Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

Artista feirense cria imagens de santos com roupas diferentes

As imagens de santos são representações simbólicas, utilizadas principalmente pela Igreja Católica, que fazem referência a personagens reverenciados historicamente pela mais tradicional religião praticada no Brasil. Tradicionalmente essas imagens exibem os santos com expressões castas e piedosas, e vestimentas simples, típicas de um estilo de vida moderado.

Projetando uma reflexão sobre esse padrão, a artista feirense Nilarah Albuquerque resolveu desconstruir a estética dessas imagens: “Que tal um mundo onde não precisássemos nos levar tão à sério? Onde até mesmo os santos pudessem tirar férias de sua simplicidade e desapego mundano e vestirem-se como adoraríamos vê-los – com todo glamour e requinte que procuramos para nós mesmos?”.

Santo Antônio e Nossa Senhora Aparecida

Santo Antônio e Nossa Senhora Aparecida, por Nilarah Albuquerque.

Um precedente na Itália

Em 2012 algo parecido foi feito pelo artista plástico italiano, mas com intenções e resultado estético bem diferente. Igor Scalisi Palminteri construiu uma série artística de santos católicos usando roupas de super heróis, gerando um grande debate, à época, sobre alguma “falta de respeito” existente na obra:

Os santos vestidos de super-herói

Os santos vestidos de super-herói, do italiano Igor Scalisi

Mais sobre Nilarah

Nilarah Albuquerque é filha do músico Timbaúba, um dos mais tradicionais artistas de Feira de Santana. Ela sempre teve em casa o convívio muito próximo com a arte, já que seu pai além de cantor também é artista plástico, tendo algumas telas pintadas na década de 80. “Design de interiores é minha paixão. Formei-me em arquitetura, mas logo fui seduzida pelos detalhes. Sabe aquele pequeno objeto que faz a diferença entre o óbvio e o magnífico? É esse objeto que procuro. Quando não estou contemplando as obras de arte que herdei da natureza – meus filhos, estou tentando fazer a arte imitar a vida em minhas peças, juntando o que tenho aprendido com meu hobby de infância – brincar de fazer arte”.

Diferentemente do trabalho polêmico do italiano Scalisi, Nilarah diz que sua arte tem sido bastante receptiva. “Com alguma frequência vejo as pessoas se emocionarem ao receber as peças que me encomendaram. É nesse momento que percebo o quanto é importante esse meu trabalho de permitir aos devotos homenagearem suas entidades queridas”.

Exposição

Dois Santo Antônio produzidos por Niralah

Dois Santo Antônio produzidos por Niralah

Com o nome Santos, Encantos e Axé, a artista realiza exposição no próximo dia 7 de janeiro, a partir das 19 horas, na Bahia Marina, em Salvador. A amostra acontecerá na LB Home da Villa CR, como parte do projeto pop-up, e traz várias peças da artista, desde imagens religiosas de santos e orixás, até figuras do nosso cotidiano cultural, como baianas e charmosas gordinhas, todas em uma roupagem moderna e com adornos sofisticados, nas tendências da moda atual.

Vale a pena comparecer!


Sobre o (a) autor (a):