüências. Noções de ética e cidadania.

Conteúdo para Agente de Trânsito

Concurso Prefeitura de Feira de Santana 2017

Agentes de Trânsito de Feira de Santana. Foto: Divulgação/PMFS

LÍNGUA PORTUGUESA: Compreensão de textos de uso prático no cotidiano profissional (aviso, ofício, carta, memorando, folheto, propaganda, portaria) e textos informativos (de revistas, ou jornais); conhecimento lingüístico: ortografia, separação silábica, acento gráfico, crase, pontuação, concordância nominal e verbal; flexão de gênero e número –; flexão verbal (número e pessoa, tempo e modo); significação das palavras: sinônimos, antônimos,

MATEMÁTICA: Números; operações; sistemas de medidas: comprimento, capacidade, massa, superfície e volume; regra de três simples; porcentagem e juros simples; tratamento da informação: leitura e interpretação de gráficos e tabelas e probabilidade.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS: Lei Federal nº 9.503/1997 (revisada pela lei 9.602 de 1998) e alterações posteriores; Lei Municipal nº 2.021/1998; Lei Municipal nº 1.613/1992 (artigos 1º ao 6º e 177 a 184); Código de Trânsito Brasileiro; Disposições preliminares; normas gerais de circulação e conduta; pedestres e condutores de veículos não motorizados; cidadão; educação para o trânsito; sinalização do trânsito; engenharia de tráfego, da operação, da fiscalização e do policiamento ostensivo de trânsito; segurança dos veículos; habilitação; infrações; penalidades; os sinais de trânsito.

Conteúdo para professor

Concurso Prefeitura de Feira 2017

Escola Municipal de Feira de Santana. Foto: Divulgação/PMFS

Conhecimentos Gerais

LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Compreensão e interpretação de textos dos diferentes gêneros discursivos. 2. Coerência, coesão textual e intertextualidade. 3. Conotação e denotação. 4. O uso da norma padrão e a adequação da linguagem às diferentes situações de comunicação. 5. Ortografia. 6. Acentuação gráfica (conforme o atual Acordo Ortográfico). 7. Pontuação. 8. Concordância nominal e verbal. 9. Redação: produção de texto em prosa, dissertativo-argumentativo, com tema relacionado à Educação.

FUNDAMENTOS TEÓRICOS – METODOLÓGICOS E POLÍTICO-FILOSÓFICOS DA EDUCAÇÃO: 1. Fundamentos legais da educação brasileira: Constituição Federal (1988); Lei das Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394 e alterações posteriores/96) e Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Fundamental; Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de Nove Anos – Resolução CNE/CEB nº 7, de 14 de dezembro de 2010; Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação Infantil – Resolução CNE/CEB nº 5, de 17 de dezembro de 2009; Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica – Resolução CNE/CEB nº 4, de 13 de julho de 2010; Referenciais Curriculares Nacionais da Educação Infantil; Indicadores da Qualidade na Educação Infantil (2009); Parâmetros de Qualidade para Educação Infantil (2008); Plano Nacional pela Primeira Infância (dezembro/2010); Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva; Educação no/do Campo; Plano Nacional de Educação (Lei nº 10.172/01); O financiamento da educação brasileira: o FUNDEB; Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), História e Cultura da Infância, Conceito de Infância e de Adolescência. 2. Fundamentos teóricos da Educação: aspectos psicológicos do desenvolvimento humano e teorias da aprendizagem; aspectos filosóficos e sociológicos da Educação; aspectos históricos da Educação. 3. Fundamentos teóricos dos processos de ensino e aprendizagem: teorizações sobre currículo, abordagem interdisciplinar no trabalho pedagógico; Pedagogia de Projetos; planejamento, avaliação e registro dos processos de ensino e aprendizagem; modalidades organizativas dos conteúdos de ensino. 4. A organização da escola e a gestão escolar: projeto político pedagógico e planejamento participativo: concepção, construção, acompanhamento e avaliação; participação e relações entre escola e comunidade. 5. Diversidade da Sociedade brasileira e seus reflexos no contexto educacional: Lei nº 10.639/03 e Lei nº 11.645/08 – O afro-descendente e as populações indígenas no contexto social e educacional; Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana; 6. Violência Escolar: indisciplina e bullying. 7. Educação de Jovens e Adultos: A Pedagogia de Paulo Freire e sua influência na Educação de Jovens e Adultos no cenário educacional brasileiro. 8. Gênero e Diversidade Sexual. 9. A Educação e as Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação. 10. A Avaliação Educacional nas diferentes concepções pedagógicas; A avaliação formativa, mediadora e processual.

Conhecimentos Específicos

LÍNGUA PORTUGUESA: 1. Linguagem verbal e não-verbal. 2. Funções sociais da linguagem. Variação linguística: variantes regionais, socioculturais e situacionais. 3. Tipologia textual. 4. Níveis de estrutura gramatical: fonológico, morfossintático e semântico. 5. Relação leitura/escrita. Estrutura e organização textual: coesão e coerência 6. Fundamentos teóricos do processo de aquisição da leitura e da escrita: conceito  de letramento; concepções de linguagem e alfabetização; formação do leitor/autor. Formação do usuário da língua.

CIÊNCIAS: 1. O sistema solar e o universo. 2. Ciclo vital e os Elementos da natureza: ar, água, solo. 3. Os seres vivos e a sua biodiversidade. 4. Relações ecológicas. Homem e Meio. 5. Conservação ambiental. 6. Corpo Humano: sistemas, higiene e saúde. 7. Temas transversais: ética, meio ambiente, saúde, orientação sexual, pluralidade cultural. 8. Doenças sexualmente transmissíveis. 9. Saúde, saneamento e cidadania.

GEOGRAFIA: 1. Espaço: orientação, representação e organização; 2. A sociedade moderna e o espaço; 3. O Brasil, a nova ordem mundial e a Globalização, blocos econômicos e a integração dos mercados. 4. A população brasileira e o seu crescimento. 5. A Cidade de Feira de Santana; 6. O meio ambiente e as transformações nas paisagens; 7. Linguagem cartográfica.

HISTÓRIA: 1. Tempo social (história do país, estado e município) e físico (ordenação, duração e simultaneidade). 2. Brasil: Formação da sociedade brasileira. Divisão social do trabalho. Sociedade e Cultura. 3. Transformações sociais, econômicas, políticas e administrativas: as Instituições Monárquicas e Republicanas. 4. Expressão artística e cultural nas décadas de 1950/1960. 5. Etapas do desenvolvimento econômico: Cana de Açúcar, Mineração, Café e o “Milagre Brasileiro”.

MATEMÁTICA: 1. Números naturais: comparação, ordenação, seriação e organização em agrupamentos. Sistema de numeração decimal, operações fundamentais. Aplicação das propriedades operatórias nas técnicas de cálculo mental e estimativas. Divisibilidade. Situações-problema envolvendo adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação de números inteiros. 2. Números racionais: operações, representações e Situações-problema envolvendo frações e números decimais. 3. Sistema monetário brasileiro. 4. Espaço e forma: figuras planas, sólidos geométricos e suas propriedades. Composição e decomposição de figuras planas e espaciais. Grandezas e medidas: medidas de comprimento, superfície, volume, capacidade, massa e tempo. Perímetro, área e volume. 5. Porcentagem. 6. A Aprendizagem significativa no ensino da Matemática. 7. O papel do jogo na aprendizagem. 8. Tratamento das Informações: leitura e interpretação de dados em tabelas e gráficos.


Baixe aqui os editais dos últimos concursos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana (concurso de 2006 e concurso de 2012)!


Sobre o (a) autor (a):