Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

Uma cervejaria que conta a história de Feira de Santana

Em Feira de Santana existe certa tendência empreendedora que se apoia na negação da cidade como estratégia de sucesso. A ideia é representar um ideal moderno e estrangeiro dissociado das raízes históricas e culturais de Feira, e, não raro, cobrar mais caro por isso.

Daí surge a necessidade da valorização de iniciativas que, na contramão do modismo sem legitimidade cultural, afirmam Feira de Santana no seu modelo de negócio, trazendo não só bônus econômicos para o município, mas também o fortalecimento de uma identidade genuinamente feirense. É o caso da Cervejaria Sertões, que vem se tornando referência em cervejas artesanais em Feira de Santana e fora da cidade.

Matheus Barros, sociólogo e um dos sócios da Cervejaria, explica um pouco do conceito por trás da Sertões: “A Cervejaria Sertões é uma inciativa para a cidade. Todos os nossos rótulos falam sobre Feira de Santana e seus processos modernizadores. Nossa perspectiva estética e identitária está permeada por esse nosso desejo de falar do nosso lugar, da nossa cultura, do nosso povo. Os rótulos iniciais que lançamos falam sobre uma Feira em transformação, uma Feira que entra no jogo do ‘progresso’. Na história que contamos nos rótulos respeitamos a diversidade do nosso povo, tal como os símbolos que fizeram/fazem parte da nossa história. Falar sobre Feira é a nossa estratégia de mercado!”.

Os sócios Murilo, Matheus e Thiago

Os sócios Murilo, Matheus e Thiago

A Cervejaria Sertões trabalha atualmente com quatro rótulos – todos com temáticas feirenses. Dois deles falam de históricos espaços de divertimento em Feira: o Cassino Irajá e a Sorveteria Sueto. Os demais fazem referência ao trabalho “Voodoo”, da banda feirense Clube de Patifes e ao Fluminense de Feira, uma inovação e tanto para o mais tradicional clube feirense de futebol.

Os rótulos da Cervejaria Sertões: Cassino Irajá, Touro do Sertão, Sueto e Experiência Voodoo

Os rótulos da Cervejaria Sertões: Cassino Irajá, Touro do Sertão, Sueto e Experiência Voodoo

“Foi nessa caminho que decidimos lançar a cerveja oficial do Fluminense de Feira (o único time da Bahia a ter uma cerveja oficial, e um dos poucos do Brasil). Brincar com esse imaginário, um imaginário tão forte quanto o do Fluminense, é trazer à tona lembranças e signos que estão intrincados nos feirenses. Quando eu era pequeno meu pai sempre me levava ao estádio. Isso ocorreu com muitas pessoas! A vivência do futebol, o contato com outras pessoas despertou uma paixão que, necessariamente não se resume ao time, mas, sim, a uma cidade que proporciona nossas experiências de vida. Sou um amante da Feira!”, diz Mateus entusiasmado.

Touro do Sertão: a cerveja do Flu de Feira

Touro do Sertão: a cerveja do Flu de Feira

No início deste ano a Sertões passou por um processo importante de expansão, abrindo seu próprio bar, onde vende as cervejas autorais, outras cervejas baianas e rótulos especiais conhecidos nacional e internacionalmente. Matheus promete novidades em breve: “Nossa próxima linha falará das subalternidades, de uma Feira que tenciona”, diz ele lembrando que lugares como o Cassino Irajá e a Sorveteria Sueto eram frequentados pela elite feirense.

O bar da Cervejaria Sertões

O bar da Cervejaria Sertões

O Bar da Cervejaria Sertões fica na Avenida Santo Antônio, nº 870, bairro Ponto Central. Além das cervejas artesanais, o espaço oferece drinks especiais e um cardápio de pratos variados.

“Precisamos lidar com nossas memórias, temos que conhecer o nosso passado, tudo isso permite ter outra relação com a cidade, com as pessoas. Feira de Santana precisa, cada vez mais, de feirenses!”, finaliza Mateus, um apaixonado por Feira de Santana.

 

A Cervejaria Sertões está no Facebook e no Instagram.

 


Sobre o (a) autor (a):