Festival de Samba de Feira de Santana

Feira de Santana terá seu primeiro Festival de Samba

O Coletivo Unidos Pelo Samba promove entre os dias 2 e 9 de dezembro o I Festival de Samba de Feira de Santana. O evento visa promover diálogos e experiências de valorização e reconhecimento do samba na cidade, além de comemorar o Dia do Samba (2 de dezembro). Pela primeira vez receberá esse tipo de evento, reunindo experiências e vivências de compositores, sambistas e admiradores do samba com o público em geral. Na programação, rodas de samba e rodas de conversa que acontecerão no Mercado de Arte Popular (MAP) e em outros pontos da cidade. De acordo com o cantor

Feira Noise Festival

Feira Noise começa nesta quinta

Começa nesta quinta-feira (24) e prossegue até o próximo domingo (26), a sétima edição do Festival Feira Noise. O evento é promovido pelo Feira Coletivo Cultural e contará com apresentações musicais de artistas de todo o Brasil,  além de espetáculos de dança, rodas de conversa, intervenções de artes visuais e outras atividades. Maior festival independente da Bahia, o Feira Noise será aberto na quinta, às 19 horas, no teatro do Centro de Cultura Amélio Amorim, com a palestra Delírios Utópicos, proferida pelo teórico da contracultura e pensador contemporâneo Cláudio Prado, colunista da Mídia Ninja. Também teremos no primeiro dia do

Roberto Kuelho

Roberto Kuelho ganha Prêmio Palco MP3 com CD Sense Bulir

Um ano após o lançamento do CD Sense Bulir, o cantor Roberto Kuelho colhe frutos de seu trabalho. O artista baiano, e feirense, é um dos ganhadores do Prêmio Palco MP3 na categoria “Word Music”. O prêmio é uma realização do Palco MP3, o maior portal de música independente do Brasil. Entre as músicas em destaque no site estão “Nem precisa ser amor” e “Bem no Auge”, que foi ouvida mais de 115 mil vezes. “Esse prêmio nos deixa feliz por ser os primeiros resultado de um trabalho feito com carinho. Mostra que nosso som está encontrando as pessoas certas”,

Ciro Gomes

A palestra completa de Ciro Gomes em Feira de Santana

O presidenciável, ex-ministro dos governos Itamar Franco, Lula e Dilma, um dos criadores do Plano Real e ex-Governador do Ceará, Ciro Gomes, esteve em Feira de Santana no dia 1 de novembro, palestrando na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Na oportunidade, respondeu a perguntas de alunos e professores da Universidade. Veja o evento na íntegra:  

Homicídios em Feira de Santana

Homicídios mais que dobraram em 20 anos em Feira

No dia 05 de julho de 1997 o extinto jornal Feira Hoje, diário que circulava aqui na Feira de Santana, divulgou um balanço da violência no primeiro semestre daquele ano. Comparando com o ano anterior, houve elevação: foram 77 homicídios e três latrocínios na primeira metade do ano; em 1996, os números foram mais favoráveis: 67 homicídios e quatro latrocínios. Na soma, 80 mortes violentas no primeiro semestre de 1997 e 71 no mesmo período do ano anterior. O levantamento também informava sobre as mortes em supostos confrontos com a polícia: foram 29 em 1996 e, no ano seguinte, o

Por que um advogado pediu a cassação do Prefeito José Ronaldo

Como divulgou a Tribuna Feirense, o advogado Hércules Oliveira pediu a cassação do Prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho, na Câmara de Vereadores. O pedido se baseia no que estabelece a Lei Orgânica do Município, que permite que qualquer cidadão denuncie o Prefeito por alguma das seguintes infrações:

  1. Impedir o funcionamento regular da Câmara Municipal;
  2. Impedir o exame de livros, folhas de pagamento e demais documentos que devam constar dos arquivos da Prefeitura, bem como a verificação de obras e serviços municipais, por comissão de investigação da Câmara Municipal;
  3. Retardar a publicação ou deixar de publicar as leis e atos sujeitos a essa formalidade;
  4. Deixar de apresentar à Câmara, no devido tempo, e em forma regular, a proposta orçamentária;
  5. Descumprir o orçamento aprovado para exercício financeiro;
  6. Praticar ato administrativo contra expressa disposição de lei ou omitir-se na prática de ato por ela exigido;
  7. Omitir-se ou negligenciar na defesa de bens, rendas, direitos ou interesse do Município sujeitos à administração da Prefeitura Municipal;
  8. Ausentar-se do Município por tempo superior ao permitido na Lei Orgânica ou afastar-se da Prefeitura Municipal sem autorização da Câmara;
  9. Infringir proibição prevista no art. 88 da Lei Orgânica;
  10. Proceder de modo incompatível com a dignidade e o decoro do cargo;
  11. Desatender, sem motivo justo, os pedidos de informações da Câmara Municipal, quando feitos a tempo e em forma regular.

Leia aqui a Lei Orgânica do Município de Feira de Santana!

Hércules Oliveira utilizou como argumento de sua denúncia a Lei 323/2015, que obriga o Poder Executivo Municipal, através da SMTT, Secretaria Municipal de Transportes e Trânsito, a colocar temporizador em todas as sinaleiras do município.

A Lei diz que “os motoristas que forem multados nos semáforos que não estiverem adequados com os temporizadores, serão isentos do pagamento da taxa estabelecida para tal infração”.

Embora a Lei esteja em vigor, sua constitucionalidade é questionável, haja vista a Constituição Federal, em seu artigo 22, estabelecer que compete privativamente à União legislar sobre transporte e trânsito.

O pedido do advogado será analisado pela mesa diretora da Câmara, que é presidida por Ronny Miranda, vereador autor da lei do temporizador.


Sobre o (a) autor (a):